settings icon
share icon
Pergunta

Qual deve ser a resposta de um cristão à falta de sexo no casamento (um casamento sem sexo)?

Resposta


A intimidade física faz parte do plano normal de Deus para o casamento, e marido e mulher têm a responsabilidade de atender às necessidades um do outro nessa área (1 Coríntios 7:2–4). Supondo que não haja nenhuma condição física ou médica que impeça a atividade sexual, a falta de sexo no casamento deve ocorrer por consentimento mútuo para atividades espirituais por curtos períodos de tempo (1 Coríntios 7:5).

Um casamento sem sexo é motivo de preocupação. Novamente, dificuldades físicas à parte, a raiz é provavelmente espiritual. A primeira ordem de trabalho é orar por sabedoria, misericórdia e graça para ajudar no momento de necessidade (Tiago 1:5; Hebreus 4:16). É sempre bom colocar a própria casa em ordem antes de procurar corrigir os outros; portanto, se um cônjuge se sentir injustiçado nessa área, ele deve pedir ao Senhor que revele qualquer coisa que talvez esteja fazendo para contribuir para o problema (Salmo 139:23). Deus responderá a tal oração, desde que estejamos dispostos a ouvir.

Se o cônjuge desfavorecido descobrir que contribuiu para a causa da falta de sexo no casamento, o pecado deve ser confessado a Deus e ao cônjuge e devem ser tomadas medidas para corrigir o comportamento (Provérbios 28:13). Se isso foi feito e a intimidade sexual ainda está ausente, o cônjuge injustiçado deve continuar orando diariamente por graça para amar incondicionalmente, confiando que Deus irá trabalhar em Seu tempo. Este é agora um teste de fé (Tiago 1:2–4). O tempo todo, o cônjuge carente deve cuidar para manter as linhas de comunicação abertas com seu parceiro e nunca negligenciar os mandamentos de Deus sobre o relacionamento conjugal (Efésios 5:22-33). É preciso tempo e paciência para esperar no Senhor e manter os olhos nEle a fim de superar as circunstâncias.

Se a falta de sexo no casamento se deve à recusa da esposa à intimidade, o marido deve considerar se está sendo obediente ao mandamento de Deus de amar a sua esposa como Cristo ama a igreja (Efésios 5:25-33) ou se está vivendo com ela “com discernimento” (1 Pedro 3:7). Isso é especialmente importante se a esposa tiver sentimentos de inferioridade ou rejeição. Muitas vezes, o marido pode não reconhecer sua parte nos problemas dela, e ela está apenas agindo por frustração ou raiva reprimida. A comunicação honesta e o perdão são as melhores maneiras de resolver esse problema; tenha cuidado para evitar jogar “o jogo da culpa”. 1 Coríntios 13 pode ser a lista de verificação - a descrição do amor nesse capítulo corresponde ao tratamento do marido para com a sua esposa? O amor piedoso o guardará da amargura contra sua esposa e da aspereza para com ela (Colossenses 3:19).

Se a falta de sexo no casamento se deve à recusa do marido à intimidade, a esposa pode estar negligenciando a sua responsabilidade diante de Deus de amar, respeitar e se submeter ao marido (Efésios 5:22-24). Se ele se sente negligenciado, inferior ou dominado, pode recusar a intimidade para se vingar ou recuperar o controle, ou pode perder completamente o interesse. De qualquer forma, “... atentando, diligentemente, por que ninguém seja faltoso, separando-se da graça de Deus; nem haja alguma raiz de amargura que, brotando, vos perturbe, e, por meio dela, muitos sejam contaminados” (Hebreus 12:15).

Se um cônjuge está retendo o sexo aparentemente sem motivo, pode haver um problema mais profundo e reprimido decorrente do passado. Nesse caso, o aconselhamento pode ajudar o problema a vir à tona e possivelmente ser tratado. De qualquer forma, ambas as partes devem tirar um tempo e sentar-se com a intenção de conversar sem transferir a culpa. Um pastor ou conselheiro bíblico pode ser uma ajuda maravilhosa durante essas conversas. O objetivo deve ser entender a perspectiva do cônjuge, para que o casal possa seguir juntos na direção certa e permitir que a mudança comece.

A cura não pode ser forçada e pode levar algum tempo. Enquanto isso, o perdão é uma ordem imediata (Mateus 6:14-15). Se ambas as partes querem o melhor de Deus e se o processo for feito com humildade e sinceridade, a intimidade plena é possível mais uma vez. Um casal ferido deve se comprometer diariamente com a Palavra, com a oração, com a obediência a Deus e um ao outro. Então eles podem confiar pacientemente no Senhor para trabalhar em ambos os corações e curar o que quer que esteja causando a falta de sexo no casamento.

English



Voltar à página principal em português

Qual deve ser a resposta de um cristão à falta de sexo no casamento (um casamento sem sexo)?
Assine a

Pergunta da Semana

Comparte esta página: Facebook icon Twitter icon Pinterest icon Email icon
© Copyright Got Questions Ministries