settings icon
share icon
Pergunta

Existe um Deus?

Resposta


Existe um Deus? Esta é uma das perguntas mais fundamentais feitas pela humanidade. Durante a maior parte da história humana, a resposta esmagadora a essa pergunta tem sido “sim”, embora tenha havido fortes desacordos sobre que tipo de deus, Deus ou deuses existe. Certamente, aqui no GotQuestions.org, argumentaríamos que Deus existe e que há muitas evidências para o fato.

A Bíblia diz que existe um Deus, que a natureza demonstra um Criador (Salmo 19:1), e que Deus revela o suficiente de Si mesmo no mundo para que as pessoas O conheçam (Romanos 1:20). A igreja cristã primitiva foi fundada sobre o uso de testemunhas oculares, evidências e bom raciocínio (Lucas 1:1-2; 2 Pedro 1:16; Atos 17:11; 1 Coríntios 14:20). Até o próprio Jesus apelou para evidências ao defender Suas alegações (João 5:31-47).

Além da Bíblia, também temos o apoio da arqueologia, da ciência, da história, da literatura e da experiência humana de que existe um Deus. Naturalmente, alguns apontam a evidências desses campos para atacar a ideia da existência de Deus. E, no entanto, o equilíbrio da experiência humana, da ciência e da filosofia parece indicar que existe um Deus. Muito do que assumimos como parte da vida diária - incluindo a razão, a moralidade e os direitos humanos - não faz sentido, a menos que Deus exista.

Há amplas razões para acreditar em Deus; a verdadeira questão é se uma pessoa está ou não aberta a essa evidência. Gênios da história têm sido crentes, e gênios da história têm sido ateus. Há mais na pergunta “existe um Deus?” do que preocupações puramente intelectuais. Em última análise, como uma pessoa tenta responder a essa pergunta reflete fortemente a resposta que prefere. Existem abordagens razoáveis e não razoáveis, maneiras de mente aberta e de mente fechada de olhar para a mesma informação. Se uma pessoa estiver comprometida em rejeitar a Deus, a evidência e a razão não farão muita diferença. Claro, isso também é verdade para aqueles que acreditam em Deus e não deixariam de crer em nenhuma circunstância.

Evidências históricas, científicas e pessoais não têm sentido para a pessoa com a intenção deliberada de não acreditar. No entanto, a maioria das pessoas não quer parecer irracional, então aquelas que se recusam a acreditar geralmente inserem outras objeções. Isso resulta no erro comum de exigir revelação direta, milagrosa e pessoal. Esta é a abordagem de que “se Deus me mostrasse um milagre, eu acreditaria”. Ou a abordagem de “se Deus escrevesse João 3:16 na lua”. Jesus advertiu contra tal incredulidade em Mateus 12:39: “Uma geração má e adúltera pede um sinal!”

Imagine uma pessoa que se recusa a acreditar em Abraham Lincoln, a menos que Lincoln poste um vídeo no YouTube chamando-a pelo nome. Ou uma garota que se recusa a acreditar que alguém a ama, apesar de cartas, presentes e conversas nesse sentido; o que ela exige é que a pessoa queime sua casa para provar seu amor. Esses não são pedidos razoáveis, e a pessoa que os faz está realmente dizendo: “Eu não quero acreditar nisso”. Essas pessoas não vão acreditar nas evidências terrenas, então são igualmente propensas a rejeitar as evidências milagrosas (veja Lucas 16:31).

Aqueles que não têm certeza de se Deus existe ou não são encorajados a buscá-lO (Mateus 7:7), a examinarem as evidências (Atos 17:11; 1 Tessalonicenses 5:21) e a terem a mente aberta. O Cristianismo não tem nada a temer da verdade (João 10:10), e temos amplas razões para confiarmos em nossa resposta à pergunta “existe um Deus?”

English



Voltar à página principal em português

Existe um Deus?
Assine a

Pergunta da Semana

Comparte esta página: Facebook icon Twitter icon Pinterest icon Email icon
© Copyright Got Questions Ministries