Como deve ser a vida cristã?



 

Pergunta: "Como deve ser a vida cristã?"

Resposta:
A vida cristã deve ser uma vida vivida pela fé. É pela fé que entramos na vida cristã, e é pela fé que a vivemos. Quando começamos a vida cristã ao nos aproximar de Cristo para receber o perdão do pecado, entendemos que o que buscamos não pode ser obtido por outros meios senão pela fé. Não podemos trabalhar o nosso caminho para o céu, porque nada que possamos fazer seria suficiente. Aqueles que acreditam que podem alcançar a vida eterna seguindo regras e regulamentos - uma lista do que se deve ou não deve fazer - negam o que a Bíblia ensina claramente. "E é evidente que, pela lei, ninguém é justificado diante de Deus, porque o justo viverá pela fé" (Gálatas 3:11). Os fariseus da época de Jesus rejeitaram Cristo porque Ele lhes disse essa mesma verdade - que todas as suas ações justas eram inúteis e que somente a fé em seu Messias os salvaria.

Em Romanos 1, Paulo diz que o evangelho de Jesus Cristo é o poder que nos salva, com o evangelho sendo a boa notícia de que todos os que creem nEle terão vida eterna. Quando entramos na vida cristã pela fé nestas boas novas, vemos nossa fé crescer à medida que conhecemos cada vez mais sobre o Deus que nos salvou. De fato, o evangelho de Cristo revela Deus a nós enquanto vivemos para nos aproximar dEle mais a cada dia. Romanos 1:17 diz: "visto que a justiça de Deus se revela no evangelho, de fé em fé, como está escrito: O justo viverá por fé." Então, parte da vida cristã consiste na leitura diligente e do estudo da Palavra, acompanhada de oração por compreensão e sabedoria e por um relacionamento mais próximo e mais íntimo com Deus através do Espírito Santo.

A vida cristã também deve ser uma de morte para si mesmo a fim de viver uma vida pela fé. Paulo disse aos gálatas: "logo, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim; e esse viver que, agora, tenho na carne, vivo pela fé no Filho de Deus, que me amou e a si mesmo se entregou por mim" (Gálatas 2:20). Ser crucificado com Cristo significa que nossa velha natureza foi pregada na cruz e substituída por uma nova natureza que é de Cristo (2 Coríntios 5:17). Aquele que nos amou e morreu por nós agora vive em nós, e a vida que vivemos é pela fé nele. Isso significa sacrificar nossos próprios desejos, ambições e glórias e substituí-los pelos de Cristo. Só podemos fazer isso pelo Seu poder através da fé que Ele nos dá pela Sua graça. Parte da vida cristã consiste em orar para esse fim.

A vida cristã também deve perseverar até o fim. Hebreus 10:38-39 aborda esta questão citando do profeta Habacuque do Antigo Testamento: "todavia, o meu justo viverá pela fé; e: Se retroceder, nele não se compraz a minha alma." Deus não fica satisfeito com aquele que "retrocede" dele depois de se comprometer, mas aqueles que vivem pela fé nunca irão retroceder, porque são mantidos pelo Espírito Santo que nos assegura que continuaremos com Cristo até o fim (Efésios 1:13-14). O escritor de Hebreus prossegue a verificar esta verdade no versículo 39: "Nós, porém, não somos dos que retrocedem para a perdição; somos, entretanto, da fé, para a conservação da alma." O verdadeiro crente é aquele que acredita até o fim.

Assim, a vida cristã é vivida pela fé no Deus que nos salvou, nos capacita, nos sela para o céu e por cujo poder somos mantidos para sempre. A vida cotidiana de fé é aquela que cresce e fortalece à medida que buscamos Deus em Sua Palavra e através da oração, e quando nos unimos com outros cristãos, cujo objetivo de se tornarem como Cristo é semelhante ao nosso.


Voltar à página principal em português

Como deve ser a vida cristã?