Como podemos discernir milagres falsificados?


Pergunta: "Como podemos discernir milagres falsificados?"

Resposta:
Em Mateus 24:24, Jesus adverte: “porque surgirão falsos cristos e falsos profetas operando grandes sinais e prodígios para enganar, se possível, os próprios eleitos.” Da mesma forma, 2 Tessalonicenses 2:9 diz: “Ora, o aparecimento do iníquo é segundo a eficácia de Satanás, com todo poder, e sinais, e prodígios da mentira.”

Quando Deus enviou Moisés para libertar os israelitas da escravidão no Egito, Ele realizou sinais milagrosos através de Moisés para provar que Moisés era realmente Seu mensageiro. No entanto, Êxodo 7:22 declara: “Porém os magos do Egito fizeram também o mesmo com as suas ciências ocultas; de maneira que o coração de Faraó se endureceu, e não os ouviu…” (veja também Êxodo 7:11 e 8:7). Deus mais tarde demonstrou Sua superioridade ao realizar milagres que os magos, ou mais precisamente, os demônios que estavam capacitando os magos, não foram capazes de replicar (Êxodo 8:18; 9:11). Entretanto, o fato é que os magos do Faraó foram capazes de realizar milagres. Então, se os milagres podem ser de Deus ou do mundo demoníaco, como devemos discernir a diferença?

A Bíblia não dá instruções específicas sobre como reconhecer milagres falsificados. A Bíblia, no entanto, dá instruções específicas sobre como reconhecer mensageiros falsificados. "Pelos seus frutos os conhecereis" (Mateus 7:16, 20). Primeiro João 4:2-6 elabora: “Nisto reconheceis o Espírito de Deus: todo espírito que confessa que Jesus Cristo veio em carne é de Deus; e todo espírito que não confessa a Jesus não procede de Deus; pelo contrário, este é o espírito do anticristo, a respeito do qual tendes ouvido que vem e, presentemente, já está no mundo. Filhinhos, vós sois de Deus e tendes vencido os falsos profetas, porque maior é aquele que está em vós do que aquele que está no mundo. Eles procedem do mundo; por essa razão, falam da parte do mundo, e o mundo os ouve. Nós somos de Deus; aquele que conhece a Deus nos ouve; aquele que não é da parte de Deus não nos ouve. Nisto reconhecemos o espírito da verdade e o espírito do erro.”

Essas duas passagens apresentam dois métodos para reconhecer um falso mestre. Primeiro, examine o seu fruto. Será que ele/ela exibe a semelhança de Cristo que é uma qualificação para um mensageiro de Deus (1 Timóteo 3:1-13)? Em segundo lugar, examine o seu ensino. É o seu ensino de acordo com a Palavra de Deus (2 Timóteo 2:15; 3:16-17; 4:2; Hebreus 4:12)? Se o mestre falhar em qualquer desses testes, ele não é de Deus. Não importa quantos milagres estejam presentes. Se uma pessoa não andar na verdade ou ensinar a verdade, podemos desconsiderar quaisquer milagres que realize. Milagres realizados por um falso mestre não são de Deus.

No Novo Testamento, os milagres foram realizados quase exclusivamente pelos apóstolos e seus colaboradores próximos. Os milagres serviram para validar a mensagem do evangelho e o ministério dos apóstolos (Atos 2:43; 5:12; 2 Coríntios 12:12; Hebreus 2:4). Embora nunca devamos duvidar da capacidade de Deus de realizar milagres, o propósito bíblico dos milagres deve nos dar um certo grau de ceticismo em relação aos relatos dos milagres modernos. Embora não seja bíblico dizer que Deus nunca realiza milagres, a Bíblia é clara de que devemos buscar a verdade, não milagres (Mateus 12:39).

É um enigma interessante que os milagres na Bíblia validaram o mensageiro, mas hoje os milagres não são necessariamente um indicador para um verdadeiro mensageiro de Deus. A diferença é a Palavra de Deus. Hoje temos o cânon completo das Escrituras e ele é um guia infalível. Temos uma Palavra mais segura (2 Pedro 1:19) que podemos usar para discernir se um mensageiro e uma mensagem são de Deus. Milagres podem ser falsificados. É por isso que Deus nos aponta para a Sua Palavra. Sinais e maravilhas podem nos levar ao erro. A Palavra de Deus sempre iluminará o verdadeiro caminho (Salmo 119:105).

English
Voltar à página principal em português

Como podemos discernir milagres falsificados?

Assine a pergunta da semana