settings icon
share icon
Pergunta

Por que Deus enviará uma operação do erro no fim dos tempos?

Resposta


A Bíblia deixa claro por que Deus está enviando uma grande ilusão no fim dos tempos: “e com todo o engano da injustiça para os que perecem, porque não receberam o amor da verdade para serem salvos. E por isso Deus lhes envia a operação do erro, para que creiam na mentira; para que sejam julgados todos os que não creram na verdade, antes tiveram prazer na injustiça” (2 Tessalonicenses 2:10-12). Simplificando, Deus envia uma grande ilusão para aqueles que optam por não crer no evangelho de Cristo. Aqueles que se deleitam em zombar e rejeitá-lo, Ele os condenará.

Cabe a cada pessoa escolher aceitar e crer na verdade de Jesus Cristo conforme apresentada nas Escrituras. Receber a verdade e o amor que Deus oferece está de acordo com seus ensinamentos: “Porque este é o amor de Deus, que guardemos os seus mandamentos” (1 João 5:3). Por outro lado, conhecer a verdade e não obedecê-la é enfrentar a ira de Deus: “Pois do céu é revelada a ira de Deus contra toda a impiedade e injustiça dos homens que detêm a verdade em injustiça” (Romanos 1:18). Falando francamente, não existe condição mais perigosa para o homem do que conhecer a verdade e se recusar a obedecê-la. Fazer isso é endurecer o coração e tornar a condenação de Deus certa.

Quando alguém conhece a verdade e se recusa a obedecê-la, ele está sujeito a qualquer mentira, qualquer engano, qualquer falsidade que o homem possa conjurar. “...porquanto, tendo conhecido a Deus, contudo não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças, antes nas suas especulações se desvaneceram, e o seu coração insensato se obscureceu. Dizendo-se sábios, tornaram-se estultos” (Romanos 1:21-22). Paulo continua nos próximos versículos a descrever a mentalidade e o comportamento daqueles que não creem (veja Romanos 1:29-31). Como resultado da tolice humana e do desdém arrogante das coisas de Deus, “Deus, por sua vez, os entregou a um sentimento depravado, para fazerem coisas que não convêm” (Romanos 1:28). E, correspondentemente, “os quais, conhecendo bem o decreto de Deus, que declara dignos de morte os que tais coisas praticam, não somente as fazem, mas também aprovam os que as praticam” (Romanos 1:32).

Isaías expressa isso sucintamente: “Porquanto eles escolheram os seus próprios caminhos, e tomam prazer nas suas abominações, também eu (Deus) escolherei as suas aflições, farei vir sobre eles aquilo que temiam; porque quando clamei, ninguém respondeu; quando falei, eles não escutaram, mas fizeram o que era mau aos meus olhos, e escolheram aquilo em que eu não tinha prazer” (Isaías 66:3-4).

Quando as pessoas conhecem a verdade e se recusam a recebê-la, quando se recusam a obedecê-la e consideram-na injustiça, então serão “julgados todos os que não creram na verdade, antes tiveram prazer na injustiça” (2 Tessalonicenses 2:12).

“Deus é amor” (1 João 4:16). Ele não é um monstro cruel que deliberada e interiormente Se delicia em preparar as pessoas para a condenação eterna. No entanto, Ele proclama o evangelho de Cristo com seriedade e amor, “não querendo que ninguém se perca, senão que todos venham a arrepender-se” (2 Pedro 3:9).

Em todas as Escrituras, Deus exorta as pessoas a aceitarem a verdade. Mas quando as pessoas O rejeitam e recusam Sua mensagem, então - e não antes disso - Deus os endurece e os entrega a uma mente iludida para chafurdar em sua maldade rumo a sua condenação eterna. Assim diz o Senhor sobre aqueles que optam por rejeitar a verdade: “Pois que tanto gostaram de andar errantes, e não detiveram os seus pés, por isso o Senhor não os aceita, mas agora se lembrará da iniquidade deles, e visitará os seus pecados” (Jeremias 14:10).

English



Voltar à página principal em português

Por que Deus enviará uma operação do erro no fim dos tempos?
Assine a

Pergunta da Semana

Comparte esta página: Facebook icon Twitter icon Pinterest icon Email icon
© Copyright Got Questions Ministries