Como podemos confiar que a profecia bíblica pode de fato prever o futuro?



 

Pergunta: "Como podemos confiar que a profecia bíblica pode de fato prever o futuro?"

Resposta:
A principal razão pela qual podemos confiar na profecia bíblica é que ela, como o resto da Escritura, nos foi dada pelo Criador do universo. É divinamente inspirada, inerrante, perfeita e verdadeira. Deus não pode mentir (Tito 1:2), e a fidedignidade da profecia bíblica está enraizada no caráter e no conhecimento de Deus: "que desde o princípio anuncio o que há de acontecer e desde a antiguidade, as coisas que ainda não sucederam; que digo: o meu conselho permanecerá de pé, farei toda a minha vontade" (Isaías 46:10).

A profecia bíblica prediz o futuro e explica quais serão os resultados positivos ou negativos decorrentes dele. Uma profecia pode anunciar eventos que trazem alegria e prazer ou medo e pressentimento. Quando as profecias de Deus são ignoradas, geralmente é porque os ouvintes não gostam do que ouvem por uma razão ou outra. A profecia bíblica é geralmente muito específica em como afetará alguém ou algo. Além disso, ela é sempre confiável e digna de nossa total confiança. Podemos permitir que as promessas divinas ajudem a moldar nossas vidas, dando-nos direção no serviço ao Senhor. A profecia deve ser uma fonte de força e instrução para nós. Ao contrário do que ouvimos hoje sendo chamado de "profecia", tanto na igreja quanto fora dela, a verdadeira profecia bíblica é sempre correta e precisa. O que Deus profetiza sempre ocorre (Isaías 14:24).

A profecia do dilúvio em Gênesis 6 é um exemplo. Deus explica as Suas razões para o dilúvio, dá instruções específicas para que Noé possa construir a arca para preservar vidas, e então permite esta catástrofe mundial. Os sonhos de José em Gênesis 37:5-10 contêm profecias que vieram a ocorrer mais tarde em sua vida. Deuteronômio 18:18 diz: "Suscitar-lhes-ei um profeta do meio de seus irmãos, semelhante a ti, em cuja boca porei as minhas palavras, e ele lhes falará tudo o que eu lhe ordenar." Esta profecia aponta para o Messias judeu, nosso Senhor Jesus, e é citada em Atos 3:22. Isaías capítulo 53 contém uma profecia convincente de Jesus Cristo: Sua juventude, Seu ministério, Seu sofrimento e Sua oferta de Si mesmo. O Salmo 22 nos dá uma outra profecia do sofrimento de nosso Senhor, formulada em uma descrição do rei Davi.

Nas profecias do próprio Senhor, tais como as de Mateus 24, Ele falou de guerras, fome, terremotos, perseguições, apostasias, traições e, finalmente, de Seu próprio retorno. Essas e outras profecias do fim dos tempos são tão confiáveis quanto a advertência de Deus sobre o dilúvio. Previsões semelhantes de eventos catastróficos ainda por vir são encontradas em 2 Pedro 3 e Apocalipse 6-16. Além disso, em 1 Tessalonicenses 4:13-18, os cristãos são prometidos um resgate daquele dia de tribulação. A profecia bíblica nos fornece um roteiro do futuro. Deixar de entender a profecia do arrebatamento é perder um dos maiores dons de Deus.

Podemos confiar que Deus nos ama e nos deu Seu Filho (João 3:16). Certamente podemos também confiar nEle como o Autor da profecia bíblica. O Nosso Senhor disse: "Na casa de meu Pai há muitas moradas. Se assim não fora, eu vo-lo teria dito. Pois vou preparar-vos lugar" (João 14:2). Então Ele nos deu a bendita segurança: "E, quando eu for e vos preparar lugar, voltarei e vos receberei para mim mesmo, para que, onde eu estou, estejais vós também" (versículo 3). Essa promessa deve ser um encorajamento para todos os cristãos.

Coloque sua confiança nas profecias de Deus, assim como você confia em Seu Filho. "Porque quantas são as promessas de Deus, tantas têm nele o sim" (2 Coríntios 1:20).


Voltar à página principal em português

Como podemos confiar que a profecia bíblica pode de fato prever o futuro?