O que aconteceu com as tribos perdidas de Israel?


Pergunta: "O que aconteceu com as tribos perdidas de Israel?"

Resposta:
Quando as pessoas se referem às “tribos perdidas de Israel”, elas geralmente têm em mente as dez tribos do Reino do Norte que caíram na Assíria por volta de 722 aC. Estas tribos são Rúben, Simeão, Levi, Dã, Naftali, Gade, Aser, Issacar, Zebulom e José (cuja tribo foi dividida nas tribos de Efraim e Manassés). A maioria do povo do Reino do Norte foi deportada para a antiga Assíria (2 Reis 17:6). Muitos dos judeus que permaneceram na terra se casaram com pessoas de Cuta, Ava, Hamate e Sefarvaim que tinham sido enviadas pelo rei assírio para habitar Samaria (2 Reis 17:24; Esdras 4:2–11). Por conseguinte, as dez tribos do norte de Israel foram supostamente "perdidas" para a história e eliminadas ou assimiladas por outros grupos de pessoas. Essa narrativa, no entanto, baseia-se na inferência e na suposição, e não no ensino bíblico direto.

Há muitos mistérios, lendas e tradições sobre o que aconteceu com as dez tribos “perdidas” de Israel. Uma lenda diz que as dez tribos migraram para a Europa (o rio Danúbio, dizem eles, recebeu esse nome da tribo de Dã). Outra lenda diz que as tribos migraram até a Inglaterra e que todos os anglo-saxões hoje são na verdade judeus - esse é um ensinamento do herético Israelismo Britânico. Um número surpreendente de grupos em todo o mundo afirma ter descendido das tribos “perdidas”: há pessoas na Índia, na Nigéria, na Etiópia, no Paquistão, no Afeganistão e na América do Norte que reivindicam essa linhagem. Outras teorias equiparam os japoneses ou os índios americanos com as dez tribos “perdidas” de Israel.

A verdade é que as “tribos perdidas de Israel” nunca foram realmente perdidas. Muitos dos judeus que permaneceram na terra depois da conquista assíria reuniram-se com Judá no sul (2 Crônicas 34:6-9). A Assíria foi mais tarde conquistada pela Babilônia, a qual invadiu o Reino do Sul de Israel, deportando as duas tribos restantes: Judá e Benjamim (2 Reis 25:21). Os remanescentes das tribos do norte teriam sido parte das deportações babilônicas. Setenta anos depois, quando o rei Ciro permitiu que os israelitas retornassem a Israel (Esdras 1), muitos (de todas as doze tribos) retornaram a Israel para reconstruir sua terra natal.

A ideia de que dez tribos de Israel foram "perdidas" é falsa. Deus sabe onde estão todas as doze tribos e, como a própria Bíblia prova, todas elas são explicadas. No fim dos tempos, Deus chamará testemunhas de cada uma das doze tribos (Apocalipse 7:4-8). Então, obviamente, Deus tem acompanhado quem pertence a qual tribo.

Nos Evangelhos, a profetisa Ana (Lucas 2:36) era da tribo de Aser (uma das dez tribos supostamente perdidas). Ana não estava perdida. Tanto Zacarias como Isabel - e, portanto, João Batista - são da tribo de Levi (Lucas 1:5). Jesus promete aos discípulos: “e vos assentareis em tronos para julgar as doze tribos de Israel” (Lucas 22:30). Paulo, que sabe que é da tribo de Benjamim (Romanos 11: 1), fala que “as nossas doze tribos, servindo a Deus fervorosamente de noite e de dia, almejam alcançar” (Atos 26:7) - observe o tempo presente. Tiago aborda sua epístola “às doze tribos que se encontram na Dispersão” (Tiago 1:1). Em suma, há ampla evidência nas Escrituras de que todas as doze tribos de Israel ainda existem e estarão no reino messiânico. Nenhuma delas está perdida.

English
Voltar à página principal em português

O que aconteceu com as tribos perdidas de Israel?

Assine a pergunta da semana