O que é a neo-ortodoxia?



 

Pergunta: "O que é a neo-ortodoxia?"

Resposta:
A neo-ortodoxia é um movimento religioso que começou após a Primeira Guerra Mundial como uma reação contra as ideias fracassadas do protestantismo liberal. Foi desenvolvida principalmente pelos teólogos suíços Karl Barth e Emil Brunner. Alguns a chamavam de "neo-ortodoxia" porque a viam como um ressurgimento da antiga teologia reformada. A neo-ortodoxia difere da ortodoxia "antiga" em suas opiniões sobre a Palavra de Deus e o pecado.

A visão ortodoxa sustenta que a Bíblia é a Palavra de Deus revelada, dada pela inspiração de Deus. Por inspiração, tanto verbal quanto mecânica, acredita-se que o Espírito Santo estava no controle total do escritor da Bíblia, quer ditando verbalmente tudo o que ele estava escrevendo ou usando a pessoa como uma ferramenta através da qual trabalhar. Esta doutrina de inspiração chega à conclusão lógica de que os manuscritos originais são sem erro ou contradição. A Bíblia é a revelação completa e suficiente de Deus. Duas passagens que apoiam esta visão são 2 Timóteo 3:16-17 e 2 Pedro 1:20-21.

A neo-ortodoxia define que Jesus é a Palavra de Deus (João 1:1) e diz que a Bíblia é simplesmente a interpretação do homem das ações da Palavra. Assim, a Bíblia não é inspirada por Deus e, sendo um documento humano, várias partes dela podem não ser literalmente verdadeiras. Deus falou através da "história redentora", e Ele fala agora quando as pessoas "encontram" Jesus, mas a própria Bíblia não é verdade objetiva.

A neo-ortodoxia ensina que a Bíblia é um meio de revelação, enquanto a ortodoxia acredita que é revelação. Isso significa que, para o teólogo neo-ortodoxo, a revelação depende da experiência (ou interpretação pessoal) de cada indivíduo. A Bíblia apenas "torna-se" a Palavra de Deus quando Deus usa suas palavras para apontar alguém para Cristo. Os detalhes da Bíblia não são tão importantes quanto ter um encontro transformador com Jesus. Sendo assim, a verdade se torna uma experiência mística e não é definitivamente declarada na Bíblia.

A visão neo-ortodoxa do pecado é que ele é uma rejeição da nossa responsabilidade de tratar bem os nossos semelhantes. O resultado do pecado é a desumanização, acompanhada de maldade, falta de perdão, solidão e uma miríade de doenças sociais. A salvação vem para aqueles que têm um encontro subjetivo com Cristo - não é necessária nenhuma aceitação de um conjunto de verdades. A neo-ortodoxia coloca uma ênfase no trabalho social e na nossa responsabilidade ética de amar os outros.

A neo-ortodoxia tem influenciado os ramos menos conservadores das igrejas presbiterianas e luteranas nos Estados Unidos da América, juntamente com outras denominações. Embora seu propósito original, o de fornecer uma alternativa mais bíblica ao liberalismo, seja louvável, o ensino neo-ortodoxo, no entanto, traz consigo alguns perigos inerentes. Toda vez que a verdade é determinada de acordo com o que é relevante para a minha experiência, a possibilidade de relativismo existe. Qualquer doutrina que enxergue a Bíblia como um documento totalmente humano que contém erros corrompe o próprio fundamento do Cristianismo bíblico.

Não podemos realmente ter um "encontro" transformador com Jesus sem também acreditar em alguns fatos como apresentados na Bíblia. "E, assim, a fé vem pela pregação, e a pregação, pela palavra de Cristo" (Romanos 10:17). O conteúdo da nossa fé é a morte e ressurreição de Cristo (1 Coríntios 15:3-4).

Os discípulos tiveram um "encontro" com Jesus em Lucas 24. No entanto, os discípulos inicialmente mal interpretaram o evento: "Eles, porém, surpresos e atemorizados, acreditavam estarem vendo um espírito" (versículo 37). Não foi até que Jesus os informou da verdade (que Ele ressuscitou corporalmente) que compreenderam a realidade da situação. Em outras palavras, precisamos de um encontro com Jesus, mas também precisamos ter esse encontro interpretado pela verdade da Palavra de Deus. Caso contrário, a experiência pode nos desviar.

Judas 1:3 nos exorta "a batalhardes, diligentemente, pela fé que uma vez por todas foi entregue aos santos." A fé nos foi confiada através da Bíblia, a Palavra de Deus escrita. Não podemos duvidar da verdade de que Deus falou de forma inerrante e plena em Sua Palavra.


Voltar à página principal em português

O que é a neo-ortodoxia?