settings icon
share icon
Pergunta

Quais são algumas ilustrações populares da Santíssima Trindade?

Resposta


Ilustrar a Trindade é um objetivo nobre, mas, em última análise, é um exercício de futilidade. Ao longo dos séculos, os teólogos têm quebrado a cabeça em uma busca para formular uma ilustração doutrinariamente sólida e totalmente satisfatória da Divindade Trina. O que impede seus esforços é o fato de que Deus é transcendente e algumas de Suas qualidades são desconhecidas (Isaías 55:8–9).

Trindade é o termo teológico aplicado a Deus para indicar Sua existência perpétua como três Pessoas distintas (Pai, Filho e Espírito Santo) que, mesmo assim, permanecem um Deus indivisível. O conceito de um Deus Trino é mais do que difícil de compreender - é impossível de compreender, pela simples razão de que não temos nada em nosso mundo que tenha uma existência correspondente. Os humanos, as criaturas mais complexas que conhecemos, existem como pessoas individuais, não como múltiplos unificados.

Apesar do fato de que nada em nosso mundo possa ilustrar completamente a Santíssima Trindade, professores e teólogos ao longo dos anos têm oferecido várias analogias extraídas dos reinos da natureza e da matemática para ajudar a explicar o inexplicável. Aqui estão algumas das ilustrações:

Uma ilustração simples e popular da Trindade é o ovo. Um ovo de galinha consiste em uma casca, uma gema e uma clara, embora seja um ovo só. As três partes criam um todo unificado. A deficiência desta ilustração, e de outras semelhantes, é que Deus não pode ser dividido em "partes". O Pai, o Filho e o Espírito são um em essência, mas o mesmo não pode ser dito da casca, gema e clara.

Uma ilustração semelhante usa a maçã: a casca, a carne e as sementes da fruta juntas constituem a maçã, assim como o Pai, o Filho e o Espírito constituem Deus. Esta ilustração tem a mesma fraqueza da ilustração do ovo, ou seja, as partes da maçã, consideradas independentemente, não são a maçã. Em contraste, cada Pessoa da Trindade, considerada independentemente, ainda é Deus.

Outra ilustração teria se originado de São Patrício. Enquanto Patrício estava evangelizando o povo da Irlanda antiga, ele explicou o conceito da Trindade usando uma planta muito comum de lá: o trevo, uma planta com três pequenas folhas verdes em um único caule. Uma lenda diz que Patrício em suas viagens encontrou alguns chefes irlandeses em um prado. Os líderes tribais ficaram intrigados com a doutrina da Trindade, então Patrício se abaixou e arrancou um trevo. As três folhas, disse Patrício, ainda são uma planta, assim como as três Pessoas da Trindade são um Deus. Outra lenda é semelhante, exceto que tem Patrício ensinando na província de Connacht, onde falou com as filhas do Rei Laoghaire, Ethne e Fedelm. A analogia do trevo talvez seja melhor do que as analogias do ovo e da maçã, embora compartilhe a fraqueza de possivelmente dividir Deus em “partes”.

Outra ilustração comum da Trindade envolve os diferentes estados da matéria (sólido, líquido e gasoso). A ilustração normalmente usa a água como exemplo: a água existe como um sólido (gelo), um líquido e um gás (vapor de água). Não importa em que estado físico a água esteja, ainda é água. Sua composição química permanece a mesma - é H20, não importa se esteja flutuando invisível na atmosfera para criar umidade ou flutuando em pedaços em seu chá para ajudar a aliviar a umidade. O problema com esta ilustração é que a água líquida, quando congela, “muda” do líquido para o sólido e, quando ferve, “muda” para o vapor. Porém, Deus não “muda” estados ou modos. A água líquida pode se tornar sólida ou gasosa, mas Deus, o Pai, nunca se torna o Filho ou o Espírito. A ideia de que Deus se manifesta de maneira diferente em diferentes momentos e em vários contextos (como a água se manifesta no estado sólido, líquido ou gasoso) é chamada de modalismo e é uma heresia a ser evitada.

Algumas pessoas têm encontrado ilustrações úteis da Trindade em desenhos geométricos. O triângulo, por exemplo, tem três lados independentes conectados para formar uma forma. Outro desenho é o triquetra, que apresenta três arcos congruentes e entrelaçados, formando uma espécie de triângulo no centro:

Expandindo o desenho do triângulo/triquetra encontra-se esta ilustração da Trindade:

For the picture above:

Father: Pai

Is: é

God: Deus

Son: Filho

Spirit: Espírito

Is not: não é

Em seu pequeno livro Planolândia: Um Romance de Muitas Dimensões, publicado em 1884, Edwin Abbott escreve sobre um Quadrado vivendo em Planolândia, uma terra de apenas duas dimensões. Em um encontro transformador, o Quadrado recebe uma visita da Esfera, que mora na Espaçolândia, um reino de três dimensões. Mesmo que o Quadrado não possa imaginar mais do que duas dimensões (pois não existe nada parecido em seu mundo), ele aceita a palavra da Esfera e a existência de uma terceira dimensão. No entanto, quando tenta transmitir seu novo conhecimento para os outros habitantes de Planolândia, o Quadrado é tratado como um lunático e trancado na prisão. De certa forma, a situação do Quadrado em Planolândia é semelhante à nossa. Não podemos compreender o conceito de um Ser Trino mais do que o Quadrado poderia compreender a Esfera. Mas aceitamos a Palavra de Deus e, pela fé, entendemos que Deus existe em um reino e de uma maneira além de nossa experiência. O ovo, a maçã, o trevo, os estados da matéria e várias formas geométricas são o mais próximo que podemos chegar de ilustrar a Trindade. Não podemos entender completamente a existência de Deus. Um Deus infinito não pode ser totalmente delineado em uma ilustração finita.

English



Voltar à página principal em português

Quais são algumas ilustrações populares da Santíssima Trindade?
Assine a

Pergunta da Semana

Comparte esta página: Facebook icon Twitter icon Pinterest icon Email icon
© Copyright Got Questions Ministries