O que é a vida eterna?


Pergunta: "O que é a vida eterna?"

Resposta:
Quando a Bíblia fala da vida eterna, refere-se a um dom de Deus que vem somente “em Cristo Jesus, nosso Senhor” (Romanos 6:23). Este presente está em contraste com a "morte" que é o resultado natural do pecado.

O dom da vida eterna vem para aqueles que creem em Jesus Cristo, o qual é “a ressurreição e a vida” (João 11:25). O fato dessa vida ser eterna indica que ela é perpétua - ou seja, continua sem fim para todo o sempre.

É um erro, no entanto, ver a vida eterna como simplesmente uma progressão interminável de anos. Uma palavra comum do Novo Testamento para “eterno” é aiónios, que carrega a ideia de qualidade assim como quantidade. De fato, a vida eterna não está realmente associada a “anos”, pois é independente do tempo. A vida eterna pode funcionar fora e além do tempo, bem como dentro do tempo.

Por essa razão, pode-se pensar que a vida eterna seja algo que os cristãos experimentam agora. Os crentes não precisam "esperar" pela vida eterna porque não é algo que começa quando morrem. Ao invés, a vida eterna começa no momento em que uma pessoa exerce fé em Cristo. É a nossa posse atual. João 3:36 diz: “Por isso, quem crê no Filho tem a vida eterna...” Observe que o crente “tem” (presente) esta vida (o verbo está no tempo presente no grego também). Encontramos construções semelhantes no tempo presente em João 5:24 e João 6:47. O foco da vida eterna não está em nosso futuro, mas em nossa posição atual em Cristo.

A Bíblia liga inextricavelmente a vida eterna à Pessoa de Jesus Cristo. João 17:3 é uma passagem importante nesse sentido, quando Jesus ora: “E a vida eterna é esta: que te conheçam a ti, o único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste.” Aqui, Jesus iguala a “vida eterna” com um conhecimento de Deus e do Filho. Não há conhecimento de Deus sem o Filho, pois é através do Filho que o Pai Se revela aos eleitos (João 17:6; 14:9).

Esse conhecimento vivificante do Pai e do Filho é um conhecimento verdadeiro e pessoal, não apenas uma consciência acadêmica. Haverá alguns no Dia do Julgamento que afirmaram ser seguidores de Cristo, mas nunca realmente tiveram um relacionamento com Ele. Para aqueles falsos mestres, Jesus dirá: “nunca vos conheci. Apartai-vos de mim, os que praticais a iniquidade” (Mateus 7:23). O apóstolo Paulo tinha o objetivo de conhecer o Senhor, e ele ligou esse conhecimento à ressurreição dos mortos: “para o conhecer, e o poder da sua ressurreição, e a comunhão dos seus sofrimentos, conformando-me com ele na sua morte; para, de algum modo, alcançar a ressurreição dentre os mortos” (Filipenses 3:10-11).

Na Nova Jerusalém, o apóstolo João vê um rio fluindo do “trono de Deus e do Cordeiro” e “de uma e outra margem do rio, está a árvore da vida…” (Apocalipse 22:1–2). No Éden, nós nos rebelamos contra Deus e fomos banidos da árvore da vida (Gênesis 3:24). No final, Deus graciosamente restaura nosso acesso à árvore da vida. Esse acesso é provido através de Jesus Cristo, o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo (João 1:29).

Neste exato momento, todo pecador é convidado a conhecer a Cristo e a receber a vida eterna: “Aquele que tem sede venha, e quem quiser receba de graça a água da vida” (Apocalipse 22:17).

Como você pode saber que tem a vida eterna? Em primeiro lugar, confesse o seu pecado diante do nosso Deus santo. Então aceite a provisão de Deus de um Salvador em seu favor. "Todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo" (Romanos 10:13). Jesus Cristo, o Filho de Deus, morreu pelos seus pecados e ressuscitou no terceiro dia. Acredite nessa boa notícia; confie no Senhor Jesus como o seu Salvador e você será salvo (Atos 16:31; Romanos 10:9-10).

João explica de forma tão simples: “E o testemunho é este: que Deus nos deu a vida eterna; e esta vida está no seu Filho. Aquele que tem o Filho tem a vida; aquele que não tem o Filho de Deus não tem a vida” (1 João 5:11–12).

English
Voltar à página principal em português

O que é a vida eterna?

Assine a pergunta da semana