ã
settings icon
share icon
Pergunta

É pecado ser rico?

Resposta


A Bíblia fala muito sobre os pobres e deixa claro que não devemos ignorar a sua situação (Provérbios 22:22; Deuteronômio 15:7; Tiago 2:5-6). Quando Deus enviou o Seu Filho ao mundo, Ele não O colocou em um palácio ou mansão. Jesus nasceu em uma família de condições humildes (Marcos 6:3; João 1:46). A Bíblia tem exemplos de pessoas ricas sendo abençoadas por Deus, incluindo Abraão (Gênesis 13:2), Jacó (Gênesis 30:43) e Salomão (1 Reis 10:23). Entretanto, na esmagadora maioria dos casos, quando a Escritura fala de riqueza material, ela nos adverte sobre os seus perigos. Não é pecado ser rico, mas as riquezas certamente convidam à tentação. O pecado não está em possuir riqueza, mas em nossas atitudes em relação a ela e na maneira como a usamos.

1 Timóteo 6:9 diz: “Mas os que querem ficar ricos caem em tentação, em armadilhas e em muitos desejos insensatos e nocivos, que levam as pessoas a se afundar na ruína e na perdição.” O versículo 10 continua dizendo: “Porque o amor ao dinheiro é a raiz de todos os males; e alguns, nessa cobiça, se desviaram da fé e atormentaram a si mesmos com muitas dores.” Muitos erroneamente citam este versículo para dizer que o dinheiro é a raiz de todo mal, mas isso está incorreto. O versículo diz que o amor ao dinheiro é o que nos enlaça. Nossos ídolos nos definem. Quando nos concentramos no sucesso terreno, na riqueza, nos relacionamentos ou na fama, nós nos tornamos idólatras. Quando nossos objetivos terrenos se tornam as coisas mais importantes em nossas vidas, não podemos também agradar ao Senhor (Romanos 8:8).

Deus pode conceder riquezas terrenas ao Seu povo que as distribuirá da maneira que Ele quiser. Cristãos ricos que não tratam o dinheiro como um ídolo são uma bênção para muitos. Eles iniciam instituições de caridade, contribuem para ajudar órfãos e viúvas (Tiago 1:27) e mantêm suas igrejas locais financeiramente estáveis (Malaquias 3:10). Sem cristãos ricos, muitos missionários não poderiam servir no campo.

Zaqueu era um homem rico, mas seus ganhos eram ilícitos e sua vida era caracterizada pela ganância. Mas então Zaqueu conheceu Jesus, e o Senhor mudou a sua vida. A sua transformação afetou todas as partes de sua vida, incluindo a maneira como lidava com o dinheiro: “Senhor, vou dar a metade dos meus bens aos pobres. E, se roubei alguma coisa de alguém, vou restituir quatro vezes mais” (Lucas 19:8). Ao encontrar a salvação em Cristo, Zaqueu também encontrou um novo propósito para a sua riqueza. Não era pecado ser rico, mas teria sido pecado continuar enganando as pessoas ou usar a sua riqueza para fins egoístas. Deus dá riqueza aos ricos para que beneficiem os outros.

Deus quer que desfrutemos de tudo o que Ele nos deu, desde que não permitamos que o presente se torne o deus. Devemos considerar tudo o que temos como um empréstimo do Senhor e perguntar a Ele como Ele quer que o usemos (Salmo 50:9-12). Quando nossos corações não são atraídos pelo desejo de riquezas, podemos provar que somos administradores fiéis daquilo que Deus nos confiou.

English



Voltar à página principal em português

É pecado ser rico?
Assine a

Pergunta da Semana

Comparte esta página: Facebook icon Twitter icon Pinterest icon Email icon
© Copyright Got Questions Ministries