settings icon
share icon
Pergunta

O que Deus diz sobre mim?

Resposta


Antes de olharmos para o que a Bíblia diz sobre um indivíduo, precisamos desmantelar um conceito que está crescendo em popularidade no Cristianismo moderno. Uma mensagem enganosa, defendida por vários pregadores da mídia, autores de best-sellers e pregadores de prosperidade, é que TUDO gira em torno de mim. Deus é sobre mim. A Bíblia é sobre mim. O universo é sobre mim. Dentro dessa ideologia está a ideia equivocada de que Deus existe para mim. Em vez de Deus criar o homem à Sua imagem, tentamos recriar Deus à nossa imagem.

Porém, Deus tem muito a dizer sobre nós como a raça humana, e há muito que podemos aprender sobre nós mesmos como indivíduos na Bíblia. Quando lemos o que a Bíblia diz sobre nós, devemos usar as lentes da reverência e da humildade. A decisão de Deus de Se comunicar conosco não é motivo de arrogância de nossa parte, mas de infinita gratidão. Para entender o que Deus diz sobre mim, devo entender o que Deus diz sobre Si mesmo. Caso contrário, não importa. A menos que Deus seja quem Ele diz que é, então pouco importa quem Ele diz que eu sou.

Uma coisa que Deus diz sobre mim é que sou criado à Sua imagem (Gênesis 1:27). Deus criou a maior parte da criação através do Seu falar, mas quando criou a humanidade, Ele o fez de forma diferente. Ele desceu na terra, formou um homem do barro que havia criado, e então soprou a Sua própria vida naquele homem. Naquele momento, o homem tornou-se “alma vivente” (Gênesis 2:7). Mais tarde, Deus formou uma mulher da costela do homem e uniu o homem e a mulher como marido e mulher (Gênesis 2:21-24). Esses seres humanos estavam separados dos animais e plantas que também tinham vida. O homem e a mulher tinham o sopro de Deus em seus pulmões. Eles receberam um espírito eterno, assim como Deus tem. Esses espíritos viveriam para sempre, e era o plano de Deus que existissem eternamente em comunhão com Ele.

Outra coisa que Deus diz sobre mim é que sou um pecador, separado de Deus. Adão e Eva desobedeceram a Deus, e esse ato trouxe o pecado ao mundo perfeito de Deus (Gênesis 2:16-17; Gênesis 3). A partir desse momento, todos os seres humanos nascem com a natureza pecaminosa dos seus primeiros pais (Romanos 5:12). A natureza pecaminosa que herdamos – e o pecado que cometemos pessoalmente – nos separa da santa presença de Deus (Romanos 3:23; 6:23).

Outra coisa que Deus diz sobre mim é que meu Criador me ama. Ele não precisa me amar. Mas a Sua própria natureza é amor (1 João 4:8), e Ele coloca Seu amor sobre nós. Em Seu amor, Deus trabalha ativamente para o nosso bem duradouro, até o ponto de Se sacrificar para nos salvar (Romanos 5:8).

Outra coisa que Deus diz sobre mim é que Ele me projetou para cumprir um propósito único (Salmo 139:13-16). Deus fez cada um de nós exatamente do jeito que Ele quer para a Sua glória e para realizar a Sua vontade. Mesmo nossas lutas e fragilidades existem para acentuar a Sua graça e fazer com que nos apeguemos a Ele (veja Êxodo 4:11).

Então, Deus demonstrou o Seu amor no ato mais generoso que o mundo jamais conhecerá. Ele enviou o Seu próprio Filho, Jesus, à terra para receber o castigo que nossos pecados merecem (João 3:16-18; Colossenses 2:14; 2 Coríntios 5:21).

Outra coisa que Deus diz sobre mim é que pertenço a um de dois grupos: os filhos de Deus ou os filhos do diabo (1 João 3:7-10). Os filhos de Deus são aqueles que têm fé na morte e ressurreição de Jesus. Eles receberam o perdão total, o perdão dos pecados e a vida eterna (João 1:12). Eles são adotados na família de Deus (Romanos 10:9-13). Os filhos do diabo são aqueles que rejeitam a Cristo e Sua oferta de salvação. Eles ainda estão em seus pecados e sob a condenação de Deus. Colossenses 3:1–17 explica a diferença entre aqueles sob a ira de Deus e aqueles que foram restaurados por Deus.

Sendo assim, o que Deus diz sobre mim depende da minha posição com Cristo. Para aqueles que O rejeitam, Ele diz: “Arrependei-vos, pois, e convertei-vos” (veja Atos 3:19). Para aqueles que O recebem, Ele diz: “Homem, estão perdoados os teus pecados” (Lucas 5:20) e “Sede santos, porque eu sou santo” (1 Pedro 1:15-16). Os filhos de Deus já são adotados, justificados e amados. Mas Ele quer que Seus filhos assumam uma semelhança familiar. Ele nos salva para que possa nos conformar à semelhança de Jesus (Romanos 8:29).

Quando sou adotado por Deus como Seu filho, Ele tem muito a dizer sobre mim. Eu tenho uma nova identidade (João 3:3). Não sou mais filho da ira (Efésios 2:3), destinado a uma eternidade sem Deus (Mateus 25:41). Estou “em Cristo”, coberto por Sua justiça e totalmente aceito por Deus (Filipenses 1:1). Deus diz que não estou mais sob condenação (Romanos 8:1); Ele não vê mais minhas imperfeições. Em vez disso, Ele vê a justiça do Seu Filho (Efésios 2:13; Hebreus 8:12). Deus diz que sou mais do que vencedor “por meio daquele que nos amou” (Romanos 8:37). Ele explica Seu desejo para nós: “… que … vos torneis coparticipantes da natureza divina, livrando-vos da corrupção das paixões que há no mundo” (2 Pedro 1:4).

No Dia do Julgamento, o que Deus diz sobre mim fará toda a diferença para a eternidade. As palavras de Deus para as pessoas naquele Dia serão: “Apartai-vos de mim, os que praticais a iniquidade” (Mateus 7:23) ou: “Muito bem, servo bom e fiel; … entra no gozo do teu senhor” (Mateus 25:23). Quando estivermos diante de Deus, o que Ele diz sobre nós será determinado pelo nosso relacionamento, pela fé, com Jesus Cristo (João 3:18). Deus enviou o Seu único Filho para pagar o preço que devíamos. Devemos responder a esta pergunta: “O que farei com Cristo?”

English



Voltar à página principal em português

O que Deus diz sobre mim?
Assine a

Pergunta da Semana

Comparte esta página: Facebook icon Twitter icon Pinterest icon Email icon
© Copyright Got Questions Ministries