Quem foi Mateus na Bíblia?


Pergunta: "Quem foi Mateus na Bíblia?"

Resposta:
Mateus na Bíblia foi um dos discípulos de Jesus. O Evangelho de Mateus, juntamente com os Evangelhos de Lucas, João e Marcos, é uma história inspirada — e, portanto, precisa e verdadeira — da vida de Cristo. Seu evangelho é o mais longo dos quatro, e alguns estudiosos acreditam que foi o primeiro a ser escrito.

Antes de Mateus se tornar discípulo de Cristo, ele era cobrador de impostos ou "publicano" na cidade de Cafarnaum (Mateus 9:9; 10:3). Mateus também é chamado de Levi, filho de Alfeu, por Lucas e Marcos (Marcos 2:14; Lucas 5:27). Embora Lucas e Marcos não digam: "Levi e Mateus são a mesma pessoa", podemos deduzir que os nomes se referem ao mesmo indivíduo por causa do contexto. A narrativa de Mateus de sua chamada corresponde exatamente às de Levi em Lucas e Marcos, tanto em termos de idioma quanto de posição cronológica. Além disso, não é incomum que uma pessoa receba um nome diferente após um encontro com Deus. Abrão se tornou Abraão, Jacó se tornou Israel, Simão se tornou Pedro e Saulo se tornou Paulo. É provável que Mateus (que significa "dom de Deus") tenha sido o nome que Jesus deu a Levi após a sua conversão.

Os cobradores de impostos eram absolutamente desprezados por sua própria cultura porque trabalhavam para o governo romano e se enriqueciam coletando impostos de seu próprio povo — geralmente desonestamente coletando quantias excessivas (ver Lucas 19:8). É provável que Mateus tenha sido bem-sucedido, pois Lucas diz que Levi organizou "um grande banquete em sua casa", com "numerosos publicanos e outros" presentes (Lucas 5:29).

Coletores de impostos como Mateus eram vistos pela elite religiosa como pessoas muito pecadoras, tão pecadoras que até mesmo passar um tempo com elas poderia manchar imediatamente a reputação de uma boa pessoa (Mateus 9:10–11). Quando Jesus estava jantando na casa de Mateus, com muitos outros cobradores de impostos e pecadores presentes, os fariseus questionaram os discípulos sobre a escolha de companheiros de Jesus. A resposta de Jesus é uma das explicações mais claras do coração de Deus e Seu evangelho ao homem: "Mas Jesus, ouvindo, disse: Os sãos não precisam de médico, e sim os doentes. …. pois não vim chamar justos, e sim pecadores [ao arrependimento]" (Mateus 9:12–13). Jesus veio para salvar não as pessoas "boas" e justas, mas as que sabiam que não eram boas — as pessoas que admitiam livremente que precisavam de salvação (cf. Mateus 5:3).

É impossível salvar uma pessoa que alegue não precisar ser salva. Muitos dos seguidores de Jesus eram pobres, rejeitados, doentes, pecadores, cansados (Mateus 11:28). Ele nunca condenou aquelas pessoas. Ao contrário, Cristo as perdoou e as encorajou. As condenações mais severas de Jesus foram aos fariseus, aos mestres da Lei e aos escribas que se consideravam bons, dignos e melhores do que os "publicanos e pecadores" ao seu redor (Mateus 9:10; 23:13-15).

Mateus foi um dos cobradores de impostos que Jesus salvou. Quando chamado por Jesus, Mateus saiu imediatamente de sua cabine de cobrança de impostos e seguiu o Senhor (Mateus 9:9). Ele deixou para trás a fonte de suas riquezas; substituiu a sua posição de segurança e conforto por viagens, dificuldades e eventual martírio; deixou sua antiga vida por uma nova vida com Jesus.

English


Voltar à página principal em português

Quem foi Mateus na Bíblia?

Assine a pergunta da semana