O que a Bíblia diz sobre como manejar/controlar nossas emoções?


Pergunta: "O que a Bíblia diz sobre como manejar/controlar nossas emoções?"

Resposta:
Como seriam os humanos se nunca nos sentíssemos emocionais, se pudéssemos controlar as emoções o tempo todo? Talvez fôssemos como robôs, respondendo a todas as situações com lógica e nunca emoção. Mas Deus nos criou à Sua imagem e as emoções de Deus são reveladas nas Escrituras; portanto, Deus nos criou seres emocionais. Sentimos amor, alegria, felicidade, culpa, raiva, decepção, medo, etc. Às vezes, nossas emoções são agradáveis de sentir e outras vezes não. Às vezes, nossas emoções são fundamentadas na verdade e, outras, são "falsas" por serem baseadas em premissas falsas. Por exemplo, se acreditarmos falsamente que Deus não está no controle das circunstâncias de nossas vidas, podemos sentir as emoções de medo, de desespero ou de raiva com base nessa crença falsa. Independentemente disso, as emoções são poderosas e reais para quem as sente. E as emoções podem ser indicadores úteis do que está acontecendo em nossos corações.

Dito isto, é importante que aprendamos a administrar as emoções em vez de permitir que nossas emoções nos controlem. Por exemplo, quando nos sentimos irritados, é importante sermos capazes de parar, identificar que estamos com raiva, examinar nossos corações para determinar por que estamos com raiva e, então, proceder de maneira bíblica. As emoções fora de controle tendem a não produzir resultados que honrem a Deus: “Porque a ira do homem não produz a justiça de Deus” (Tiago 1:20).

Nossas emoções, como nossas mentes e corpos, são grandemente influenciadas pela queda da humanidade em pecado. Em outras palavras, nossas emoções são maculadas por nossa natureza pecaminosa, e é por isso que precisam ser controladas. A Bíblia nos diz que devemos ser controlados pelo Espírito Santo (Romanos 6; Efésios 5:15-18; 1 Pedro 5:6–11), não por nossas emoções. Se reconhecermos nossas emoções e as trouxermos para Deus, poderemos então submeter nossos corações a Ele e permitir que Ele faça Sua obra em nossos corações e direcione nossas ações. Às vezes, isso pode significar que Deus simplesmente nos conforta, nos tranquiliza e nos lembra que não precisamos ter medo. Outras vezes, Ele pode nos guiar a perdoar ou pedir perdão. Os salmos são um excelente exemplo de como manejar as emoções e levá-las a Deus. Muitos salmos estão cheios de emoção crua, mas a emoção é derramada para Deus em uma tentativa de buscar a Sua verdade e justiça.

Compartilhar nossos sentimentos com os outros também é útil no gerenciamento de emoções. A vida cristã não é para ser vivida sozinha. Deus nos deu o dom de outros crentes que podem compartilhar nossos fardos e cujos fardos compartilhamos (Romanos 12; Gálatas 6:1–10; 2 Coríntios 1:3–5; Hebreus 3:13). Eles também podem nos lembrar da verdade de Deus e oferecer uma nova perspectiva. Quando estamos nos sentindo desanimados ou com medo, podemos nos beneficiar do encorajamento, exortação e confiança que outros crentes fornecem. Muitas vezes, quando encorajamos os outros, somos encorajados. Da mesma forma, quando estamos alegres, nossa alegria geralmente aumenta quando a compartilhamos.

Permitir que nossas emoções nos controlem não é uma atitude piedosa. Negar ou difamar nossas emoções também não é piedoso. Devemos agradecer a Deus por nossa capacidade de sentir emoções e administrá-las como um presente de Deus. A forma de gerenciar nossas emoções é crescer em nossa caminhada com Deus. Somos transformados pela renovação de nossas mentes (Romanos 12:1-2) e pelo poder do Espírito Santo - Aquele que produz em nós o autocontrole (Gálatas 5:22-23). Precisamos de contribuições diárias dos princípios bíblicos, de um desejo de crescer no conhecimento de Deus e de gastar tempo meditando nos Seus atributos. Devemos procurar conhecer mais de Deus e compartilhar mais de nossos corações com Ele através da oração. A comunhão cristã é outra parte importante do crescimento espiritual. Nós caminhamos com outros crentes e ajudamos uns aos outros a crescer na fé, bem como na maturidade emocional.

English
Voltar à página principal em português

O que a Bíblia diz sobre como manejar/controlar nossas emoções?

Assine a pergunta da semana