settings icon
share icon
Pergunta

O que a Bíblia diz sobre predestinação versus livre-arbítrio?

Resposta


Ao discutir a predestinação versus o livre-arbítrio, muitas pessoas preferem tanto um lado que virtualmente rejeitam a possibilidade de o outro ter até mesmo um indício da verdade. Aqueles que enfatizam fortemente a soberania de Deus em predestinar quem será salvo às vezes tomam uma posição que se assemelha ao fatalismo. Aqueles que enfatizam o livre-arbítrio da humanidade chegam perto de negar a soberania de Deus. No entanto, se os termos são entendidos biblicamente, a discussão não é predestinação versus livre-arbítrio, mas sim predestinação e arbítrio não totalmente livre.

Passagens como Romanos 8:29-30 e Efésios 1:5-11 ensinam explicitamente que Deus predestina alguns para a salvação. A palavra traduzida como “predestinar” significa “determinar o destino antes”. Não há como escapar do fato de que Deus predetermina quem será salvo. Pode-se debater com que base Deus predestina quem será salvo, mas a própria predestinação é absolutamente um ensino bíblico. Numerosas outras passagens do Novo Testamento também se referem aos crentes sendo escolhidos ou eleitos para a salvação (Mateus 24:22, 31; Marcos 13:20, 27; Romanos 8:33; 9:11; 11:5-7, 28; Efésios 1:11; Colossenses 3:12; 1 Tessalonicenses 1:4; 1 Timóteo 5:21; 2 Timóteo 2:10; Tito 1:1; 1 Pedro 1:1-2; 2:9; 2 Pedro 1:10).

Não há nada na Bíblia que ensine que os seres humanos tenham livre-arbítrio, pelo menos não no sentido de como muitas pessoas entendem o termo livre-arbítrio. Um entendimento comum de livre-arbítrio é que podemos tomar nossas próprias decisões totalmente livres de qualquer influência externa. Este entendimento de livre-arbítrio não é bíblico e nem corresponde à realidade. A Bíblia ensina que sem Cristo estamos “mortos em ofensas e pecados” (Efésios 2:1). Se estivermos espiritualmente mortos, isso certamente afetará nossas decisões. João 6:44 diz que, a menos que Deus traga, ninguém pode vir a Cristo para a salvação. Se a decisão de confiar em Cristo é impossível sem a "interferência" de Deus, então nossa vontade não é "livre".

Nossa capacidade de tomar decisões é afetada por vários fatores, por exemplo, nossa natureza pecaminosa, nossa educação, nosso intelecto, nosso treinamento/educação, nossa biologia, nossa psicologia, etc. Portanto, não, os seres humanos não têm realmente um livre-arbítrio. Nós temos um arbítrio. Podemos tomar decisões. Biblicamente falando, temos a responsabilidade de responder ao que Deus nos revelou, inclusive ao Seu chamado para crer no evangelho (João 1:12; 3:16; Atos 16:31; Romanos 10:9–10; Apocalipse 22:17). Mas, novamente, nossa vontade não é verdadeiramente livre.

A predestinação é uma doutrina bíblica. O livre-arbítrio, não. Se a questão é predestinação versus livre-arbítrio, a predestinação vence decisivamente, do ponto de vista bíblico. Se a questão for predestinação versus arbítrio ou predestinação versus responsabilidade, isso é mais difícil. De alguma forma, Deus é soberano sobre quem é salvo e, ao mesmo tempo, somos genuinamente responsáveis por nossas decisões relacionadas à salvação. Na Bíblia, Deus repetidamente nos chama a exercer nossa vontade e confiar em Cristo para a salvação. Como essas duas verdades atuam juntas pode ser incompreensível para nós, mas na mente de Deus, elas fazem todo o sentido.

English



Voltar à página principal em português

O que a Bíblia diz sobre predestinação versus livre-arbítrio?
Assine a

Pergunta da Semana

Comparte esta página: Facebook icon Twitter icon YouTube icon Pinterest icon Email icon
© Copyright Got Questions Ministries