O que significa tomar o nome do Senhor em vão?

O que significa tomar o nome do Senhor em vão?


Pergunta: "O que significa tomar o nome do Senhor em vão?"

Resposta:
Embora muitas pessoas acreditem que tomar o nome do Senhor em vão se refira ao uso do nome do Senhor como um palavrão, há muito mais envolvido com o uso inútil do nome de Deus. A fim de entendermos a gravidade de tomar o nome do Senhor em vão, precisamos primeiro estudar o nome do Senhor a partir de Sua perspectiva, conforme descrito nas Escrituras. O Deus de Israel era conhecido por muitos nomes e títulos, mas o conceito incorporado no nome de Deus desempenha um papel importante e único na Bíblia. A natureza e os atributos de Deus, a totalidade de Seu ser e, especialmente, a Sua glória são refletidos em Seu nome (Salmos 8:1). O Salmo 111:9 nos diz que Seu nome é “santo e tremendo”, e a oração do Senhor começa se dirigindo a Deus com a frase “santificado seja o teu nome” (Mateus 6:9), uma indicação de que a reverência a Deus e Seu nome deve estar acima de tudo em nossas orações. Frequentemente, nós nos arrastamos à presença de Deus com presunçosas “listas de afazeres” para Ele, sem estarmos atentos à Sua santidade, à Sua grandeza e ao vasto abismo que separa nossa natureza da dEle. O fato de sermos autorizados a vir diante de Seu trono é devido apenas ao Seu amor misericordioso e gracioso para com os Seus (Hebreus 4:16). Nunca devemos desprezar essa graça divina.

Por causa da grandeza do nome de Deus, qualquer uso do Seu nome que traga desonra a Ele ou ao Seu caráter é tomar o Seu nome em vão. O terceiro dos Dez Mandamentos proíbe tomar ou usar o nome do Senhor de maneira irreverente, porque isso indicaria falta de respeito pelo próprio Deus. Uma pessoa que usa mal o nome de Deus não será considerada “inocente” pelo Senhor (Êxodo 20:7). No Antigo Testamento, trazer desonra ao nome de Deus se tratava da falha de realizar um juramento ou voto tomado em Seu nome (Levítico 19:12). O homem que usou o nome de Deus para legitimar seu juramento, e depois quebrou sua promessa, indicaria sua falta de reverência por Deus, bem como a falta de medo de Sua santa retribuição. Era essencialmente o mesmo que negar a existência de Deus. Para os crentes, no entanto, não há necessidade de usar o nome de Deus para legitimar um juramento, pois não devemos fazer juramentos em primeiro lugar, deixando que o nosso "sim seja sim" e "não seja não" (Mateus 5:33-37).

Há um sentido maior em que as pessoas hoje tomam o nome do Senhor em vão. Aqueles que nomeiam o nome de Cristo, que oram em Seu nome e que tomam o Seu nome como parte de sua identidade, mas que deliberadamente e continuamente desobedecem aos Seus mandamentos, estão tomando o Seu nome em vão. Foi dado a Jesus Cristo o nome acima de todos os nomes, ao qual todo joelho se dobrará (Filipenses 2:9-10), e quando assumimos o nome “cristão”, devemos fazê-lo com uma compreensão de tudo o que significa. Se professamos ser cristãos, mas agimos, pensamos e falamos de maneira mundana ou profana, tomamos o Seu nome em vão. Quando apresentamos Cristo erradamente, seja intencionalmente ou por ignorância da fé cristã como proclamada nas Escrituras, tomamos o nome do Senhor em vão. Quando dizemos que O amamos, mas não fazemos o que Ele manda (Lucas 6:46), tomamos o Seu nome em vão e corremos o risco de ouvi-lo dizer para nós: “nunca vos conheci. Apartai-vos de mim” no dia do julgamento (Mateus 7:21-23).

O nome do Senhor é santo, assim como Ele é santo. O nome do Senhor é uma representação de Sua glória, Sua majestade e Sua suprema divindade. Devemos estimar e honrar o Seu nome ao reverenciar e glorificar o próprio Deus. Deixar de fazer isso é tomar o Seu nome em vão.

English
Voltar à página principal em português

O que significa tomar o nome do Senhor em vão?

Assine a pergunta da semana