settings icon
share icon

Qual é o significado bíblico do número sete/7?

Resposta


Em toda a Bíblia, Deus frequentemente dá significado simbólico a itens ou conceitos mundanos. Por exemplo, em Gênesis 9:12-16, Deus faz do arco-íris o sinal de Sua promessa a Noé (e, por extensão, a toda a humanidade) de que Ele não inundará toda a terra novamente. Deus usa o pão como uma representação de Sua presença com Seu povo (Números 4:7); do dom da vida eterna (João 6:35); e do corpo partido de Cristo, sacrificado por nossos pecados (Mateus 26:26). O arco-íris e o pão são símbolos óbvios nas Escrituras. Significados menos óbvios parecem ser atribuídos a alguns números na Bíblia, especialmente o número 7, que às vezes fornece uma ênfase especial no texto.

O primeiro uso do número 7 na Bíblia se relaciona com a semana da criação em Gênesis 1. Deus passa seis dias criando os céus e a terra, e então descansa no sétimo dia. Este é o nosso modelo para a semana de sete dias, observado em todo o mundo até hoje. O sétimo dia deveria ser “guardado” por Israel; o sábado era um dia sagrado de descanso (Deuteronômio 5:12).

Assim, logo no início da Bíblia, o número 7 significa que algo está "acabado" ou "completo". A partir de então, essa associação continua, já que 7 é frequentemente encontrado em contextos que envolvem completude ou perfeição divina. Portanto, vemos a ordem para os animais terem pelo menos sete dias de idade antes de serem usados para o sacrifício (Êxodo 22:30), a ordem para o leproso Naamã se banhar no rio Jordão sete vezes para efetuar a purificação completa (2 Reis 5:10), a ordem para Josué marchar ao redor de Jericó por sete dias (e no sétimo dia fazer sete voltas) e para sete sacerdotes tocarem sete trombetas fora dos muros da cidade (Josué 6:3-4). Nesses casos, 7 significa uma conclusão de algum tipo: um mandato divino é cumprido.

Curiosamente, o homem foi criado no sexto dia da criação. Em algumas passagens da Bíblia, o número 6 está associado à humanidade. No Apocalipse, “o número da besta” é chamado de “o número de um homem, e o seu número é seiscentos e sessenta e seis” (Apocalipse 13:18). Se o número de Deus é 7, então o do homem é 6. Seis sempre fica aquém de sete, assim como "todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus" (Romanos 3:23). O homem não é Deus, assim como 6 não é 7.

Uma série de sete coisas ocorre com frequência na Bíblia. Por exemplo, encontramos sete pares de cada animal limpo na arca (Gênesis 7:2); sete hastes no candelabro do tabernáculo (Êxodo 25:37); sete qualidades do Messias em Isaías 11:2; sete sinais no Evangelho de João; sete coisas que o Senhor odeia em Provérbios 6:16; sete parábolas em Mateus 13; e sete ais em Mateus 23.

Múltiplos de 7 também figuram na narrativa bíblica: a profecia das “setenta semanas” em Daniel 9:24 diz respeito a 490 anos (7 vezes 7 vezes 10). Jeremias 29:10 predisse que o cativeiro babilônico duraria setenta anos (7 vezes 10). De acordo com Levítico 25:8, o Ano do Jubileu deveria começar após a passagem de cada quadragésimo nono ano (7 vezes 7).

Às vezes, o simbolismo do 7 é um grande conforto para nós: Jesus é o sete vezes “EU SOU” no Evangelho de João. Outras vezes, ele nos desafia: Jesus disse a Pedro para perdoar um transgressor “setenta vezes sete” (Mateus 18:22). E então há passagens em que o número 7 está associado ao julgamento de Deus: as sete taças da Grande Tribulação, por exemplo (Apocalipse 16:1), ou o aviso de Deus a Israel em Levítico 26:18.

Falando do livro de Apocalipse, o número 7 é usado lá mais de cinquenta vezes em uma variedade de contextos: há sete cartas para sete igrejas na Ásia e sete espíritos diante do trono de Deus (Apocalipse 1:4), sete candeeiros de ouro (Apocalipse 1:12), sete estrelas na mão direita de Cristo (Apocalipse 1:16), sete selos do julgamento de Deus (Apocalipse 5:1), sete anjos com sete trombetas (Apocalipse 8:2), etc. Com toda a probabilidade, o número 7 novamente representa completude ou totalidade: as sete igrejas representam a integridade do corpo de Cristo, os sete selos no livro representam a plenitude da punição de Deus sobre uma terra pecaminosa e assim por diante. E, claro, o próprio livro do Apocalipse, com todos os seus 7, é a pedra angular da Palavra de Deus para o homem. Com o livro de Apocalipse, a Palavra estava completa (Apocalipse 22:18).

Ao todo, o número 7 é usado na Bíblia mais de setecentas vezes. Se também incluirmos as palavras relacionadas a sete (termos como sete vezes ou setenta ou setecentos), a contagem é maior. É claro que nem todas as ocorrências do número 7 na Bíblia têm um significado mais profundo. Às vezes, um 7 é apenas um 7, e devemos ser cautelosos ao anexar significados simbólicos a qualquer texto, especialmente quando as Escrituras não são explícitas sobre tais significados. No entanto, há momentos em que parece que Deus está comunicando a ideia de plenitude, perfeição e completude divinas por meio do número 7.

English



Voltar à página principal em português

Qual é o significado bíblico do número sete/7?
Assine a

Pergunta da Semana

Comparte esta página: Facebook icon Twitter icon Pinterest icon Email icon
© Copyright Got Questions Ministries