settings icon
share icon
Pergunta

A palavra gentio simplesmente se refere a uma pessoa que não é judia.

Resposta


A palavra gentio simplesmente se refere a uma pessoa que não é judia.

Para os judeus, os gentios eram considerados pagãos que não conheciam o verdadeiro Deus. Nos dias de Jesus, muitos judeus tinham tanto orgulho de sua herança cultural e religiosa que consideravam os gentios "impuros", chamando-os de "cachorros" e "incircuncisos". Os gentios e os semigentios samaritanos eram vistos como inimigos a serem rejeitados (veja João 4:9; 18:28; e Atos 10:28).

No Sermão da Montanha, Jesus se referiu à associação habitual dos gentios com o paganismo: "E, se saudardes unicamente os vossos irmãos, que fazeis de mais? Não fazem os publicanos também assim?" (Mateus 5:47). Em outra parte do mesmo sermão, Jesus disse: “E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios, que pensam que, por muito falarem, serão ouvidos” (Mateus 6:7).

Jesus veio oferecer salvação a todos os povos, judeus e gentios. O profeta Isaías profetizou o ministério universal do Messias, dizendo que Ele "traria justiça às nações" e que seria "a luz das nações" (Isaías 42:1, 6). Em Marcos 7:26, Jesus ajuda uma mulher gentia que lhe pediu para livrar sua filha de um demônio.

É interessante que tanto judeus quanto gentios aparecem no relato da morte de Jesus. Os líderes judeus prenderam Jesus, mas foi um romano (isto é, um gentio) quem o sentenciou à morte e foram os romanos que o executaram (veja a predição de Jesus em Lucas 18:32). Mais tarde, os apóstolos oraram: "Porque, verdadeiramente, contra o teu santo Filho Jesus, que tu ungiste, se ajuntaram, não só Herodes, mas Pôncio Pilatos, com os gentios e os povos de Israel" (Atos 4:27).

À medida que o Evangelho se espalhava nos primeiros tempos do Novo Testamento, muitos gentios foram convertidos. Atos 11:18 descreve a reação dos cristãos judeus em Jerusalém, que "glorificaram a Deus, dizendo: Na verdade, até aos gentios deu Deus o arrependimento para a vida." Quando os gentios da Antioquia de Pisídia ouviram as boas novas, “alegraram-se e glorificavam a palavra do Senhor, e creram todos quantos estavam ordenados para a vida eterna” (Atos 13:48).

Escrevendo à igreja (principalmente gentia) em Roma, Paulo comunicou o seu objetivo: "Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê, primeiro do judeu e também do grego" (Romanos 1:16). Paulo entendeu que a vinda de Jesus deu a oportunidade de salvação a todos os que crêem no nome de Cristo (João 3:16).

Por muito tempo, os gentios foram vistos como inimigos do povo judeu, mas Cristo deu boas novas a judeus e não judeus. Paulo louvou a bondade do Senhor em sua carta à igreja (principalmente gentia) em Éfeso: "... naquele tempo, estáveis sem Cristo, separados da comunidade de Israel e estranhos aos concertos da promessa, não tendo esperança e sem Deus no mundo. Mas, agora, em Cristo Jesus, vós, que antes estáveis longe, já pelo sangue de Cristo chegastes perto. Porque ele é a nossa paz, o qual de ambos os povos fez um; e, derribando a parede de separação que estava no meio" (Efésios 2:12-14).

English



Voltar à página principal em português

A palavra gentio simplesmente se refere a uma pessoa que não é judia.
Assine a

Pergunta da Semana

Comparte esta página: Facebook icon Twitter icon YouTube icon Pinterest icon Email icon
© Copyright Got Questions Ministries