Quem eram os edomitas?


Pergunta: "Quem eram os edomitas?"

Resposta:
Os edomitas eram os descendentes de Esaú — o primogênito de Isaque e irmão gêmeo de Jacó. No ventre, Esaú e Jacó lutaram juntos, e Deus disse a sua mãe, Rebeca, que eles se tornariam duas nações, com o mais velho servindo ao mais novo (Gênesis 25:23). Como um adulto, Esaú imprudentemente vendeu sua herança a Jacó por uma tigela de cozinhado vermelho (Gênesis 25:30-34) e passou a odiar seu irmão depois disso. Esaú tornou-se o pai dos edomitas e Jacó tornou-se o pai dos israelitas, e as duas nações continuaram a lutar durante a maior parte de sua história. Na Bíblia, "Seir" (Josué 24:4), "Bozra" (Isaías 63:1) e "Sela" (2 Reis 14:7) são referências à terra e capital de Edom. Sela é mais conhecida hoje como Petra.

O nome "Edom" vem de uma palavra semítica que significa "vermelho", e a terra ao sul do Mar Morto recebeu esse nome por causa do arenito vermelho tão proeminente na topografia. Esaú, por causa da sopa pela qual trocou seu direito de primogenitura, ficou conhecido como Edom, e mais tarde mudou sua família para a região montanhosa do mesmo nome. Gênesis 36 relata a história primitiva dos edomitas, afirmando que tinham reis reinando sobre eles muito antes de Israel ter um rei (Gênesis 36:31). A religião dos edomitas era semelhante à de outras sociedades pagãs que adoravam deuses da fertilidade. Os descendentes de Esaú acabaram dominando as terras do sul e se sustentavam através da agricultura e do comércio. Uma das antigas rotas de comércio, a estrada real (Números 20:17) passava por Edom, e quando os israelitas pediram permissão para usar essa rota em seu êxodo do Egito, foram rejeitados pela força.

Por serem parentes próximos, os israelitas foram proibidos de odiar os edomitas (Deuteronômio 23:7). No entanto, os edomitas atacavam regularmente Israel, e muitas guerras foram travadas como resultado. O rei Saul lutou contra os edomitas, e o rei Davi os subjugou, estabelecendo guarnições militares em Edom. Com o controle do território edomita, Israel teve acesso ao porto de Eziom-Geber no Mar Vermelho, do qual o rei Salomão enviou muitas expedições. Após o reinado de Salomão, os edomitas se revoltaram e desfrutaram de certa liberdade até serem subjugados pelos assírios em Tiglate-Pileser.

Durante as guerras dos macabeus, os edomitas foram subjugados pelos judeus e forçados a se converter ao Judaísmo. Por tudo isso, os edomitas mantiveram muito do seu antigo ódio pelos judeus. Quando o grego se tornou a língua comum, os edomitas eram chamados de idumeus. Com a ascensão do Império Romano, um idumeu cujo pai havia se convertido ao Judaísmo foi nomeado rei da Judeia. Aquele idumeu é conhecido na história como o rei Herodes, o Grande, o tirano que ordenou um massacre em Belém na tentativa de matar o menino Jesus (Mateus 2:16-18).

Depois da morte de Herodes, o povo idumeu desapareceu lentamente da história. Deus havia predito a destruição dos edomitas em Ezequiel 35, dizendo: "Como te alegraste com a sorte da casa de Israel, porque foi desolada, assim também farei a ti; desolado serás, ó monte Seir e todo o Edom, sim, todo; e saberão que eu sou o SENHOR" (Ezequiel 35:15). Apesar dos esforços constantes de Edom para governar os judeus, a profecia de Deus para Rebeca foi cumprida: a criança mais velha serviu à mais jovem e Israel provou ser mais forte que Edom.

English


Voltar à página principal em português

Quem eram os edomitas?

Assine a pergunta da semana