ã
settings icon
share icon
Pergunta

É errado que um cristão tenha uma fantasia sexual?

Resposta


Uma fantasia é um ato ou evento criado na imaginação; na maioria dos casos, o ato imaginado é impossível ou improvável. Uma fantasia sexual cria um ato ou evento sexual na imaginação. Dependendo da natureza da fantasia e dos jogadores imaginados nela, uma fantasia sexual pode ser um pecado. Qualquer cenário imaginado que seja inadequado por razões morais, éticas ou espirituais é pecaminoso.

A imaginação é um presente de Deus, e a fantasia faz parte da psique humana. Nós fantasiamos muitas vezes sem nem perceber. As fantasias podem variar desde imaginar que não precisamos ficar na fila da loja e terminamos as nossas tarefas mais cedo, até evocar atos vis e fisicamente impossíveis. As fantasias geralmente são geradas a partir da nossa realidade pessoal e são tentativas de criar uma realidade que preferimos em vez da que existe. Algumas pessoas ficam tão envolvidas em sua vida de fantasia que se desconectam da realidade e dos relacionamentos reais. Algumas opções da internet permitem a criação de personagens virtuais e que se viva indiretamente através deles. A fantasia sexual geralmente faz parte dessa realidade virtual e permite a simulação de atos sexuais sem se estar fisicamente presente.

Provérbios 23:7 diz que tudo o que pensamos em nossos corações, isso é quem somos. Muitos argumentariam: “Mas, na verdade, não estou fazendo nada de errado”. No entanto, a Bíblia fala muito sobre nossos pensamentos e é claro que até nossas fantasias devem ser submetidas à vontade de Deus. Jesus disse: “Porque do coração procedem maus desígnios, homicídios, adultérios, prostituição, furtos, falsos testemunhos, blasfêmias” (Mateus 15:19). Ele também disse que até mesmo olhar para alguém com luxúria é como o pecado de adultério (Mateus 5:28). Se a fantasia sexual consiste em ações ou palavras que não estão de acordo com a vontade de Deus para nós, então é pecado. Fantasias sexuais sobre nossos parceiros de casamento podem não ser pecado, se formos moralmente livres para agir de acordo com essas fantasias. Mas se estamos imaginando ter relações sexuais com alguém com quem não somos casados, é luxúria. E luxúria é pecado.

Nem sempre podemos controlar os pensamentos que passam por nossas mentes. Estamos continuamente expostos a estímulos sexuais, e os homens, em particular, têm dificuldade em processar esses estímulos de maneira que honre a Deus. Efésios 6:16 fala sobre os “dardos inflamados do Maligno”. Nossas mentes são o alvo de Satanás para esses dardos, e as fantasias sexuais são um dos dardos inflamados que, se não forem contestados, podem nos levar ao pecado. Tiago 1:13–15 nos mostra a progressão do pecado, começando com uma “cobiça”.

Quando desejos malignos surgem em nossos corações, temos uma escolha sobre o que fazer com eles. Podemos entretê-los, permitindo-lhes irromper em fantasias desenvolvidas, ou podemos levar “cativo todo pensamento à obediência de Cristo” (2 Coríntios 10:5). Como cristãos, temos o poder do Espírito Santo operando em nossas vidas para nos capacitar a reprimir o início de uma fantasia ímpia. Quando percebemos que estamos sonhando acordados com algo que Deus disse estar fora dos limites, podemos rapidamente deter esse pensamento, confessá-lo a Jesus e pedir o Seu perdão (1 João 1:9). Quanto mais praticamos esse tipo de interrupção do pensamento, menos impotentes nos sentimos quando nossos pensamentos tentam nos levar.

Mais tarde, pode ser útil examinar o tipo de fantasia que parece dominar os seus pensamentos. As fantasias muitas vezes revelam necessidades não atendidas que Deus quer suprir de maneira saudável. Da mesma forma, as fantasias sexuais podem mostrar um lugar ferido em nosso espírito que Deus precisa curar. Se as fantasias persistirem e forem perturbadoras, buscar conselho piedoso pode ajudar a descobrir a raiz da ferida no coração que as produz. Quando em dúvida sobre uma fantasia sexual ou qualquer outro pensamento que nos consome, podemos sempre aplicar o teste de Filipenses 4:8 para ver se agrada a Deus. Ele quer ser o Senhor de cada parte de nós, inclusive das nossas fantasias.

English



Voltar à página principal em português

É errado que um cristão tenha uma fantasia sexual?
Assine a

Pergunta da Semana

Comparte esta página: Facebook icon Twitter icon Pinterest icon Email icon
© Copyright Got Questions Ministries