O que é a nova aliança? Como a nova aliança é diferente da antiga aliança? O que a nova aliança tem a ver com Jesus?



 

Pergunta: "O que é a nova aliança? Como a nova aliança é diferente da antiga aliança? O que a nova aliança tem a ver com Jesus?"

Resposta:
A nova aliança (ou Novo Testamento) é a promessa que Deus faz com a humanidade de que perdoará o pecado e restaurará a comunhão com aqueles cujos corações estão voltados para Ele. Jesus Cristo é o mediador da nova aliança, e a Sua morte na cruz é a base da promessa (Lucas 22:20). A nova aliança foi predita enquanto a antiga aliança ainda estava em vigor – os profetas Moisés, Jeremias e Ezequiel aludem à nova aliança.

A antiga aliança que Deus tinha estabelecido com o Seu povo exigia obediência estrita à lei mosaica. Porque o salário do pecado é a morte (Romanos 6:23), a Lei exigia que Israel realizasse sacrifícios diários para expiar o pecado. No entanto, Moisés, por meio do qual Deus estabeleceu a antiga aliança, também antecipou a nova aliança. Em um dos seus discursos finais à nação de Israel, Moisés esperava com antecipação um tempo em que Israel receberia um "coração para entender" (Deuteronômio 29:4).

Moisés prediz que Israel falharia em manter a antiga aliança (Deuteronômio 29:22-28), mas então vê um tempo de restauração (Deuteronômio 30:1-5). Naquele tempo, Moisés diz: "O SENHOR, teu Deus, circuncidará o teu coração e o coração de tua descendência, para amares o SENHOR, teu Deus, de todo o coração e de toda a tua alma, para que vivas" (versículo 6). A nova aliança envolve uma mudança total de coração para que o povo de Deus seja naturalmente agradável a Ele.

O profeta Jeremias também previu a nova aliança. “Eis aí vêm dias, diz o SENHOR, em que firmarei nova aliança com a casa de Israel e com a casa de Judá. Porque esta é a aliança que firmarei com a casa de Israel, depois daqueles dias, diz o SENHOR: Na mente, lhes imprimirei as minhas leis, também no coração lhas inscreverei; eu serei o seu Deus, e eles serão o meu povo” (Jeremias 31:31, 33). Jesus Cristo veio cumprir a lei de Moisés (Mateus 5:17) e estabelecer a nova aliança entre Deus e Seu povo. A antiga aliança foi escrita em pedra, mas a nova aliança está escrita em nossos corações. Entrar na nova aliança só é possível pela fé em Cristo, que derramou o Seu sangue para tirar os pecados do mundo (João 1:29). Lucas 22:20 relata como Jesus, na Última Ceia, toma o cálice e diz: "Este é o cálice da nova aliança no meu sangue derramado em favor de vós."

A nova aliança também é mencionada em Ezequiel 36:26-27: "Dar-vos-ei coração novo e porei dentro de vós espírito novo; tirarei de vós o coração de pedra e vos darei coração de carne. Porei dentro de vós o meu Espírito e farei que andeis nos meus estatutos, guardeis os meus juízos e os observeis." Ezequiel enumera vários aspectos da nova aliança aqui: um novo coração, um espírito novo, o Espírito Santo que habita no crente e a verdadeira santidade. A lei mosaica não podia fornecer nenhuma dessas coisas (ver Romanos 3:20).

A nova aliança foi originalmente dada a Israel e inclui uma promessa de fecundidade, bênção e uma existência pacífica na Terra Prometida. Em Ezequiel 36:28-30 Deus diz: "Habitareis na terra que eu dei a vossos pais; vós sereis o meu povo, e eu serei o vosso Deus. Livrar-vos-ei de todas as vossas imundícias; farei vir o trigo, e o multiplicarei, e não trarei fome sobre vós. Multiplicarei o fruto das árvores e a novidade do campo, para que jamais recebais o opróbrio da fome entre as nações." Deuteronômio 30:1-5 contém promessas semelhantes relacionadas a Israel sob a nova aliança. Após a ressurreição de Cristo, os gentios também foram trazidos para a bênção da nova aliança (Atos 10; Efésios 2:13-14). O cumprimento da nova aliança será visto em dois lugares: na terra, durante o reino milenar, e no céu, por toda a eternidade.

Não estamos mais sob a Lei, mas sob a graça (Romanos 6:14-15). A antiga aliança cumpriu o seu propósito, e tem sido substituída por "uma superior aliança" (Hebreus 7:22). "Agora, com efeito, obteve Jesus ministério tanto mais excelente, quanto é ele também Mediador de superior aliança instituída com base em superiores promessas" (Hebreus 8:6).

Sob a nova aliança, temos a oportunidade de receber a salvação como um presente gratuito (Efésios 2:8-9). Nossa responsabilidade é exercer fé em Cristo, Aquele que cumpriu a Lei em nosso favor e acabou com os sacrifícios da Lei por Sua própria morte sacrificial. Através do Espírito Santo vivificante que vive em todos os crentes (Romanos 8:9-11), compartilhamos a herança de Cristo e desfrutamos de um relacionamento permanente e ininterrupto com Deus (Hebreus 9:15).


Voltar à página principal em português

O que é a nova aliança? Como a nova aliança é diferente da antiga aliança? O que a nova aliança tem a ver com Jesus?