O que é o selo de Deus?


Pergunta: "O que é o selo de Deus?"

Resposta:
Há cinco versículos na Bíblia que se referem a um "selo de Deus" ou a um objeto ou pessoa sendo selado por Deus (João 6:27; 2 Timóteo 2:19; Apocalipse 6:9; 7:2 e 9:4). A palavra selado no Novo Testamento vem de uma palavra grega que significa "carimbar com uma marca particular" no interesse de manter algo secreto ou proteger ou preservar o objeto selado. Os selos eram usados para negócios oficiais: um centurião romano, por exemplo, pode ter selado um documento que era destinado apenas aos olhos de seu superior. Se o selo fosse quebrado, aquele recebendo o documento saberia que a carta havia sido adulterada ou lida por alguém além do selador.

Apocalipse 7:3-4 e 9:4 referem-se ao grupo de pessoas que têm o selo de Deus e, portanto, Sua proteção, durante a tribulação. Durante o julgamento da quinta trombeta, os gafanhotos do Abismo atacam os povos da terra com "poder como o que têm os escorpiões da terra" (Apocalipse 9:3). No entanto, esses gafanhotos demoníacos são limitados naquilo que podem causar dano: "e foi-lhes dito que não causassem dano à erva da terra, nem a qualquer coisa verde, nem a árvore alguma e tão-somente aos homens que não têm o selo de Deus sobre a fronte" (Apocalipse 9:4). Os indivíduos marcados por Deus são preservados. O selo de Deus durante a tribulação é o oposto direto da marca da besta, a qual identifica as pessoas como seguidores de Satanás (Apocalipse 13:16-18).

Paulo fala do selo de Deus no contexto da verdade fundacional. Ele diz a Timóteo que falsas doutrinas estavam circulando e algumas pessoas estavam tentando destruir a fé dos crentes. Então ele oferece este encorajamento: "Entretanto, o firme fundamento de Deus permanece, tendo este selo: O Senhor conhece os que lhe pertencem. E mais: Aparte-se da injustiça todo aquele que professa o nome do Senhor" (2 Timóteo 2:19). O retrato aqui é da fundação de um edifício inscrita com duas declarações que dão o propósito do edifício. O fundamento da igreja foi estabelecido (Efésios 2:20), e o eterno "selo" ou inscrição resume os dois aspectos da fé — confiança em Deus e abandonar o pecado (veja Marcos 1:15). A passagem segue adiante descrevendo o conteúdo da grande casa assim inscrita: vasos para uso honroso e alguns para uso desonroso. "Assim, pois, se alguém a si mesmo se purificar destes erros, será utensílio para honra, santificado e útil ao seu possuidor, estando preparado para toda boa obra" (2 Timóteo 2:21).

Jesus Cristo tinha sobre Si o selo de Deus: "Trabalhai, não pela comida que perece, mas pela que subsiste para a vida eterna, a qual o Filho do Homem vos dará; porque Deus, o Pai, o confirmou com o seu selo" (João 6:27). Aqueles que confiam em Jesus também possuem o selo de Deus, que é o Espírito Santo: "em quem também vós, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação, tendo nele também crido, fostes selados com o Santo Espírito da promessa; o qual é o penhor da nossa herança, até ao resgate da sua propriedade, em louvor da sua glória" (Efésios 1:13-14). É bom saber que os filhos de Deus são selados, seguros e sustentados em meio à iniquidade desse mundo transitório.

English


Voltar à página principal em português

O que é o selo de Deus?

Assine a pergunta da semana