settings icon
share icon
Pergunta

Quem/o que é o detentor em 2 Tessalonicenses 2:6?

Resposta


Estudantes de profecia bíblica têm visões diferentes sobre a identidade do limitador em 2 Tessalonicenses 2:6-7. Quem quer que seja, Ele é alguém de grande poder que está impedindo o avanço do Anticristo e o reino satânico de dominar o mundo.

Em sua segunda epístola aos tessalonicenses, Paulo assegurou à igreja que ainda não estavam vivendo no Dia do Senhor, ou seja, que o julgamento do fim dos tempos ainda não havia começado. Em 2 Tessalonicenses 2:3, ele diz: "Ninguém, de modo nenhum, os engane, porque isto não acontecerá sem que primeiro venha a apostasia e seja revelado o homem da iniquidade, o filho da perdição." De acordo com o cronograma de Deus, o Dia do Senhor e o julgamento que o acompanha não começarão até que duas coisas aconteçam: que uma rebelião global ocorra e o Anticristo seja revelado. Paulo então menciona o que está atualmente mantendo o mal sob controle: “E, agora, vocês sabem o que o detém, para que ele seja revelado a seu tempo. Porque o mistério da iniquidade já opera e aguarda somente que seja afastado aquele que agora o detém. Então será revelado o iníquo” (2 Tessalonicenses 2:6–8).

Paulo não identifica especificamente o que ou quem é a força restritiva, visto que os tessalonicenses já sabiam. Muitos estudiosos têm especulado quanto à identidade do limitador, nomeando a força restritiva como 1) o governo romano; 2) a pregação do evangelho; 3) a amarração de Satanás; 4) a providência de Deus; 5) o estado judeu; 6) a igreja; 7) o Espírito Santo; e 8) Miguel, o arcanjo. Acreditamos que o limitador não seja outro senão o Espírito Santo, isto é, o Espírito Santo operando por meio da igreja do Novo Testamento.

Apoiando a ideia de que o Espírito Santo dentro da igreja é o limitador está o fato de que tal pessoa é referenciada tanto como uma coisa (gênero neutro, versículo 6) quanto como uma pessoa (gênero masculino, versículo 7). Além disso, o poder que atrasa o plano mestre de Satanás de revelar seu falso messias deve ser de Deus. Faz muito mais sentido dizer que o Espírito Santo está controlando o Diabo do que uma entidade política ou mesmo um anjo. O Espírito Santo de Deus é a única pessoa com poder (sobrenatural) suficiente para fazer essa restrição.

Claro, o Espírito trabalha por meio dos crentes para realizar isso. A igreja, habitada pelo Espírito de Deus, sempre fez parte do que impede a sociedade da crescente onda de pecado. Em algum ponto, Paulo diz, o Espírito irá “Se afastar” de Sua obra restritiva, permitindo que o pecado tenha domínio sobre a humanidade. 2 Tessalonicenses 2:7 pode ser traduzido literalmente: “Porque o mistério da iniquidade já opera e aguarda somente que seja afastado aquele que agora o detém.” Acreditamos que esse “afastamento” acontecerá no momento em que a igreja deixar a terra no arrebatamento. O Espírito Santo ainda estará presente na terra, é claro, mas será tirado do meio no sentido de que Seu ministério único de restrição do pecado - por meio do povo de Deus - será removido (veja Gênesis 6:3).

2 Tessalonicenses 2 deixa claro que a remoção da influência do limitador precede a revelação do Anticristo. Com rédea solta durante a tribulação, o iníquo “é segundo a ação de Satanás, com todo poder, sinais e prodígios da mentira” para enganar o povo da terra (2 Tessalonicenses 2:9–10). Depois que o tempo do Anticristo terminar, o Senhor Jesus voltará e derrubará o homem do pecado "com o sopro de sua boca e destruirá pela manifestação de sua vinda" (2 Tessalonicenses 2:8). O mal está controlado agora. Entretanto, quando a era da igreja terminar, o obstáculo ao mal será removido, e a rebelião parecerá estar vencendo; no entanto, o destino final do mal é certo.

English



Voltar à página principal em português

Quem/o que é o detentor em 2 Tessalonicenses 2:6?
Assine a

Pergunta da Semana

Comparte esta página: Facebook icon Twitter icon Pinterest icon Email icon
© Copyright Got Questions Ministries