settings icon
share icon
Pergunta

Qual é o significado do templo de Ezequiel?

Resposta


Ezequiel nasceu na linhagem sacerdotal (Ezequiel 1:3), mas serviu a Deus como profeta. Em Ezequiel 40–48, Ezequiel tem uma visão detalhada de um grande e glorioso templo. Essa longa visão tem sido objeto de muitas especulações e várias interpretações ao longo dos anos.

Ezequiel começou seu ministério profético antes que Jerusalém e o templo fossem destruídos pela Babilônia em 586 a.C. Antes da destruição, muitos falsos profetas garantiram ao povo que Deus estava com eles e que nada lhes aconteceria (Ezequiel 13:8–16). Os verdadeiros profetas como Jeremias e Ezequiel avisaram ao povo que o julgamento de Deus estava chegando (Ezequiel 2:3-8). Em Ezequiel 8–11, o profeta vê a glória de Deus saindo do templo.

No exílio, Ezequiel encorajou Israel com o fato de que o julgamento não duraria para sempre, mas que Deus restauraria Israel e mais uma vez viveria entre eles. Em Ezequiel 37, ele relata a visão de “O Vale dos Ossos Secos”, em que descreve a reunificação e reanimação de um Israel morto. Nos capítulos 38-39, Ezequiel prevê uma batalha com Gogue e Magogue, na qual os inimigos de Israel serão derrotados. Então, nos capítulos 40-48, no vigésimo quinto ano do cativeiro de Israel, Ezequiel descreve um enorme novo templo (capítulos 40-42). A glória de Deus retorna (capítulo 43), os sacrifícios são retomados (capítulos 44–46) e a terra é restaurada ao povo de Israel (47–48). O coração das pessoas terá sido mudado (Ezequiel 36:26–27) e até mesmo os gentios terão um lugar no reino restaurado (Ezequiel 47:22). A terra será governada por um príncipe davídico (Ezequiel 44:3; veja também 37:24–25; 34:23–24).

Em sua visão do templo, Ezequiel é levado a Israel, onde vê uma montanha e uma cidade. Ele é recebido por “um homem cuja aparência era como a do bronze, tendo um cordel de linho na sua mão e uma cana de medir, e estava em pé na porta” (Ezequiel 40:3). O homem diz a Ezequiel para prestar muita atenção a tudo o que vê e ouve e relatar todos os detalhes ao povo de Deus (versículo 4). A medição do planejamento do templo preenche os próximos três capítulos de Ezequiel.

A questão é quando e como a visão do templo de Ezequiel será cumprida? Devemos buscar um cumprimento literal? Ou esta visão é um símbolo da perfeição futura da presença de Deus entre Seu povo? Já foi cumprida? Ou o cumprimento ainda é futuro? Se o templo de Ezequiel é futuro, será cumprido na era da igreja, no milênio ou no estado eterno? As respostas a essas perguntas serão determinadas, muito provavelmente, pelas pressuposições do intérprete a respeito da natureza literal ou simbólica da profecia e seu cumprimento.

Argumentando a favor de um cumprimento literal da profecia do templo de Ezequiel estão os numerosos detalhes da visão de Ezequiel e as dimensões específicas do templo. Se a visão deve ser cumprida literalmente, então o cumprimento deve ser futuro, pois nada como o que é descrito em Ezequiel 40-48 tem acontecido até este ponto. As dimensões do templo de Ezequiel são muito maiores do que o templo nos dias de Jesus, e esse templo era uma grande estrutura.

A maioria dos que esperam um cumprimento literal do templo de Ezequiel espera que seja erguido no reino milenar, um reinado de 1.000 anos de Cristo na terra. Durante o milênio, os santos glorificados da era presente viverão em contato com seres humanos naturais que ainda precisarão tomar uma decisão por Cristo para serem salvos - e muitos escolherão não confiar nEle. O sistema sacrificial descrito em Ezequiel não pode ser para o perdão dos pecados, pois Cristo cumpriu isso de uma vez por todas (Hebreus 10:1-4, 11-14). Nesta abordagem interpretativa, os sacrifícios são vistos como memoriais da morte de Cristo ou como ritos para a limpeza cerimonial do templo, mas não como um meio de perdoar pecados.

Na visão figurativa do templo de Ezequiel, a visão do profeta simplesmente reitera que Deus mais uma vez habitará com Seu povo em um relacionamento perfeito. Essa relação é descrita na linguagem que o povo da época (e especialmente Ezequiel como um sacerdote) teria entendido - um templo judeu de proporções magníficas, com sacrifícios regulares e perfeitos, com o Messias presidindo e com a glória de Deus visivelmente evidente. Em visões posteriores a outros profetas, Deus revelou mais sobre como Ele faria isso com o próprio Messias substituindo o templo, os sacrifícios e a terra. A presença de Deus por meio da habitação do Espírito Santo seria mais imediatamente evidente do que nunca. O cumprimento do templo de Ezequiel poderia, portanto, ser realizado na era da igreja em algum grau e, na era por vir, com perfeição.

Independentemente de qual abordagem seja tomada, a visão do templo de Ezequiel diz que Deus não abandonou Seu povo e que Seu relacionamento com eles será restaurado e elevado a uma nova glória e intimidade nunca antes concebidas. As circunstâncias atuais nunca devem fazer com que alguém duvide das promessas de Deus.

English



Voltar à página principal em português

Qual é o significado do templo de Ezequiel?
Assine a

Pergunta da Semana

Comparte esta página: Facebook icon Twitter icon Pinterest icon Email icon
© Copyright Got Questions Ministries