settings icon
share icon
Pergunta

Qual é o padrão bíblico de liderança da igreja?

Resposta


Há um padrão distinto para a liderança da igreja no Novo Testamento, embora esse padrão pareça ser suposto em vez de prescrito especificamente. O Novo Testamento menciona duas posições oficiais na igreja: diáconos e presbíteros (também chamados de pastores ou anciãos).

As palavras ancião (às vezes traduzidas como “presbítero”), pastor e bispo são usadas indistintamente no Novo Testamento. Embora esses termos frequentemente signifiquem coisas diferentes entre as várias igrejas hoje, o Novo Testamento parece apontar para um cargo só, que era ocupado por vários homens piedosos dentro de cada igreja. Os versículos a seguir ilustram como os termos se sobrepõem e são usados indistintamente:

Em Atos 20:17-35, Paulo está falando aos líderes da igreja de Éfeso. Eles são chamados de “presbíteros” no versículo 17. Depois, no versículo 28, ele diz: “Cuidai pois de vós mesmos e de todo o rebanho sobre o qual o Espírito Santo vos constituiu bispos, para apascentardes a igreja de Deus, que ele adquiriu com seu próprio sangue.” Aqui, os líderes são chamados de "bispos" e seus deveres pastorais estão implícitos, já que a igreja é chamada de "rebanho".

Em Tito 1:5-9, Paulo apresenta as qualificações dos anciãos (versículo 5) e diz que essas qualificações são necessárias porque “é necessário que o bispo seja irrepreensível” (versículo 7). Em 1 Timóteo 3:1-7, Paulo dá as qualificações para os bispos, que são essencialmente as mesmas que as qualificações para anciãos em Tito. Em 1 Pedro 5:1-4, Pedro diz aos anciãos para “apascentarem o rebanho de Deus”. A partir dessas passagens, vemos que o ofício de presbítero/pastor/bispo é um. Os que ocupam esse cargo devem liderar, ensinar e zelar pela igreja como um pastor.

Além disso, vemos que cada igreja tem presbíteros (plural). Os presbíteros devem governar e ensinar (1 Timóteo 5:17). O padrão bíblico é que um grupo de homens (e os presbíteros são sempre homens) é responsável pela liderança espiritual e ministério da igreja. Não há menção de uma igreja com um único presbítero/pastor encarregado de tudo, nem há qualquer menção de governo congregacional (embora a congregação desempenhe um papel).

Embora os anciãos sejam responsáveis por ensinar e liderar o rebanho, ainda há muito que precisa ser feito no nível físico. O ofício de diácono concentra-se nas necessidades mais físicas da igreja. Em Atos 6, a igreja em Jerusalém estava atendendo às necessidades físicas de muitas pessoas através da distribuição de alimentos. Algumas das viúvas procuraram os apóstolos porque não estavam recebendo o que precisavam. Os apóstolos responderam: “Não é razoável que nós deixemos a palavra de Deus e sirvamos às mesas” (Atos 6:2). Para aliviar os apóstolos, o povo recebeu a seguinte instrução: “Escolhei, pois, irmãos, dentre vós, sete homens de boa reputação, cheios do Espírito Santo e de sabedoria, aos quais encarreguemos deste serviço. Mas nós perseveraremos na oração e no ministério da palavra” (Atos 6:3-4). Embora os homens escolhidos aqui não sejam chamados de diáconos, a maioria dos estudiosos bíblicos os vê como os primeiros diáconos, ou pelo menos prototípicos da posição. A palavra diácono significa simplesmente "servo". Os diáconos são nomeados oficiais da igreja que ministram às necessidades mais físicas da igreja, aliviando os presbíteros para atenderem a um ministério mais espiritual. Os diáconos devem ser espiritualmente aptos, e suas qualificações são dadas em 1 Timóteo 3:8–13.

Em resumo, os presbíteros lideram e os diáconos servem. Essas categorias não são mutuamente exclusivas. Os anciãos servem ao seu povo liderando, ensinando, orando, aconselhando, etc.; e os diáconos podem liderar outros em servir. Na verdade, os diáconos podem ser os líderes das equipes de serviço dentro da igreja. Ainda assim, há uma distinção básica entre os responsáveis pela liderança espiritual da igreja e os responsáveis pelo serviço.

Então, onde a congregação se encaixa no padrão de liderança da igreja? Em Atos 6, foi a congregação que escolheu os diáconos, então muitas igrejas hoje encarregam a congregação de nomear e ratificar seus os diáconos. E, é claro, os membros da congregação devem ser os primeiros ministros e evangelistas alcançando um mundo perdido. A ideia de que a congregação contrata ministros profissionais para fazer o trabalho da igreja não é bíblica.

Pode haver variações locais de liderança da igreja porque este é apenas um padrão básico; cada detalhe não é prescrito nas Escrituras. O padrão básico encontrado no Novo Testamento é que toda igreja deve ter uma pluralidade de anciãos piedosos responsáveis por liderar e ensinar a igreja, e diáconos piedosos que são responsáveis por facilitar os aspectos mais físicos do ministério da igreja. Uma pluralidade de presbíteros protege a igreja das fraquezas e possíveis excessos que um único presbítero pode trazer. Enquanto esse padrão básico for seguido, a igreja estará operando de acordo com o padrão bíblico. Ter um único pastor que controla a igreja não é o padrão bíblico, e também não é bíblico um arranjo no qual o pastor trabalha para os diáconos que são os que, de fato, dirigem a igreja. A congregação deve seguir a liderança dos pastores que seguem a Cristo. Em sua sabedoria, os anciãos podem solicitar a aprovação da congregação para decisões importantes, mas a congregação não deve ser a autoridade final. Quem tem a responsabilidade final são os presbíteros/pastores/bispos, os quais respondem a Cristo.

English



Voltar à página principal em português

Qual é o padrão bíblico de liderança da igreja?
Assine a

Pergunta da Semana

Comparte esta página: Facebook icon Twitter icon Pinterest icon Email icon
© Copyright Got Questions Ministries