O que podemos aprender da vida de Timóteo?


Pergunta: "O que podemos aprender da vida de Timóteo?"

Resposta:
Timóteo, o destinatário das duas cartas do Novo Testamento com seu nome, era filho de pai grego e mãe judia. Ele se juntou a Paulo durante uma das últimas viagens missionárias de Paulo. Paulo se dirige a Timóteo como "verdadeiro filho na fé" (1 Timóteo 1:2). Ele provavelmente tinha a idade de um adolescente mais velho ou jovem adulto quando se juntou a Paulo, mas já se distinguira como fiel, e os diáconos o notaram. Ele provavelmente ouviu e respondeu ao evangelho quando Paulo passou pela área de Derbe e Listra em sua primeira viagem missionária, mas não temos certeza. Timóteo serviu como representante de Paulo em várias igrejas (1 Coríntios 4:17; Filipenses 2:19), e mais tarde foi um pastor em Éfeso (1 Timóteo 1:3). Timóteo também é mencionado como estando com Paulo quando Paulo escreveu várias cartas do Novo Testamento — 2 Coríntios, Filipenses, Colossenses, 1 e 2 Tessalonicenses e Filemom.

Paulo diz que Timóteo tinha uma "fé sem fingimento", a mesma que vivia em sua mãe e avó (2 Timóteo 1:1–5). Eunice e Lóide prepararam o coração de Timóteo para aceitar a Cristo ao ensiná-lo as Escrituras do Antigo Testamento e preparando-o "desde a infância" para reconhecer o Messias quando Ele aparecesse (2 Timóteo 3:15). Quando Paulo pregou sobre Cristo, todos os três aceitaram seus ensinamentos e entregaram suas vidas ao Salvador. Nós também devemos preparar nossos filhos para estarem prontos quando Cristo agir em seus corações. Eles devem poder reconhecer quando o Salvador estiver trabalhando em seus espíritos, e a única maneira de fazer isso é seguir o exemplo de Eunice e Lóide e ensinar a nossos filhos a Palavra de Deus.

Na primeira carta de Paulo a Timóteo, ele deu instruções e conselhos para liderar a igreja. Ele também exortou Timóteo a não deixar os outros desprezá-lo devido à sua juventude, mas a dar um exemplo para os outros crentes "na palavra, no procedimento, no amor, na fé, na pureza" (1 Timóteo 4:12). Paulo disse a Timóteo para se dedicar a ler as Escrituras, a exortar e ensinar, e a não negligenciar o dom que lhe foi dado. Paulo também aconselhou Timóteo a manter-se atento a si mesmo. Essas instruções continuam pertinentes aos crentes de hoje. Nós também somos chamados a seguir "a justiça, a piedade, a fé, o amor, a constância, a mansidão. Combate o bom combate da fé. Toma posse da vida eterna, para a qual também foste chamado e de que fizeste a boa confissão perante muitas testemunhas" (1 Timóteo 6:11-12).

Parece que Timóteo tinha uma doença crônica que exigia alguma atenção (1 Timóteo 5:23). Paulo o aconselhou sobre uma mudança de dieta para ajudar no alívio de sua condição. Deste exemplo podemos aprender que nem sempre é a vontade de Deus curar uma pessoa miraculosamente; às vezes, a cura vem através de meios mais "naturais", se é que vem.

Em sua segunda carta a Timóteo, Paulo o advertiu sobre os falsos mestres que ele encontraria e disse-lhe que continuasse nas coisas que aprendera porque ele conhece o caráter daqueles de quem as aprendeu, a saber, o próprio Paulo, sua mãe e sua avó ( 2 Timóteo 3:14–15). As verdades que Timóteo aprendeu desde a infância — verdades sobre o pecado e nossa necessidade de um Salvador — foram capazes de torná-lo "sábio para a salvação" (2 Timóteo 3:15). Como pais, devemos preparar nossos filhos para distinguir a verdade do erro. E como crentes, devemos permanecer firmes na verdade que aprendemos, não sendo surpreendidos ou influenciados pela oposição e falsos mestres.

Paulo também disse a Timóteo: "Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade" (2 Timóteo 2:15). Este conselho é crucial para todos os cristãos. "Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça, a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra" (2 Timóteo 3:16-17). Paulo aconselhou Timóteo, seu "amado filho" (2 Timóteo 1:2), com um coração de amor, desejando que Timóteo permanecesse firme em sua própria fé e conduzisse bem os outros crentes. Timóteo certamente parece ter sido fiel; devemos seguir o seu exemplo.

English


Voltar à página principal em português

O que podemos aprender da vida de Timóteo?

Assine a pergunta da semana