settings icon
share icon
Pergunta

O que a Bíblia diz sobre a preexistência das almas?

Resposta


A Bíblia não diz nada sobre a preexistência das almas porque esta é uma ideia feita pelo homem sem base na verdade. A Bíblia deixa claro que todo ser humano é uma criação única de Deus (Gênesis 2:7; Zacarias 12:1; Jeremias 1:5). Cada alma humana singular começa na concepção (Salmo 139:13-16; Isaías 44:24) e continuará para sempre porque fomos criados como seres eternos (Gênesis 9:6; Isaías 40:28; Mateus 25:46).

O conceito de preexistência não pode ser seguido até sua conclusão lógica. A preexistência significa uma de três coisas: (1) a alma sempre existiu, (2) a alma foi criada em um tempo anterior e esperou, incorpórea, até que pudesse habitar um corpo na terra, ou (3) a alma habitou um outro corpo no passado e transmigrou para seu corpo atual. Se (1) for verdadeiro e as almas sempre existiram, então os seres humanos também são parte de Deus, não seres criados e autodeterminados. Este conceito é claramente contrário às afirmações da Bíblia de que não há outro Deus além de Yahweh (Gênesis 5:1; 1 Timóteo 2:5; 1 João 4:12; Malaquias 2:10; 1 Coríntios 8:5-6). Se (2) for verdadeiro e uma alma esperou em um berçário celestial antes do nascimento terrestre, então Gênesis 2:7 está errado: “Então, formou o Senhor Deus ao homem do pó da terra e lhe soprou nas narinas o fôlego de vida, e o homem passou a ser alma vivente.” As palavras "passou a ser" indicam um início definido no qual a alma e o corpo de Adão ganharam vida ao mesmo tempo. Se (3) for verdade, e uma alma habitou outro corpo em uma era passada, então em que ponto a alma foi criada e com que propósito? A Bíblia deixa claro que cada pessoa responderá por sua própria vida (Apocalipse 20:13; Romanos 2:6; Jeremias 32:19). Quando o corpo anterior morreu, para onde foi a alma? Hebreus 9:27 diz: “E, assim como aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo, depois disto, o juízo”. Isso se aplica a todos.

A Bíblia se refere à morte como um momento em que uma pessoa era “recolhida ao seu povo” (Deuteronômio 32:50; Números 20:24). Isso indica que, na morte, a alma de uma pessoa deixa seu corpo e se junta àqueles que se foram antes dela. Na parábola de Jesus sobre o homem rico e Lázaro (Lucas 16:19-31), a alma de Lázaro partiu para o "seio de Abraão" (versículo 22). A alma do rico estava em tormento (versículo 23). Nenhuma dessas almas voltou a habitar outro corpo, nem há qualquer indicação de que suas almas tinham preexistido. Cada uma delas recebeu as consequências das escolhas de suas vidas (versículo 25). Na ressurreição, seremos reunidos com nossos corpos originais na forma glorificada (1 Coríntios 15:42; Filipenses 3:21). Se a preexistência em outro corpo fosse possível, em que corpo a alma habitaria?

Jesus é o único bebê nascido neste mundo que existia antes de Seu nascimento (João 1:1; 17:5; Colossenses 1:17). Quando João Batista viu Jesus, ele declarou: "É este a favor de quem eu disse: após mim vem um varão que tem a primazia, porque já existia antes de mim" (João 1:30). João foi concebido seis meses antes de Jesus (Lucas 1:26, 36), mas indicou que Jesus existia antes dele. Se João tivesse preexistido, ele não poderia ter feito essa afirmação. Jesus, como Deus, existia como um com o Pai desde o início. Ele disse às autoridades judaicas: "antes que Abraão existisse, Eu Sou" (João 8:57–58). Seu nascimento humano foi um evento único, nunca replicado em nenhum nível. Deus sabia nossos nomes antes de sermos criados, porque Ele é onisciente e habita fora do tempo (Efésios 1:4; Apocalipse 13:8). Mas cada um de nós é um indivíduo; somos almas únicas colocadas em corpos únicos, e todos estaremos diante de Deus para prestar contas das vidas terrenas únicas que recebemos (Romanos 14:10; Apocalipse 22:12).

English



Voltar à página principal em português

O que a Bíblia diz sobre a preexistência das almas?
Assine a

Pergunta da Semana

Comparte esta página: Facebook icon Twitter icon Pinterest icon Email icon
© Copyright Got Questions Ministries