settings icon
share icon
Pergunta

O que é a ética sexual?

Resposta


A ética sexual é a combinação de considerações morais e éticas relacionadas à sexualidade humana. A ética sexual inclui as atitudes e valores relacionados à identificação de gênero, orientação sexual, procriação e consentimento. A ética sexual de uma cultura geralmente está intimamente ligada à religião local, a qual atribui valor moral a certos aspectos da expressão sexual. Por exemplo, a determinação de se estupro, molestamento ou adultério é moralmente errado varia de cultura para cultura e muitas vezes está ligada ao nível de influência que o cristianismo teve naquela região. Na cosmovisão judaico-cristã, a Bíblia tem a palavra final sobre a ética sexual e tem sido o padrão para a maioria das nações livres nos últimos dois milênios.

Antes do sexto capítulo de Gênesis, a humanidade já havia violado todos os padrões éticos que o Criador incutira no coração (Gênesis 6:1, 5-6). Gênesis 6:5 diz que “era continuamente mau todo desígnio do seu coração”. Podemos interpretar isso corretamente para incluir práticas sexuais também. As atitudes humanas em relação à sexualidade têm sido contaminadas pelo pecado, egoísmo e perversão desde o início da história humana.

Desde o início, Deus tem o direito de definir a ética sexual para nós porque Ele criou a sexualidade. Quando o Senhor fez Eva para Adão e a trouxe para ele (Gênesis 2:21–25), Deus foi quem definiu o casamento e o abençoou. Em toda a Escritura há mandamentos que reforçam essa definição (Deuteronômio 5:18; Levítico 20:10; Marcos 10:6-8; Efésios 5:31). O sexo foi criado para marido e mulher dentro da aliança do casamento. Hebreus 13:4 diz: “Digno de honra entre todos seja o matrimônio, bem como o leito sem mácula; porque Deus julgará os impuros e adúlteros.” Portanto, qualquer expressão sexual fora da aliança do casamento é um pecado, seja o adultério, o sexo pré ou extraconjugal, a prática homossexual, a prostituição ou até mesmo a luxúria (Mateus 5:28).

A ética sexual de Deus é para o nosso bem, não para o mal. Ele não nos dá Suas leis para restringir nossa alegria ou limitar nossos relacionamentos. O Deus que nos criou sabe como funcionamos melhor. Assim como o criador de uma nova tecnologia fornece instruções para que o dispositivo possa funcionar em níveis ideais, Deus fornece instruções para Suas criações humanas em Sua Palavra, a Bíblia (Salmo 119:105). Ele conhece as consequências do mau uso de Seu dom da sexualidade. Nosso mundo está sofrendo com o peso dessas consequências. Milhões de abortos, DSTs, divórcios, abuso sexual infantil, estupros e casos de tráfico humano seriam eliminados se apenas mantivéssemos a ética sexual de Deus.

Independentemente de nossas decisões éticas passadas, cada um de nós tem uma escolha a cada novo dia. Podemos continuar a chafurdar na insanidade do mundo em que a ética sexual muda a cada hora dependendo dos sentimentos de uma pessoa no momento. Ou podemos nos comprometer a alinhar nosso ponto de vista com o de Deus e tratar a sexualidade como o dom sagrado que é. Assim como não usaríamos um vaso antigo para guardar o óleo sujo do nosso carro, nunca devemos usar nossos corpos de maneira que os degrade e desonre sexualmente. Fomos criados para ser o templo do Espírito Santo (1 Coríntios 6:19-20). O templo de Deus é santo, e é a nossa responsabilidade cuidar dele, honrá-lo e torná-lo o Seu santuário (Romanos 12:1). Quando o fazemos, podemos evitar as consequências devastadoras que muitos estão experimentando porque desconsideram a ética sexual de Deus.

English



Voltar à página principal em português

O que é a ética sexual?
Assine a

Pergunta da Semana

Comparte esta página: Facebook icon Twitter icon Pinterest icon Email icon
© Copyright Got Questions Ministries