settings icon
share icon
Pergunta

Como posso obter uma paixão por ganhar almas?

Resposta


Ganhar almas é, essencialmente, o processo de evangelizar ou testemunhar, ou seja, simplesmente comunicar a mensagem de salvação aos incrédulos. Jesus Cristo disse a Seus seguidores que eles seriam Suas testemunhas “até os confins da terra” (Atos 1:8). Ele instruiu: “Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações” (Mateus 28:19), que é a essência de ganhar almas. Como nosso Pai no céu não quer que ninguém pereça (2 Pedro 3:9), todos os cristãos devem estar ansiosos para atender a esse chamado e ter uma paixão por ganhar almas.

Testemunhar, no entanto, é menos sobre o que fazemos para o Senhor e mais sobre o que Ele faz por meio de nós, e isso requer um coração rendido e cheio do Espírito Santo. De fato, o mesmo Espírito Santo que capacitou Cristo enquanto Ele estava ministrando na terra pode nos capacitar também. Primeiro, porém, precisamos entender o nosso papel na edificação do corpo de Cristo. Conforme o apóstolo Paulo explicou aos em Corinto, somos servos de Deus que trabalham em união uns com os outros para produzir uma colheita. Um vai arar o solo, outro pode plantar a semente e outro operário vai regá-la, mas somente Deus pode fazer essa semente crescer (1 Coríntios 3:7). Assim, embora cada um de nós possa ter papéis individuais, ainda assim temos um propósito unificado de ganhar outros para Cristo, pelo qual cada um receberá sua própria recompensa de acordo com o seu próprio trabalho (1 Coríntios 3:8).

Mas como podemos ganhar uma paixão por espalhar essas boas novas e ganhar almas para Cristo nestes dias difíceis, quando há tantos que se opõem ao nosso trabalho a cada passo do caminho? Isso começa quando se tem Jesus Cristo na frente e no centro das nossas próprias vidas. De fato, nossa paixão por ganhar almas aumentará à medida que nossa paixão pelo próprio Cristo e nossa caminhada com Ele se tornarem mais fortes. Duas das melhores maneiras de fortalecer nossa caminhada cristã são ler a Sua Palavra diariamente e orar continuamente. Quando enchemos nossos corações e mentes com Cristo, não podemos deixar de ter paixão por compartilhá-lO com os outros.

Os obreiros mais entusiasmados são aqueles que têm um coração em chamas por Cristo, e isso deve ser fácil quando consideramos a magnitude do que nosso perfeito Salvador fez por nós no Calvário. Sua aceitação voluntária da morte em nosso favor nos curou da nossa doença terminal (pecado) e nos salvou de uma eternidade insondável no lago de fogo. No entanto, sabemos o que acontece com aqueles que morrem à parte de Cristo. E esta eternidade sem esperança longe de Deus, na escuridão ardente do fogo inextinguível do inferno, deve nos motivar a ganhar tantas almas quanto possível para Cristo, especialmente quando consideramos a brevidade da vida que o apóstolo Tiago apropriadamente chama de “neblina que aparece por um instante e logo se dissipa” (Tiago 4:14). Uma vez que cruzamos o horizonte eterno, não há como voltar atrás, e o tempo de ganhar almas terminará. Assim, não só a colheita é grande e os trabalhadores poucos, mas, ainda por cima, o nosso tempo é muito limitado.

Nestes tempos desafiadores, certamente não precisamos ir muito longe para ver muitos em desespero, mas, mesmo em meio a esse caos, os cristãos podem encontrar consolo na Palavra de Deus. Se um cristão se encontra em uma das provações da vida, por exemplo, ele sabe que o nosso Senhor soberano ou o colocou lá ou está permitindo que esteja lá. De qualquer forma, o cristão pode entender essa turbulência ao perceber que Deus tem um propósito para a nossa provação, pois sabemos que “todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito” (Romanos 8:28). Além disso, se a vida ocasionalmente não faz sentido para nós, tudo bem, pois sabemos que devemos confiar no Senhor de todo o coração e não em nossa compreensão de uma situação (Provérbios 3:5-6). Suportar as dificuldades da vida que inevitavelmente surgem em nosso caminho é muito mais fácil quando sabemos que Deus está no controle.

As almas perdidas ao nosso redor podem encontrar esse mesmo conforto quando colocam sua fé em Cristo. No entanto, como Paulo explicou: “Como, porém, invocarão aquele em quem não creram? E como crerão naquele de quem nada ouviram? E como ouvirão, se não há quem pregue? E como pregarão, se não forem enviados? Como está escrito: ‘Quão formosos são os pés dos que anunciam coisas boas!’” (Romanos 10:14-15). A paz de Deus, que transcende todo o entendimento e guarda nossos corações durante esses tempos difíceis (Filipenses 4:7), pode guardar os deles também, uma vez que O deixem entrar.

Não pode haver melhor vocação do que trabalhar em favor dAquele que morreu para que possamos viver. Jesus disse: “Vocês são meus amigos se fazem o que eu lhes ordeno” (João 15:14), e o Seu mandamento era que O obedecêssemos e que nos amássemos uns aos outros como Ele nos amou. Claramente, então, nosso amor por Ele é melhor exemplificado quando trabalhamos apaixonada e incansavelmente para compartilhar o Seu evangelho com os outros.

English



Voltar à página principal em português

Como posso obter uma paixão por ganhar almas?
Assine a

Pergunta da Semana

Comparte esta página: Facebook icon Twitter icon Pinterest icon Email icon
© Copyright Got Questions Ministries