Como devemos nos submeter a Deus?



 

Pergunta: "Como devemos nos submeter a Deus?"

Resposta:
Em todas as incidências do Novo Testamento onde a palavra submeter ocorre, ela é traduzida da palavra grega hupotasso. O hupo significa "abaixo" e o tasso significa "organizar". Esta palavra e uma raiz dela também são traduzidas pelas palavras sujeito e sujeição. O significado completo da palavra é "obedecer, colocar sob, sujeitar-se, estar sujeito a, submeter-se, colocar-se sob sujeição, estar sob obediência ou obedecer". Ela era usada como um termo militar que significa "organizar divisões de tropas de forma militar sob o comando de um líder". Esta palavra é uma definição maravilhosa do que significa "submeter-se" a Deus. Significa organizar-se sob o comando do ponto de vista divino, em vez de viver de acordo com o antigo modo de vida baseado no ponto de vista humano. É um processo que cede a nossa própria vontade à de nosso Pai.

A Escritura tem muito a dizer sobre estar em submissão aos "poderes superiores". Isso faz referência aos princípios de estabelecimento que Deus ordenou em nosso mundo - o governo e os líderes, em qualquer capacidade, que Deus colocou em autoridade sobre nós nesta terra. As passagens que ensinam esse princípio são Romanos 13:1-7; Hebreus 13:17; 1 Pedro 2:13-14; e Tito 3:1. O princípio é que estar em obediência à autoridade sobre nós, qualquer que seja essa autoridade, trará uma bênção temporal em tempo real aqui e agora e, para o crente, uma recompensa mais tarde. A autoridade suprema é Deus, e Ele delega autoridade aos outros; então, a fim de nos submeter a Deus, nós nos submetemos à autoridade que Ele colocou sobre nós. Você notará que não há ressalvas que distinguem entre autoridade boa ou má ou até mesmo entre autoridade justa ou injusta. Devemos apenas nos humilhar e obedecer como "ao Senhor".

Também recebemos a instrução de nos submeter a Deus (Tiago 4:7). Em Efésios, lemos que os cristãos devem se submeter "uns aos outros no temor de Cristo" (Efésios 5:21). Também lemos que a esposa deve submeter-se ao marido como ao Senhor e o marido deve "amar" a esposa (Efésios 5:22-25). O apóstolo Pedro escreve: “Rogo igualmente aos jovens: sede submissos aos que são mais velhos; outrossim, no trato de uns com os outros, cingi-vos todos de humildade, porque Deus resiste aos soberbos, contudo, aos humildes concede a sua graça” (1 Pedro 5:5). O tema aqui é de humildade. Não se pode submeter a Deus sem humildade. A obediência exige que primeiramente nos humilhemos para que possamos nos entregar à autoridade de outro, e as Escrituras nos dizem que Deus resiste ao orgulho - o oposto da humildade - e a arrogância que promove esse orgulho.

Portanto, ter um coração humilde e submisso é uma escolha que fazemos. Isso significa que, como cristãos renascidos, temos que fazer uma escolha diária de submeter-nos a Deus para o trabalho que o Espírito Santo faz em nós para "nos conformar à imagem de Cristo". Deus usará as situações de nossas vidas para nos oferecer a oportunidade de nos submeter a Ele (Romanos 8:28-29). O crente então aceita a Sua graça e provisão para andar no Espírito e não segundo a maneira da velha natureza. Essa obra é realizada quando escolhemos nos dedicar à Palavra de Deus e a aprender sobre as provisões que Ele nos fez em Cristo Jesus. Desde o momento em que nascemos de novo, temos todas as provisões de que precisamos, em Cristo, para nos tornar um crente maduro. Entretanto, temos que fazer a escolha de aprender sobre essas provisões através do estudo da Palavra e aplicá-las ao nosso diário andar.

Temos que escolher submeter a Deus o processo de aprendizagem para crescermos espiritualmente. É um processo iniciado na salvação e em curso com cada escolha que fazemos para nos submeter a Deus. Este processo continuará até que o Senhor venha novamente ou nos chame para casa. O mais maravilhoso sobre isso é que, como o apóstolo Paulo afirma tão corretamente: "E todos nós, com o rosto desvendado, contemplando, como por espelho, a glória do Senhor, somos transformados, de glória em glória, na sua própria imagem, como pelo Senhor, o Espírito" (2 Coríntios 3:18).

Deus não exige que nos submetamos porque Ele é um tirano, mas porque é um Pai amoroso e sabe o que é melhor para nós. As bênçãos e a paz que ganhamos quando humildemente nos rendemos e nos submetemos a Ele diariamente são um dom da graça a que nada no mundo possa se comparar.


Voltar à página principal em português

Como devemos nos submeter a Deus?