settings icon
share icon
Pergunta

Qual é a chave para ouvir a voz de Deus?

Resposta


A maioria das pessoas quer ouvir a voz de Deus quando está enfrentando uma decisão. Se ao menos Deus falasse com eles e lhes dissesse qual escolha fazer ou qual direção seguir. Muitos alegam ter ouvido a voz de Deus, dizendo: “Deus me levou a fazer isso”, quando na verdade foram simplesmente seus próprios pensamentos e desejos que os levaram a uma determinada direção.

A principal maneira pela qual Deus fala conosco hoje é por meio da Sua Palavra escrita e revelada. Quando queremos ouvir a voz de Deus, a Bíblia é onde devemos olhar. A maior parte da vontade de Deus para nossas vidas já está totalmente revelada em suas páginas, e é simplesmente uma questão de nossa obediência a ela. Toda a Escritura é a vontade de Deus, mas há alguns lugares nas Escrituras que usam especificamente o termo vontade de Deus, o que pode ser especialmente interessante para uma pessoa que deseja ouvir a voz de Deus:

• 1 Tessalonicenses 5:18: “Em tudo, dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco.”

• 1 Tessalonicenses 4:3: “Pois esta é a vontade de Deus: a vossa santificação, que vos abstenhais da prostituição.”

• 1 Pedro 2:12–15: “…. mantendo exemplar o vosso procedimento no meio dos gentios, para que, naquilo que falam contra vós outros como de malfeitores, observando-vos em vossas boas obras, glorifiquem a Deus no dia da visitação. Sujeitai-vos a toda instituição humana por causa do Senhor, quer seja ao rei, como soberano, quer às autoridades, como enviadas por ele, tanto para castigo dos malfeitores como para louvor dos que praticam o bem. Porque assim é a vontade de Deus, que, pela prática do bem, façais emudecer a ignorância dos insensatos.”

Outras passagens também nos permitem ouvir a voz de Deus, mesmo que não usem a frase a vontade de Deus. No entanto, apenas tomando as três passagens acima, sabemos que um cristão deve sempre dar graças em todas as circunstâncias, evitar a imoralidade sexual e viver uma vida exemplar. Se um cristão não segue esses ditames claros dados diretamente por Deus através das Escrituras inspiradas, por que ele ou ela deveria esperar ouvir mais informações de Deus? Se você quer mais direção de Deus, obedeça ao que Ele já lhe disse. Um coração disposto a escutar e obedecer é a chave para ouvir de Deus.

A principal maneira pela qual um cristão ouve a voz de Deus é lendo e estudando as Escrituras e depois obedecendo e aplicando o que elas dizem. As pessoas muitas vezes dependem da orientação do “Espírito de Deus”, mencionada em Romanos 8:14. No contexto, a passagem fala do Espírito nos levando para longe da atividade pecaminosa e para uma confiança em nosso relacionamento com Deus como Pai. O Espírito Santo nunca conduzirá contrariamente às Escrituras. Se uma pessoa estiver pensando em ter um caso extraconjugal, o Espírito só levará em uma direção – em direção à fidelidade conjugal. O Espírito pode muito bem trazer à mente um versículo como 1 Tessalonicenses 4:3 para a pessoa que esteja sendo tentada. Quando o Espírito lidera, Ele não está transmitindo “novas” informações. De fato, Ele está imprimindo em nossos corações a verdade que Deus já revelou nas Escrituras e aplicando-a à nossa situação. Se uma pessoa diz: “Deus me disse” ou “O Espírito me levou a fazer isso e aquilo”, e a ação tomada é contrária às Escrituras, podemos ter certeza de que está enganada.

Também podemos ouvir a voz de Deus quando Ele fala através de outras pessoas. “Onde não há conselho fracassam os projetos, mas com os muitos conselheiros há bom êxito” (Provérbios 15:22). Bons conselheiros podem nos ajudar a ver uma situação com novos olhos. Novamente, a Bíblia é a chave. A pregação bíblica e o material cristão biblicamente correto podem ser colocados na categoria de “conselheiros”. A Palavra de Deus é o controle. Se um grupo de conselheiros aconselha uma pessoa a fazer algo contrário às Escrituras, então todos estão errados, não importa quais sejam suas credenciais; entretanto, se os conselheiros ajudarem um indivíduo a entender e aplicar as Escrituras, então podem ser úteis. Conselheiros piedosos muitas vezes podem ver áreas para as quais um indivíduo é cego. Um grupo de conselheiros pode discernir que a pessoa que procura ouvir a voz de Deus a respeito de um plano específico está, na realidade, buscando a aprovação da sua própria agenda pessoal.

Outra maneira de ouvir a voz de Deus é orar e pedir sabedoria: “Se, porém, algum de vós necessita de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente e nada lhes impropera; e ser-lhe-á concedida” (Tiago 1:5). Quando um cristão está enfrentando circunstâncias difíceis e precisa ouvir de Deus, o cristão deve pedir pela sabedoria que Deus promete dar. Em última análise, essa sabedoria virá de Deus, mas pode vir através da palavra de um amigo; através de um sermão, artigo ou livro; ou da instigação interior do Espírito Santo. Mais uma vez, a Palavra escrita de Deus é o padrão pelo qual todos os pensamentos, ações, ideias e sentimentos devem ser julgados.

Neste dia de profetas autoproclamados e da afirmação de “novas revelações” divinas, as pessoas muitas vezes confundem a voz de Deus com seus próprios pensamentos ou com as sugestões de outras pessoas. Se você estiver ouvindo a voz de Deus, então a mensagem estará sempre de acordo com as Escrituras. Todos devemos tomar muito cuidado para não deturpar Deus. Em vez de dizer: “Deus me disse isso”, uma abordagem melhor seria dizer: “Acho que Deus pode estar dizendo isso – o que você acha?”

As pessoas muitas vezes querem ouvir uma palavra específica de Deus quando Ele já falou em um sentido geral. Por exemplo, uma pessoa pode estar deliberando sobre a escolha de levar a família em uma viagem missionária de curto prazo ou de férias na praia. Talvez uma palavra específica de Deus seja desnecessária. O que realmente é necessário é sabedoria. Qual viagem mais beneficiará a família? Qual viagem mais beneficiará o reino de Deus? A família se beneficiará com a construção do reino. O reino se beneficiará de uma família forte. Qualquer opção pode ser uma boa escolha. Outros fatores como despesas e o estado atual da família devem ser considerados. (São as crianças egoístas e orgulhosas, e talvez se beneficiariam de ver como as outras pessoas vivem? A família tem estado sob muito estresse e precisa se afastar e relaxar? Os custos são comparáveis? Se não, eles têm condições para qual viagem?) Se vão à praia, então procuram oportunidades para compartilhar a sua fé e ser um encorajamento para outros crentes. Se vão para a viagem missionária, então procuram maneiras de construir laços uns com os outros e se divertir como uma família. Ambas as opções são boas. Nenhuma delas é inerentemente pecaminosa. No final, o marido e a esposa chegam a um acordo e se jogam nele de todo o coração, confiando que, se a decisão estiver errada, Deus de alguma forma deixará claro que devem fazer algo diferente. Como Ele fará isso? Provavelmente não por meio de uma voz audível, mas por uma combinação de circunstâncias, conselhos de outras pessoas, avaliação de suas prioridades com base na Palavra de Deus e falta de paz interior do Espírito Santo.

English



Voltar à página principal em português

Qual é a chave para ouvir a voz de Deus?
Assine a

Pergunta da Semana

Comparte esta página: Facebook icon Twitter icon Pinterest icon Email icon
© Copyright Got Questions Ministries