O que é um profeta na Bíblia?


Pergunta: "O que é um profeta na Bíblia?"

Resposta:
Em um sentido geral, um profeta é uma pessoa que proclama a verdade de Deus para os outros. A palavra grega prophetes pode significar "aquele que proclama" ou "defensor". Os profetas também são chamados de "videntes" por causa de sua percepção espiritual ou de sua capacidade de "ver" o futuro.

Na Bíblia, os profetas frequentemente tinham um papel de ensino e revelação, declarando a verdade de Deus em questões contemporâneas, ao mesmo tempo revelando detalhes sobre o futuro. O ministério de Isaías, por exemplo, tocou tanto no presente quanto no futuro. Ele pregou corajosamente contra a corrupção de seus dias (Isaías 1:4) e deu grandes visões do futuro de Israel (Isaías 25:8).

Os profetas tinham a tarefa de falar fielmente a Palavra de Deus para o povo. Eles foram fundamentais para guiar a nação de Israel e estabelecer a igreja. A casa de Deus é edificada “sobre o fundamento dos apóstolos e profetas, sendo ele mesmo, Cristo Jesus, a pedra angular” (Efésios 2:20).

Mais de 133 profetas são mencionados na Bíblia, inclusive 16 mulheres. Além disso, muitos outros profetizaram, como os 70 anciãos de Israel (Números 11:25) e os 100 profetas resgatados por Obadias (1 Reis 18:4). O primeiro profeta nomeado na Bíblia é Abraão. Em Gênesis 20:7, Deus falou a Abimeleque em sonhos, dizendo: “Agora, pois, restitui a mulher a seu marido, pois ele é profeta e intercederá por ti, e viverás...” Deus revelou-Se a Abraão em numerosas ocasiões.

Jacó e José, descendentes de Abraão, ambos tiveram sonhos sobre o futuro que poderiam ser classificados como proféticos. Moisés foi chamado de “homem de Deus” e considerado um grande profeta (Deuteronômio 34:10). Josué e muitos dos juízes serviram como profetas, com o último juiz, Samuel, ouvindo a voz de Deus quando ainda era criança (1 Samuel 3:4). Mais tarde ele ungiria Davi, o qual serviu como rei e profeta em Israel.

O tempo de Elias e Eliseu foi marcado por um alto nível de atividade profética. De fato, uma escola para profetas prosperou durante suas vidas (veja 1 Reis 20:35). Elias e Eliseu também realizaram muitos milagres.

No Novo Testamento, João Batista predisse o Messias (Mateus 3:1). O próprio Jesus veio como profeta, sacerdote, rei e Messias, cumprindo muitas das profecias messiânicas do Antigo Testamento.

A igreja primitiva também incluiu profetas. Por exemplo, Ananias recebeu uma profecia sobre o futuro do apóstolo Paulo (Atos 9:10–18). Atos 21:9 menciona quatro filhas de Filipe que podiam profetizar. A profecia é listada como um dom espiritual em 1 Coríntios 12 e 14. No fim dos tempos, duas “testemunhas” profetizarão de Jerusalém (Apocalipse 11).

Geralmente, os profetas enviados por Deus são desprezados e sua mensagem ignorada. Isaías descreveu sua nação como um “povo rebelde é este, filhos mentirosos, filhos que não querem ouvir a lei do SENHOR. Eles dizem aos videntes: Não tenhais visões; e aos profetas: Não profetizeis para nós o que é reto; dizei-nos coisas aprazíveis, profetizai-nos ilusões” (Isaías 30:9-10). Jesus lamentou que Jerusalém tinha matado os profetas que Deus lhes enviou (Lucas 13:34).

É claro que nem todo mundo que “proclama” uma mensagem é, na verdade, um profeta de Deus. A Bíblia adverte contra os falsos profetas que afirmam falar em nome de Deus, mas que, na verdade, enganam as pessoas que pretendem informar. O rei Acabe empregou 400 desses falsos profetas para lhe dizer o que ele queria ouvir (2 Crônicas 18:4-7; cf. 2 Timóteo 4:3). No Novo Testamento, temos muitas advertências contra os falsos profetas. Jesus ensinou: “Acautelai-vos dos falsos profetas, que se vos apresentam disfarçados em ovelhas, mas por dentro são lobos roubadores” (Mateus 7:15). Mais tarde, ele ressaltou que, no fim dos tempos, “surgirão falsos cristos e falsos profetas operando grandes sinais e prodígios para enganar, se possível, os próprios eleitos” (Mateus 24:24). Apocalipse fala de um falso profeta que surgirá na Tribulação e enganará as pessoas ao redor do mundo (Apocalipse 16:13; 19:20; 20:10). Para evitar ser desviado, devemos sempre provar “os espíritos se procedem de Deus, porque muitos falsos profetas têm saído pelo mundo fora” (1 João 4:1).

Um verdadeiro profeta de Deus estará comprometido a proclamar a verdade de Deus. Ele ou ela nunca irá contradizer a Palavra revelada de Deus. Um verdadeiro profeta dirá como o profeta Micaías, pouco antes de seu fatídico confronto com Acabe: “Tão certo como vive o SENHOR, o que meu Deus me disser, isso falarei” (2 Crônicas 18:13).

English
Voltar à página principal em português

O que é um profeta na Bíblia?

Assine a pergunta da semana