settings icon
share icon
Pergunta

O que a Bíblia diz sobre o Transtorno Bipolar?

Resposta


Nota: como acontece com muitos problemas psicológicos, muitas vezes há um aspecto físico e espiritual da depressão maníaca/transtorno bipolar. Embora acreditemos que os psicólogos muitas vezes perdem a verdadeira natureza espiritual da doença, encorajamos fortemente qualquer pessoa que sofra de uma doença mental a procurar atendimento médico e aconselhamento.

Resposta: “Transtorno bipolar” é um nome que apareceu pela primeira vez em 1957 para uma doença mental grave. Antes disso, a mesma doença era chamada de “doença maníaco-depressiva” ou “depressão maníaca”, embora esse nome só remonte a 1921. Nenhum termo aparece na Bíblia, mas a Bíblia nos ensina várias lições que podemos aplicar ao transtorno bipolar.

O transtorno bipolar ou depressão maníaca é uma doença mental grave caracterizada por graves flutuações de humor. Essas flutuações vão muito além de simplesmente ser “feliz” ou “triste”. Os sintomas “maníacos” podem incluir sentimentos de euforia extrema, aumento acentuado na tomada de riscos, pensamentos acelerados, fala forçada e aumento de energia. Os sintomas “depressivos” podem incluir sentimentos de extrema tristeza ou desesperança, fadiga/letargia, alterações no apetite, incapacidade de concentração e pensamentos suicidas/mórbidos. Existem vários tipos do transtorno, geralmente definidos pela gravidade ou intensidade dos sintomas. O tipo mais grave pode até incluir sintomas psicóticos, como alucinações auditivas ou visuais.

A causa exata do transtorno bipolar é desconhecida, embora a ciência tenha demonstrado um componente genético para o transtorno. Alguns profissionais também estão empregando imagens do cérebro. O transtorno bipolar é geralmente diagnosticado com base nos sintomas apresentados por um indivíduo, o que tem levado a alguma controvérsia.

Um cristão que sofre de transtorno bipolar ou depressão maníaca deve tratá-lo como qualquer outra doença fisiológica. Embora Deus certamente tenha a capacidade de fazer milagres e curar qualquer doença, Ele muitas vezes nos permite continuar nossa jornada com um “espinho na carne” para nos lembrar que Ele é suficiente (2 Coríntios 12:7-9). Se um crente tivesse diabetes, ele procuraria aconselhamento médico de médicos treinados, tomaria medicamentos prescritos e procuraria conselhos piedosos sobre como lidar com seus sintomas físicos e emocionais. O mesmo vale para um crente com transtorno bipolar.

Como o transtorno bipolar ou a depressão maníaca afetam a maneira como uma pessoa pensa, é essencial encontrar conselhos piedosos (Provérbios 1:5) e passar tempo na Palavra de Deus (2 Timóteo 3:16-17). Para fazer o que é certo, devemos saber o que é verdadeiro. O transtorno bipolar altera as percepções da realidade de uma pessoa, portanto, uma base sólida na verdade é uma necessidade ao lidar com seus sintomas.

Alguém com transtorno bipolar ou depressão maníaca pode ceder às percepções errôneas causadas pela doença e cometer atos pecaminosos. Uma pessoa com transtorno bipolar deve tratar esses pecados como qualquer outra pessoa deveria. Ela deve reconhecer suas ações como pecaminosas, arrepender-se e buscar o perdão. Os crentes com transtorno bipolar nunca devem culpar sua doença por suas ações (veja João 15:22).

Os crentes devem tratar uma pessoa com transtorno bipolar ou depressão maníaca com a mesma compaixão que mostrariam a todos os outros (Tiago 2:1). A igreja oferece às pessoas com transtorno bipolar algo de que precisam desesperadamente em suas vidas – a verdade (João 17:17). Uma coisa de que as pessoas com transtorno bipolar precisam mais do que qualquer outra coisa é a esperança que está em Jesus Cristo. Mesmo que sua doença tente roubar suas vidas, elas podem ter uma vida abundante em Cristo (João 10:10).

English



Voltar à página principal em português

O que a Bíblia diz sobre o Transtorno Bipolar?
Assine a

Pergunta da Semana

Comparte esta página: Facebook icon Twitter icon Pinterest icon Email icon
© Copyright Got Questions Ministries