O que a Bíblia diz sobre perdoar a si mesmo?



 

Pergunta: "O que a Bíblia diz sobre perdoar a si mesmo?"

Resposta:
Nunca a Bíblia fala sobre a ideia de "perdoar a si mesmo". Somos instruídos a perdoar os outros quando falham contra nós e procuram perdão. Quando pedimos o perdão de Deus com base em Cristo já tendo pago pelos nossos pecados e tendo confiado nEle como Salvador e Senhor, Ele nos perdoa. É tão simples assim (1 João 1:9). No entanto, apesar de sermos liberados da escravidão ao pecado (como falamos nos capítulos 6-8 de Romanos), ainda podemos optar por permanecer meditando nele e agir como se não estivéssemos livres. Da mesma forma, com sentimentos de culpa podemos aceitar o fato de que somos perdoados em Cristo, ou podemos acreditar na mentira do diabo de que ainda somos culpados e, portanto, devemos nos sentir culpados.

A Bíblia diz que quando Deus nos perdoa, Ele "dos seus pecados jamais me lembrarei" (Jeremias 31:34). Isso não significa que o Deus onisciente se esqueça porque nos perdoa. Em vez disso, escolhe não mais mencionar o nosso pecado a Si mesmo ou a outros. Quando os nossos pecados anteriores vierem à mente, podemos optar por meditar neles (com os sentimentos de culpa resultantes), ou podemos escolher preencher nossas mentes com pensamentos sobre o incrível Deus que nos perdoou e agradecê-lo e louvá-lo (Filipenses 4:8). Recordar os nossos pecados só é benéfico quando nos lembra a extensão do perdão de Deus e torna mais fácil que perdoemos uns aos outros (Mateus 18:21-35).

Infelizmente, há pessoas que não "perdoam a si mesmas", ou seja, continuam presas no passado porque realmente não querem esquecer os pecados anteriores. Ao invés, alguns escolhem continuar recebendo uma emoção vicária de reviver os pecados passados em suas mentes. Isso também é pecado e deve ser confessado e abandonado. Um homem que deseja outra mulher no coração é culpado do pecado de adultério (Mateus 5:28). Da mesma forma, cada vez que revivemos mentalmente nosso pecado, cometemos o mesmo pecado novamente. Se isso estiver acontecendo na vida de um cristão, o padrão de pecado/culpa/pecado/culpa pode ser destrutivo e sem fim.

Lembrar que nossos pecados são perdoados deve tornar mais fácil que perdoemos os pecados dos outros (Mateus 7:1-5; 1 Timóteo 1:15). O perdão deve nos lembrar do grande Salvador que nos perdoou, totalmente sem merecermos, e nos encorajar a nos aproximar dEle em obediência amorosa (Romanos 5:10; Salmos 103:2-3,10-14). Deus permitirá que nosso pecado venha à mente (Satanás pode pretender isso para um propósito malvado, mas Deus o permite para um bom propósito), mas Ele quer que aceitemos o Seu perdão e nos alegremos com a Sua graça. Então, a próxima vez que seus antigos pecados vierem à mente, "mude o canal" e opte por meditar em Suas misericórdias (fazer uma lista de versículos que o encorajem a louvar pode ajudar) e pense em como devemos detestar o pecado.


Voltar à página principal em português

O que a Bíblia diz sobre perdoar a si mesmo?