Como a Bíblia define uma boa família cristã?


Pergunta: "Como a Bíblia define uma boa família cristã?"

Resposta:
Uma boa família cristã é aquela que se alinha com os princípios bíblicos e aquela em que cada membro entende e cumpre o seu papel dado por Deus. A família não é uma instituição projetada pelo homem. Foi criada por Deus para o benefício do homem, o qual recebeu a responsabilidade de administrá-la. A unidade básica da família bíblica é composta de um homem, uma mulher - sua esposa - e seus descendentes ou filhos adotivos. A família extensa pode incluir parentes por sangue ou casamento, tais como avós, sobrinhas, sobrinhos, primos, tios e tias. Um dos princípios mais importantes da unidade familiar é que ela envolve um compromisso ordenado por Deus durante a vida dos membros. O marido e a esposa são responsáveis por preservá-la independentemente da atual atitude da cultura circunvizinha.

Naturalmente, o primeiro requisito para os membros de uma família cristã é que todos sejam cristãos, tendo um verdadeiro relacionamento com Jesus Cristo como seu Senhor e Salvador. Efésios 5:22–33 fornece as diretrizes para maridos e esposas em uma família cristã. O marido é obrigado a amar sua esposa como Cristo amou a igreja, e uma esposa deve respeitar seu marido e voluntariamente se submeter à sua liderança na família. O papel de liderança do marido deve começar com seu próprio relacionamento espiritual com Deus e depois fluir para instruir sua esposa e filhos nos valores das escrituras, guiando a família à verdade bíblica. Os pais são instruídos a educar seus filhos “na disciplina e na admoestação do Senhor” (Efésios 6:4). Um pai também deve prover por sua família. Se ele não o fizer, então “é pior do que o descrente” (1 Timóteo 5:8). Assim, um homem que não faz nenhum esforço para sustentar sua família não pode corretamente se chamar de cristão. Isso não significa que a esposa não possa ajudar no sustento da família - Provérbios 31 demonstra que uma esposa piedosa certamente pode fazê-lo - mas sustentar a família não é primordialmente a sua responsabilidade; é do marido dela.

A mulher foi dada ao homem com o propósito de ser auxiliadora do marido (Gênesis 2:18-20) e ter filhos. O marido e a mulher em um casamento cristão devem permanecer fiéis um ao outro por toda a vida. Deus declara a igualdade de valor na medida em que homens e mulheres são criados à imagem de Deus e são, portanto, igualmente valiosos aos Seus olhos. Isso não significa, no entanto, que homens e mulheres tenham papéis idênticos na vida. De um modo geral, as mulheres são mais hábeis em nutrir e cuidar de crianças, enquanto os homens geralmente são mais bem equipados para prover e proteger a família. Assim, ambos são iguais em status, mas cada um tem um papel diferente a desempenhar em um casamento cristão.

Um casamento cristão, fundamental para uma família cristã, segue as instruções bíblicas relativas ao sexo. A Bíblia contradiz a opinião em muitas culturas de que o divórcio, a convivência sem o casamento e o casamento entre pessoas do mesmo sexo são aceitáveis aos olhos de Deus. A sexualidade expressa de acordo com os padrões bíblicos é uma bela expressão de amor e compromisso. Fora do casamento, é pecado.

As crianças têm duas responsabilidades principais na família cristã: obedecer aos pais e honrá-los (Efésios 6:1–3). Obedecer aos pais é dever das crianças até que atinjam a idade adulta, mas honrar os pais é sua responsabilidade por toda a vida. Deus promete Suas bênçãos para aqueles que honram seus pais.

Idealmente, uma família cristã terá todos os membros comprometidos com Cristo e Seu serviço. Quando o marido, a esposa e os filhos cumprem todos os papéis designados por Deus, a paz e a harmonia reinam no lar. No entanto, se tentarmos ter uma família cristã sem Cristo como Cabeça ou sem aderir aos princípios bíblicos que o Senhor nos providenciou amorosamente, o lar sofrerá.

English
Voltar à página principal em português

Como a Bíblia define uma boa família cristã?

Assine a pergunta da semana