Como o criacionismo versus a evolução afeta como uma pessoa vê o mundo?



 

Pergunta: "Como o criacionismo versus a evolução afeta como uma pessoa vê o mundo?"

Resposta:
A principal diferença entre o criacionismo e a evolução se resume a nossa certeza sobre tudo o que pensamos que sabemos. Pense nisso: se nossos cinco sentidos e nossos cérebros são meramente o produto de uma evolução aleatória e sem propósito, como podemos ter certeza de que estão nos fornecendo informações confiáveis? O que o meu olho e o cérebro percebem como "vermelho" pode ser percebido pelo seu olho e cérebro como "azul", mas você o chama de "vermelho" porque é o que aprendeu. (As cores em si não mudarão, uma vez que consistem de certas frequências inalteráveis do espectro eletromagnético). Não temos nenhuma maneira segura de saber se estamos falando sobre a mesma coisa.

Ou suponha que você viu uma pedra que parecia ter a seguinte mensagem esculpida: "Chicago: 50 milhas". Também suponha agora que você acredite que essas marcações realmente são nada mais que o resultado de uma erosão aleatória do vento e da chuva que apenas aparentam escrever esta mensagem. Você poderia ter alguma confiança real de que Chicago fosse apenas a 50 milhas de distância?

Entretanto, e se você soubesse que todo conjunto normal de olhos e cérebros é projetado para perceber uma certa frequência do espectro eletromagnético como "vermelho"? Então você pode ter confiança em saber que o que eu vejo como vermelho também é o que você vê como vermelho. E se você soubesse que um homem tinha medido cuidadosamente a distância de 50 milhas de Chicago e depois colocou um marcador lá para indicar isso? Então você pode ter confiança de que esse marcador esteja, de fato, fornecendo informações precisas.

Outra diferença em como o criacionismo versus a evolução afeta a visão de uma pessoa sobre o mundo está no domínio da moralidade. Se somos meramente os produtos da evolução aleatória e sem propósito, então o que, precisamente, os termos "bem" e "mal" significam? "Bem" em comparação com o quê? "Mal" em comparação com o quê? Na verdade, sem uma vara de medição (por exemplo, a natureza de Deus), não temos base para dizer que algo é bom ou malvado. Tudo passa a ser apenas uma opinião, o que realmente não tem peso nenhum em julgar como eu ajo ou como julgo os atos dos outros. Madre Teresa e Stalin simplesmente fizeram diferentes escolhas em tal mundo. Não há resposta para a pergunta: "Quem diz?" quando se trata de determinar o certo e o errado. E embora os ateus e os evolucionistas certamente possam viver vidas morais (se fossem fiéis a suas crenças, não teriam nenhum motivo para viverem assim), eles realmente não têm qualquer base para julgar as ações daqueles que determinaram como tendo feito algo "errado".

No entanto, se existe um Deus que nos criou à Sua imagem, então não somos criados apenas com um sentido do que é certo ou errado, mas também temos uma resposta para "quem diz?". O bem é o que combina com a natureza de Deus, e o mal é qualquer coisa que não.


Voltar à página principal em português

Como o criacionismo versus a evolução afeta como uma pessoa vê o mundo?