settings icon
share icon
Pergunta

O que significa estar livre do pecado?

Resposta


Provérbios 20:9 faz a pergunta: "Quem poderá dizer: ‘Purifiquei o coração; estou livre do meu pecado?’" Todos nós podemos nos identificar com isso. Se formos honestos conosco mesmos, saberemos que ainda pecamos. Então, por que Romanos 6:18 diz: "Vocês foram libertados do pecado e tornaram-se escravos da justiça"? Isso é uma contradição?

O pecado pode ser definido como "qualquer pensamento, ação ou atitude que esteja aquém da santidade de Deus" (Romanos 3:23). O pecado tem muitas camadas. Existem ações ou pensamentos específicos que são pecaminosos. Assassinato, adultério e roubo são pecados (Êxodo 20:1–17). Até mesmo o desejo de cometer assassinato, adultério e roubo são pecados (Mateus 5:21, 28). Mas o pecado é mais profundo do que isso. Cometemos pecados porque somos pecadores. Desde que Adão pecou pela primeira vez no Jardim do Éden (Gênesis 2:17; 3:17-19), toda pessoa nascida tem herdado dele uma natureza pecaminosa (Salmo 51:5; Romanos 3:23; 5:12). Não podemos deixar de pecar porque é nossa natureza fazê-lo. Um pássaro não precisa ser ensinado a construir um ninho e manter seus ovos aquecidos. É da natureza dele fazer isso. Uma criança não precisa ser ensinada a ser egoísta e exigente. Isso vem naturalmente.

No entanto, não fomos criados para ser pecadores. Fomos projetados por Deus à Sua própria imagem (Gênesis 1:27). A humanidade é a Sua obra-prima (Efésios 2:10; Salmos 8:4-6). Fomos projetados para viver em comunhão com o nosso Criador. Entretanto, por causa do pecado, não podemos entrar em Sua presença (Habacuque 1:13). Quando Jesus morreu na cruz, Ele levou sobre Si todos os pecados do mundo (2 Coríntios 5:21; 1 João 2:2). Ao receber o castigo pelo nosso pecado, Ele cancelou a dívida que cada um de nós deve a Deus (Colossenses 2:14). Ele também reverteu a maldição da nossa velha natureza, que nos mantém escravizados às paixões e desejos pecaminosos (Gálatas 3:10, 13). Antes de uma pessoa encontrar Cristo, ela é escravizada por essa natureza pecaminosa (Romanos 7:25; 2 Pedro 2:19). No momento da conversão, recebemos uma nova natureza que foi liberta do pecado (Romanos 6:18; 8:2). Todo o capítulo 6 de Romanos explica isso em detalhes. O versículo 14 diz: "Pois o pecado não os dominará, porque vocês não estão debaixo da lei, mas debaixo da graça."

Estar livre do pecado significa que aqueles que fizeram de Jesus o Senhor de suas vidas não são mais escravizados pelo pecado. Temos o poder, por meio do Espírito Santo, para viver vitoriosamente sobre o pecado (1 Coríntios 15:56-67; Romanos 8:37). Assim como uma vez seguimos os desejos carnais, aqueles que estão “em Cristo Jesus” agora seguem o Espírito Santo (Romanos 8:14; Gálatas 5:24). Porque vivemos em um mundo caído e ainda somos criaturas carnais, ainda pecaremos (1 João 1:9; 2:1; Romanos 7:21–22). Mas aqueles que seguem a Cristo não fazem do pecado uma escolha de estilo de vida (1 João 2:1-6; 3:6-10; Romanos 6:2).

Aqueles que nasceram de novo (João 3:3) receberam uma nova natureza. Enquanto a velha natureza nos atrai para o prazer, a nova natureza nos puxa para a santidade (2 Coríntios 5:17). Estar livre do pecado significa que ele não exerce mais o poder de antes. O domínio do egoísmo, ganância e luxúria foi quebrado. A liberdade do pecado nos permite oferecer a nós mesmos como escravos voluntários do Senhor Jesus Cristo, que continua trabalhando em nós para nos tornar mais semelhantes a Ele (Romanos 6:18; 8:29; Filipenses 2:13).

English



Voltar à página principal em português

O que significa estar livre do pecado?
Assine a

Pergunta da Semana

Comparte esta página: Facebook icon Twitter icon Pinterest icon Email icon
© Copyright Got Questions Ministries