settings icon
share icon
Pergunta

Como posso saber se estou ouvindo Deus, ouvindo Satanás ou ouvindo meus próprios pensamentos?

Resposta


A vida está cheia de decisões que não têm instruções absolutas e específicas por nome. Quantas horas por dia meus filhos devem passar nas telas? Posso jogar certos videogames? Posso ir a um encontro com um colega de trabalho? Será que posso faltar ao trabalho porque fiquei acordado até tarde na noite anterior? Todos nós temos noções sobre a verdade, mas como sabemos com certeza de que essas ideias vêm de Deus? Estou ouvindo Deus? Ou estou apenas ouvindo a mim mesmo? Pior ainda, será que estou ouvindo as tentações de Satanás disfarçadas da liderança do Espírito Santo? Às vezes é difícil distinguir nossas próprias ideias da direção de Deus. E se nossos impulsos realmente vêm do inimigo de nossas almas e não de Deus? Como podemos “levar cativo todo pensamento” (2 Coríntios 10:5) quando não temos certeza de onde vêm os pensamentos?

Mais comumente, Deus Se comunica através da Bíblia, Sua Palavra inspirada, preservada através dos séculos para nós hoje. É através da Palavra que somos santificados (João 17:17), e a Palavra é a luz para o nosso caminho (Salmo 119:105). Deus também pode nos guiar através das circunstâncias (2 Coríntios 2:12), das instilações do Espírito (Gálatas 5:16) e de mentores piedosos fornecendo conselhos sábios (Provérbios 12:15). Se Deus quiser falar conosco, nada pode detê-lO. Aqui estão algumas maneiras de discernir a fonte de nossos pensamentos:

Ore

Se estamos confusos sobre se estamos ou não ouvindo a Deus, é bom orar por sabedoria (Tiago 1:5). (É bom orar por sabedoria mesmo quando não achamos que estamos confusos!) Devemos pedir a Deus que nos faça conhecer a Sua vontade claramente. Quando oramos, devemos pedir “porém, com fé, em nada duvidando; pois o que duvida é semelhante à onda do mar, impelida e agitada pelo vento” (Tiago 1:6). Se não tivermos fé, “não suponha esse homem que alcançará do Senhor alguma coisa” (Tiago 1:7).

Fale com Deus em oração e espere sinceramente por Sua resposta. No entanto, tenha em mente que Deus não nos dá tudo o que desejamos e, às vezes, a Sua resposta é: “Não”. Ele sabe de que precisamos a qualquer momento e nos mostrará o que é melhor. Se Deus disser “Não”, então podemos agradecer a Ele pela clareza de Sua direção e seguir em frente a partir daí.

Estude a Palavra de Deus

A Bíblia é chamada de “Palavra de Deus” por uma razão – é a principal maneira pela qual Deus fala conosco. É também a maneira como aprendemos sobre o caráter de Deus e Seu trato com as pessoas ao longo da história. Toda a Escritura é “inspirada por Deus” e é o guia para uma vida justa (2 Timóteo 3:16-17). Enquanto falamos com Deus em oração, Ele fala conosco através da Sua Palavra. Ao lermos, devemos considerar as palavras da Bíblia como sendo as próprias palavras de Deus.

Qualquer pensamento, desejo, inclinação ou urgência que possamos ter deve ser levado à Palavra de Deus para comparação e aprovação. Que a Bíblia seja o juiz de cada pensamento. “Porque a palavra de Deus é viva, e eficaz, e mais cortante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até ao ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e propósitos do coração” (Hebreus 4:12). Não importa quão urgente seja o desejo, se for contra o que as Escrituras dizem, então não é de Deus e deve ser rejeitado.

Siga a Direção do Espírito Santo

O Espírito Santo é Deus — um Ser divino com mente, emoções e vontade. Ele está sempre conosco (Salmo 139:7-8). Seus propósitos incluem interceder por nós (Romanos 8:26–27) e dar dons para beneficiar a igreja (1 Coríntios 12:7–11).

O Espírito Santo deseja nos encher (Efésios 5:18) e produzir em nós o Seu fruto (Gálatas 5:22-25). Não importa quais decisões estejamos tomando no dia-a-dia, não podemos errar quando exibimos amor, alegria, paz, etc., para a glória de Deus. Quando temos um pensamento aleatório surgindo em nossas cabeças, devemos aprender a “provar os espíritos” (1 João 4:1). Será que seguir essa inclinação levará a mais semelhança com Cristo? Será que me debruçar sobre esse pensamento produzirá mais fruto do Espírito em mim? O Espírito Santo nunca nos levará a satisfazer os desejos pecaminosos da carne (Gálatas 5:16); Ele sempre nos guiará para a santificação (1 Pedro 1:2). A vida na terra é uma batalha espiritual. O inimigo está ansioso para fornecer distrações a fim de nos desviar da vontade de Deus (1 Pedro 5:8). Devemos estar vigilantes para garantir que aquilo que estamos guardando seja mais do que um sentimento, mas realmente vem do próprio Deus.

Lembre-se, Deus quer nos mostrar o caminho certo a seguir. Ele não tem o objetivo de esconder a Sua vontade daqueles que O buscam.

Aqui estão algumas boas perguntas a serem feitas ao examinarmos se estamos ou não ouvindo a Deus: São as instigações confusas ou vagas? Deus não é o autor da confusão; Ele é o portador da paz (1 Coríntios 14:33). Os pensamentos vão contra a Palavra de Deus? Deus não vai Se contradizer. Será que seguir essas instilações levará ao pecado? Aqueles que “andam no Espírito” já “crucificaram a carne, com as suas paixões e concupiscências” (Gálatas 5:24-25).

Além disso, é bom buscar conselho de um amigo cristão, parente ou pastor (Provérbios 15:22). Nossos pastores estão lá para nos ajudar a nos pastorear: “Obedecei aos vossos guias e sede submissos para com eles; pois velam por vossa alma, como quem deve prestar contas” (Hebreus 13:17).

Deus não quer que falhemos. Quanto mais ouvirmos a Deus, melhor distinguiremos Sua voz dos outros ruídos em nossas cabeças. Jesus, o Bom Pastor, dá a Sua promessa: “Depois de fazer sair todas as que lhe pertencem, vai adiante delas, e elas o seguem, porque lhe reconhecem a voz” (João 10:4). Outros podem falar, “mas as ovelhas não lhes deram ouvido” (versículo 8). Quanto melhor conhecemos nosso Pastor, menos temos que nos preocupar em dar ouvidos à voz errada.

English



Voltar à página principal em português

Como posso saber se estou ouvindo Deus, ouvindo Satanás ou ouvindo meus próprios pensamentos?
Assine a

Pergunta da Semana

Comparte esta página: Facebook icon Twitter icon Pinterest icon Email icon
© Copyright Got Questions Ministries