settings icon
share icon
Pergunta

Por que eu devo perdoar?

Resposta


O perdão é um tópico familiar na Bíblia. Na verdade, o plano de Deus para perdoar a humanidade dos seus pecados é o tema principal da Bíblia (1 Pedro 1:20; João 17:24). Então, quando nos perguntamos por que devemos perdoar aqueles que pecam contra nós, não precisamos olhar mais longe do que o exemplo que Deus nos deu. Os cristãos devem perdoar os outros porque Deus nos perdoou (Efésios 4:32).

Jesus contou uma parábola em Mateus 18:21–35 sobre por que devemos perdoar. Ele conta a história da perspectiva de um rei que perdoou um servo de uma dívida tremenda. Mas então aquele servo encontra outro servo que lhe devia uma pequena quantia, e o servo perdoado trata duramente o seu conservo e exige um reembolso imediato. Quando o rei descobre o que aconteceu, ficou furioso e ordenou que aquele que ele perdoou fosse punido até que a enorme dívida fosse paga integralmente. Jesus termina a parábola com estas palavras arrepiantes: “Assim também meu Pai celeste vos fará, se do íntimo não perdoardes cada um a seu irmão” (versículo 35).

O perdão é obrigatório para todos aqueles que já experimentaram o perdão de Deus (Efésios 4:32). Jesus nos ensinou a orar: “… e perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós temos perdoado aos nossos devedores” (Mateus 6:12), lembrando-nos que Deus nos considera responsáveis por tratar os outros assim como Ele nos trata. Recusar-se a perdoar aqueles que nos ofendem é um insulto ao Senhor que nos perdoou muito mais. Perdoamos como um ato de gratidão por tudo o que nos foi perdoado.

Aqueles que foram perdoados por Deus são transformados em pessoas perdoadoras. Aproximar-se do Senhor, pedir o Seu perdão e ao mesmo tempo se recusar a perdoar nossos irmãos e irmãs é o cúmulo da hipocrisia. Se uma pessoa que afirma ser cristã se recusa a perdoar os outros, essa pessoa está mostrando evidência de que não renasceu de verdade. Perdoamos os outros porque perdoar está em nossa (nova) natureza (veja 1 João 3:9).

Perdoar não é deixar um pecador impenitente escapar. Em vez disso, é uma prontidão ansiosa para estender misericórdia àqueles que nos prejudicaram. Quando perdoamos, nós nos libertamos da escravidão que o erro de alguém nos criou. É impossível viver em completa obediência a Deus quando outra pessoa controla as nossas emoções. Os seguidores de Jesus não devem ser controlados por nada além do Espírito Santo (Efésios 5:18). Para crescer espiritualmente e viver em submissão à Palavra de Deus, devemos obedecer até mesmo aos mandamentos difíceis sobre o perdão (Lucas 6:46).

O perdão é muitas vezes uma janela através da qual o mundo vislumbra a misericórdia de Deus. Quando perdoamos, modelamos os ensinamentos de Deus em bondade, misericórdia, amor e humildade. As pessoas não podem ver Jesus em nós quando estamos andando com amargura e raiva. Quando tudo o que podemos falar é como fomos injustiçados, como alguém nos traiu ou as feridas que carregamos, perdemos de vista a nossa missão principal, que é fazer discípulos (Mateus 28:19). A falta de perdão nos torna autocentrados em vez de focados em Deus e rouba nosso amor, paz e alegria (veja Gálatas 5:22).

O perdão vem mais facilmente para alguns do que para outros, mas todos nós devemos perdoar se quisermos andar em comunhão com Deus. Alguns acham difícil perdoar porque não entendem o que significa perdoar. O perdão não é o mesmo que a reconciliação. Podemos perdoar de coração enquanto mantemos os traidores à distância. O perdão não permite que abusadores impenitentes voltem às nossas vidas, mas permite que a paz de Deus volte às nossas vidas.

Da cruz, Jesus orou por Seus assassinos: “Pai, perdoa-lhes” (Lucas 23:34). Nós refletimos Jesus quando perdoamos aqueles que nos ofenderam, e ser como Jesus é o objetivo final para os crentes (Romanos 8:29).

English



Voltar à página principal em português

Por que eu devo perdoar?
Assine a

Pergunta da Semana

Comparte esta página: Facebook icon Twitter icon Pinterest icon Email icon
© Copyright Got Questions Ministries