O que é a teologia bíblica?



 

Pergunta: "O que é a teologia bíblica?"

Resposta:
A teologia bíblica é o estudo das doutrinas da Bíblia, organizado de acordo com sua cronologia e fundo histórico. Em contraste com a teologia sistemática, que classifica a doutrina de acordo com tópicos específicos, a teologia bíblica mostra o desenrolar da revelação de Deus à medida que progredia através da história. A teologia bíblica pode procurar isolar e expressar os ensinamentos teológicos de uma porção específica da Escritura, tal como a teologia do Pentateuco (os cinco primeiros livros do Antigo Testamento) ou a teologia contida nos escritos de João, etc. Ou pode se concentrar em um determinado período de tempo, como a teologia dos anos do reino unificado. Um outro ramo da teologia bíblica pode estudar um assunto ou tema específico na Bíblia: um estudo sobre "o remanescente", por exemplo, pode pesquisar como esse tema é introduzido e desenvolvido ao longo da Escritura.

Muitos creditam J. P. Gabler, um estudioso bíblico alemão, com o início do campo da teologia bíblica. Ao ser inaugurado a uma cadeira de mestre em 1787, Gabler pediu uma distinção nítida entre a teologia dogmática (sistemática ou doutrinária) e a teologia bíblica. Para Gabler, a teologia bíblica devia ser estritamente um estudo histórico do que se acreditava e ensinava nos vários períodos da história bíblica, independentemente das considerações modernas denominacionais, doutrinais, filosóficas ou culturais. Em geral, os princípios que Gabler propôs estavam corretos e influenciaram o desenvolvimento da teologia bíblica por muitos anos.

No entanto, deve-se ressaltar que não há tal coisa como um estudo da Bíblia com total objetividade. Todo intérprete traz certos pressupostos para a tarefa. Essas pressuposições têm uma influência considerável sobre o processo de interpretação das Escrituras. Como resultado, o campo da teologia bíblica é bem diversificado com todas as opiniões e variações imagináveis do que a Bíblia ensina. A teologia bíblica é totalmente dependente da hermenêutica do teólogo. Os métodos empregados na interpretação das Escrituras são fundamentalmente importantes para a teologia bíblica. A teologia bíblica de alguém não pode ser melhor do que os seus métodos usados para interpretar as Escrituras.

Aqui está uma diferença básica entre a teologia sistemática e bíblica: a teologia sistemática pergunta: "O que a Bíblia como um todo diz sobre os anjos?" e então examina todas as passagens que dizem respeito a seres angélicos, tira conclusões e organiza toda a informação em um corpo de verdades chamado de "angelologia". O produto final é, de Gênesis a Apocalipse, a totalidade da verdade revelada por Deus sobre o assunto.

A teologia bíblica pergunta: "Como a nossa compreensão dos anjos se desenvolveu ao longo da história bíblica?" e então começa com os ensinamentos do Pentateuco sobre anjos e traça a revelação progressiva de Deus sobre esses seres ao longo da Escritura. Ao longo do caminho, o teólogo bíblico tira conclusões sobre como o pensamento das pessoas sobre os anjos possa ter mudado à medida que mais e mais verdade foi revelada. A conclusão de tal estudo é, naturalmente, uma compreensão do que a Bíblia tem a dizer sobre os anjos, mas também coloca esse conhecimento no contexto do "quadro maior" da revelação total de Deus. A teologia bíblica nos ajuda a ver a Bíblia como um todo unificado, e não como uma coleção de pontos doutrinais não relacionados.


Voltar à página principal em português

O que é a teologia bíblica?