O que é um evangelista?


Pergunta: "O que é um evangelista?"

Resposta:
Um evangelista é alguém que proclama boas novas; em outras palavras, um pregador do evangelho ou um missionário. Uma pessoa com o dom de evangelismo é muitas vezes alguém que viaja de um lugar para outro para pregar o evangelho e chamar ao arrependimento. Os autores humanos dos quatro evangelhos - Mateus, Marcos, Lucas e João - às vezes são chamados de "evangelistas" porque registraram o ministério de Jesus Cristo – realmente as "boas novas".

Efésios 4:11–13 declara: “E ele mesmo concedeu uns para apóstolos, outros para profetas, outros para evangelistas e outros para pastores e mestres, com vistas ao aperfeiçoamento dos santos para o desempenho do seu serviço, para a edificação do corpo de Cristo, até que todos cheguemos à unidade da fé e do pleno conhecimento do Filho de Deus, à perfeita varonilidade, à medida da estatura da plenitude de Cristo.” Em Atos 21:8, Filipe é chamado de evangelista e, em 2 Timóteo 4:5, Paulo exorta Timóteo a fazer o trabalho de um evangelista. Estes são os únicos três usos da palavra evangelista em toda a Bíblia. Outras pessoas poderiam ser consideradas “evangelistas” por pregarem as boas novas, inclusive o próprio Jesus (Lucas 20:1) e Paulo (Romanos 1:15), mas Filipe é a única pessoa especificamente chamada de evangelista nas Escrituras.

Filipe tinha sido um dos sete diáconos escolhidos para que os apóstolos pudessem fazer seu trabalho de ensino e oração (Atos 6:2–4). Evidentemente, Filipe havia se estabelecido em Cesaréia e morou lá por uns 20 anos antes de Paulo chegar em Atos 21. O trabalho anterior de evangelização por parte de Filipe foi em Samaria (Atos 8:4-8). Ele “anunciava Cristo” para os samaritanos (versículo 5) e realizou milagres, inclusive o de expulsar demônios e curar paralíticos. É digno de nota que Filipe realizou o batismo na água em nome de Jesus, mas o batismo do Espírito Santo não ocorreu até os apóstolos chegarem a Samaria.

A presença de Pedro e João em Samaria e a habitação do Espírito nos samaritanos crentes (Atos 8:17) confirmaram o ministério de Filipe lá. Como evangelista, Filipe havia pregado o evangelho e, quando os samaritanos acreditaram e receberam o Espírito, foram acolhidos na igreja. Onde antes havia divisão e animosidade entre judeus e samaritanos, existia agora o vínculo espiritual do amor (Colossenses 3:14). Os esforços pioneiros de Filipe estabeleceram a base para que seus ouvintes recebessem o Espírito Santo pela fé. A pré-obra do evangelista para a salvação é o que os chamados evangelistas têm feito desde então.

O ministério de Filipe como evangelista continua em Atos 8, quando ele é conduzido por um anjo para seguir pela estrada deserta rumo a Gaza. Na estrada ele encontra um eunuco etíope - um funcionário da corte da rainha da Etiópia. Filipe abre o entendimento do homem sobre a Palavra de Deus, e o eunuco é salvo. Filipe batiza o homem e o Espírito Santo arrebata Filipe (Atos 8:39). Filipe mais tarde “veio a achar-se em Azoto; e, passando além, evangelizava todas as cidades até chegar a Cesaréia” (versículo 40). Onde quer que fosse, Filipe compartilhava o evangelho. Isso é o que os evangelistas fazem.

Timóteo recebeu o comando de fazer a pregação pré-salvação que é a “obra de um evangelista” (2 Timóteo 4:5). Essa mesma pregação das boas novas é o chamado geral aos discípulos na Grande Comissão e a todos nós até o fim dos tempos (Mateus 28:16-20). Em Judas 1:3, todos os santos devem lutar fervorosamente pela fé que lhes foi entregue e, no versículo 23, devemos salvar os outros, “arrebatando-os do fogo.”

O ofício de evangelista será necessário até que a igreja atinja a maturidade do próprio Cristo (Efésios 4:13). As boas novas devem ser compartilhadas. E temos as melhores notícias de todas: Jesus morreu e ressuscitou e salva todos os que o invocam (Romanos 10:9-13).

English
Voltar à página principal em português

O que é um evangelista?

Assine a pergunta da semana