Como é uma eternidade no inferno uma punição justa por apenas uma vida humana de pecado?


Pergunta: "Como é uma eternidade no inferno uma punição justa por apenas uma vida humana de pecado?"

Resposta:
A Bíblia diz que o inferno é eterno (Mateus 25:46). Muitas pessoas têm dificuldade de enxergar a justiça disso. Questionam como é justo que Deus puna uma pessoa pela eternidade em resposta a apenas uma vida humana de 70, 80, 90 ou até 100 anos de pecado. Como o tempo de vida finito de um pecador merece um castigo infinitamente longo?

Existem dois princípios bíblicos que declaram claramente que a eternidade no inferno é a justa punição pelo pecado, não importa quanto tempo a vida terrena tenha durado.

Primeiro, a Bíblia declara que todo pecado é contra Deus (Salmo 51:4). A extensão da punição depende, em parte, do alvo do crime. Em um tribunal humano, um ataque físico contra um indivíduo geralmente resultará em uma multa e, possivelmente, em algum tempo na cadeia. Em contraste, um ataque físico contra o presidente ou primeiro-ministro de um país provavelmente resultará em uma vida inteira na prisão.

E este é o caso mesmo se o crime tenha sido uma ofensa única, não uma ação contínua. Deus é infinitamente maior e mais grandioso que qualquer ser humano. Quanto mais são nossos crimes dignos de um grande castigo à luz do fato de que nossos pecados são contra Deus (Romanos 6:23)?

Segundo, a ideia de que deixamos de pecar após a morte não é ensinada na Bíblia. São aqueles que vão para o inferno de repente sem pecado e perfeitos? Não. Aqueles que vão para a eternidade sem Cristo serão confirmados em sua maldade. Os de coração duro terão um coração duro eternamente. Haverá “choro e ranger de dentes” no inferno (Mateus 25:30), mas nenhum arrependimento. Pecadores no inferno serão entregues à sua própria natureza; serão seres infectados pelo pecado, maus, imorais e depravados por toda a eternidade, eternamente não redimidos e não regenerados. O lago de fogo será um lugar de eterna rebelião contra Deus - mesmo quando essa rebelião for julgada (Apocalipse 20:14–15; cf. Apocalipse 16:9, 11). Pessoas não salvas não pecam por 70, 80, 90 ou 100 anos. Elas pecam pela eternidade.

O que acontece é que, se uma pessoa quiser se separar de Deus pela eternidade, Deus concederá esse desejo. Os crentes são aqueles que dizem a Deus: “Tua vontade seja feita.” Os incrédulos são aqueles a quem Deus diz: “Tua vontade seja feita”. A vontade dos descrentes é rejeitar a salvação por meio de Jesus Cristo e permanecer em pecado; Deus honrará essa decisão e suas consequências por toda a eternidade.

English
Voltar à página principal em português

Como é uma eternidade no inferno uma punição justa por apenas uma vida humana de pecado?

Assine a pergunta da semana