O que a Bíblia diz sobre o vodu? Como deve um cristão ver o vodu?


Pergunta: "O que a Bíblia diz sobre o vodu? Como deve um cristão ver o vodu?"

Resposta:
Vodu é um nome para várias práticas religiosas derivadas do vodu da África Ocidental. O original vodu da África Ocidental é uma religião politeísta chamada vodum. Essa religião honra um deus com uma natureza dupla, tanto masculina quanto feminina, e espíritos que governam a natureza, assim como espíritos em rochas, rios, árvores, etc. Esses espíritos são o vodon ou vodu. Esta forma de vodu também inclui sacrifícios de animais e culto aos ancestrais.

Um tipo de vodu clandestino encontrado na América Latina, Cuba, Haiti e partes dos Estados Unidos foi derivado do vodu da África Ocidental, mas misturou-se com os aspectos superficiais do Catolicismo romano. Isso aconteceu quando os escravos foram trazidos para o Novo Mundo e foram pressionados a se converter ao Catolicismo romano. Eles misturaram o vodu da África Ocidental com o Catolicismo romano. Em Cuba, essa mistura é geralmente chamada de Santeria; no Brasil, é Candomblé (outros termos também podem ser usados). No vodu haitiano, o culto é dirigido aos Loas, divindades que servem ao deus único. Os Loas tornaram-se associados aos santos católicos.

Em Louisiana, nos Estados Unidos, o vodu tem uma forte ênfase na crença em espíritos que supervisionam tudo. Os escravos mudaram os nomes africanos desses espíritos para os nomes dos santos católicos como parte da mistura do vodu da África Ocidental com o Catolicismo romano. As mulheres do vodu de Louisiana que presidiam os rituais e cerimônias e usavam encantos e poções mágicas ficaram conhecidas como Rainhas dos Vodus. A mais conhecida Rainha dos Vodus era Marie Laveau, de Nova Orleans, que também se considerava católica devota. Por causa disso, houve uma integração adicional entre o vodu e o Catolicismo romano.

Porque é baseado principalmente na tradição oral, o vodu pode variar de pessoa para pessoa. Há crença em um deus, chamado Bondye, mas esse deus é remoto e não é ativo na vida cotidiana. Os adoradores do vodu se conectam com os espíritos através do canto, dança extática em que os adoradores convidam os espíritos para "montá-los" e o uso de cobras. Além disso, há dietas especiais, cerimônias, rituais, lançamentos de feitiços, poções, talismãs e amuletos (encantos) para curar e ajudar os seguidores.

O vodu envolve a adoração de espíritos e práticas ocultas como a adivinhação e feitiçaria. Essas práticas são fortemente condenadas por Deus em toda a Bíblia, como em Deuteronômio 18:9-13, onde Deus proíbe consultar qualquer um que seja “adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro; nem encantador, nem necromante, nem mágico, nem quem consulte os mortos” (veja também Levítico 19:26, 31, 20:6; 2 Reis 17:17; Atos 19:18-19; Gálatas 5:19-21; Revelação 21:8, 22:15).

O deus do vodu não é o Deus bíblico, mas um deus remoto que não está envolvido com a humanidade ou com a natureza. A adoração dos espíritos vodu é uma adoração de falsos deuses e, como tal, é condenada em toda a Bíblia. O vodu não é apenas uma religião incompatível com o Cristianismo, mas suas práticas e crenças são contra a Palavra de Deus. Além disso, as práticas ocultistas do vodu são perigosas porque abrem as pessoas para a influência dos demônios.

Ao misturar a adoração politeísta de espíritos com uma forma superficial do Cristianismo, o vodu tem negado efetivamente a primazia de Jesus Cristo e Sua obra expiatória na cruz e a necessidade de redenção unicamente pela fé em Cristo. O vodu, portanto, é incompatível com a Palavra de Deus de três maneiras: o verdadeiro Deus não é adorado, Jesus é secundário aos espíritos e as práticas ocultas prevalecem.

English
Voltar à página principal em português

O que a Bíblia diz sobre o vodu? Como deve um cristão ver o vodu?

Assine a pergunta da semana