Devem os cristãos ir a festas? O que a Bíblia diz sobre festas?


Pergunta: "Devem os cristãos ir a festas? O que a Bíblia diz sobre festas?"

Resposta:
A resposta curta para esta pergunta é que “depende da festa”. As festas são populares porque são oportunidades divertidas de se reunir com amigos, conhecer novas pessoas, relaxar e aproveitar a companhia de outras pessoas. Como seres humanos, somos projetados para ser criaturas sociais. Vivemos em grupos, trabalhamos em grupos e nos socializamos em grupos. Então, quando desejamos festejar, estamos respondendo à necessidade de interação humana, diversão e relaxamento. Isso é normal e natural.

Para os cristãos, o desejo de interação humana tem a dimensão adicional de querer e precisar de comunhão. A palavra grega traduzida “comunhão” no Novo Testamento é koinonia, que significa “parceria, participação, interação social e comunicação”. O conceito importante para a comunhão cristã é “parceria”. A Bíblia nos diz que fomos chamados à comunhão (parceria) com Cristo (1 Coríntios 1:9), com o Pai (1 João 1:3) e com o Espírito Santo (Filipenses 2:1). João nos diz que, como crentes, temos comunhão uns com os outros em virtude do sangue que Jesus derramou por nós na cruz (1 João 1:7). Paulo acrescenta a ideia de que ter comunhão com Cristo é participar de Seu sofrimento (Filipenses 3:10). Também somos advertidos de que não devemos ter comunhão com o mal (1 Coríntios 10:20). Assim como a luz e as trevas são incompatíveis, também não deve haver comunhão entre os cristãos e o pecado.

O problema com a pergunta “os cristãos devem ir a festas?” é que as “festas” sobre as quais se pergunta quase sempre não são “festas de comunhão”. Não há sequer motivo algum para perguntar sobre as festas que estão focadas na comunhão cristã. Não, essa questão é quase sempre em relação a festas que envolvem álcool em excesso, consumo de álcool por menores de idade, drogas e/ou sexo. Certamente, existem descrentes que podem festejar inocentemente, mas uma festa que envolve coisas que são imorais e/ou ilegais deve ser evitada. Como crentes, devemos nos proteger contra a tentação, lembrando que “as más conversações corrompem os bons costumes” (1 Coríntios 15:33). Além disso, participar de festas onde ocorrem atividades pecaminosas - mesmo que não participemos delas - enfraquece nosso testemunho e traz reprovação ao nome de Cristo (Romanos 2:24). "Aparte-se da injustiça todo aquele que professa o nome do Senhor" (2 Timóteo 2:19).

Há aqueles que podem ver as festas como uma oportunidade de compartilhar Cristo com os incrédulos, e embora devamos estar prontos com uma resposta para a esperança dentro de nós em todos os momentos (1 Pedro 3:15), isso pressupõe que os incrédulos da festa estão interessados no evangelho. Raramente tal oportunidade surge em uma festa onde estão ocorrendo o consumo de álcool, drogas e atividade sexual. Portanto, enquanto os cristãos devem aproveitar todas as oportunidades para ter comunhão com outros crentes, devemos ter muito cuidado em abrir nossa vida à tentação ou a qualquer coisa que comprometa nossa vida em Cristo e nosso testemunho a um mundo que nos observa.

English
Voltar à página principal em português

Devem os cristãos ir a festas? O que a Bíblia diz sobre festas?

Assine a pergunta da semana