Quais são os princípios básicos do ensino de Jesus?


Pergunta: "Quais são os princípios básicos do ensino de Jesus?"

Resposta:
As noções básicas do ensino de Jesus são profundas, porém simples o suficiente para uma criança entender; elas são espirituais, mas relevantes para a vida cotidiana. Basicamente, Jesus ensinou que era o cumprimento da profecia messiânica, que Deus exige mais do que obediência externa às regras, que a salvação chega aos que crêem em Cristo e que o julgamento virá aos incrédulos e impenitentes.

Jesus Cristo ensinou que todos precisam de salvação e que a posição social de uma pessoa nessa vida não influencia o seu valor para Deus. Cristo veio salvar pessoas de todas as esferas da vida. Os pecados passados de alguém não desempenham um papel em sua capacidade de receber perdão, e Jesus incentivou os Seus seguidores a perdoar os outros da mesma maneira (Mateus 18:21–35; Lucas 7:47). Zaqueu era um rico cobrador de impostos cuja companhia foi escolhida por Jesus, embora fosse certamente desprezado por todos em sua cidade natal (Lucas 19:7). Jesus disse: "Hoje houve salvação nesta casa" (Lucas 19:9). O motivo? Zaqueu tinha confiado em Jesus, o que foi demonstrado pelo fato de que se arrependeu de seus pecados passados e se comprometeu a uma vida de caridade (Lucas 19:8). "Porque o Filho do Homem veio buscar e salvar o perdido", disse Jesus aos observadores críticos (Lucas 19:10). Ele não Se importava com quem era aquela pessoa "perdida", rica ou pobre, homem ou mulher, mendigo ou rei. Todos precisam nascer de novo (João 3:3).

Jesus também ensinou que o caminho para Deus é pela fé, não por boas obras. Ele louvou a fé (Lucas 7:9) e desafiou aqueles que confiavam em suas obras (Mateus 7:22–28). Um jovem governante rico perguntou uma vez a Jesus: "Bom Mestre, que farei para herdar a vida eterna?" (Marcos 10:17). Jesus respondeu com uma pergunta: "Por que você me chama de bom? Ninguém é bom, a não ser um, que é Deus" (Marcos 10:18). Cristo não estava negando a Sua divindade ou a Sua própria bondade, mas sabia que esse jovem não reconhecia Jesus como o Messias. Em Sua pergunta, Jesus estava salientando que tudo o que esse homem pensava tornar alguém "bom" era falso, porque ninguém pode fazer nada para se tornar bom o suficiente para herdar a vida eterna (João 14:6). Os líderes religiosos judeus na época de Cristo compartilhavam a perspectiva do jovem governante, ensinando que o cumprimento da Lei de Deus poderia tornar alguém aceitável diante de Deus. Ainda hoje existem dezenas de pessoas que pensam erroneamente que suas "boas" vidas e "boas" ações serão suficientes para levá-las ao céu.

Jesus disse a esse jovem rico que ele deveria abrir mão de toda a sua riqueza e segui-lO (Marcos 10:21). Jesus disse isso não porque a caridade possa justificar (o que não pode), mas porque sabia que o deus do jovem era dinheiro. O jovem apenas achava que estava cumprindo a Lei; a ganância foi a sua ruína. Ele se afastou de Jesus com tristeza porque "era dono de muitas propriedades" (Marcos 10:22). Cristo ensinou que somente Ele é a fonte da vida eterna. Se alguém deseja herdar a vida eterna, essa pessoa deve seguir e adorar somente a Cristo (João 6:45–51; 8:31; 10:27; 15:4, 14).

No cerne do ensino de Jesus estão as boas novas da vinda do Reino de Deus. O Reino é mencionado mais de cinquenta vezes nos Evangelhos. Muitas das parábolas de Jesus foram sobre o Reino (Mateus 13:3–9; 13:24–30; 13:31–32; 13:33). De fato, Jesus disse que foi enviado com o propósito de pregar a vinda do Reino (Lucas 4:43).

Jesus ensinou que o Reino de Deus havia começado na terra com o Seu ministério. A prova foi evidente através do cumprimento da profecia, dos cegos sendo levados a ver, dos mortos sendo ressuscitados e dos pecados sendo perdoados. Mas Jesus também ensinou que há um aspecto do Reino que ainda está por vir (Lucas 9:27). O Seu Reino está crescendo e um dia estará visivelmente presente (Lucas 13: 18–21). No que é comumente chamado de "A Oração do Senhor", ou "O Pai Nosso", Cristo disse para orarmos para que o Reino de Deus viesse (Mateus 6:10). Jesus ensinou Seus seguidores a se lembrarem do seu chamado: são instrumentos da graça de Deus ao compartilharem as boas novas da vinda de Cristo. Quanto mais pessoas se tornarem súditas do rei Jesus, mais o Seu reino será visível ao mundo.

English


Voltar à página principal em português

Quais são os princípios básicos do ensino de Jesus?

Descubra como ...

receber a vida eterna



receber o perdão de Deus



Assine a pergunta da semana