GotQuestions.org > Português > Perguntas sobre salvação > crer em Deus

O que significa crer em Deus?


Pergunta: "O que significa crer em Deus?"

Resposta:
Simplificando, crer em Deus é possuir confiança nEle. Crer em Deus inclui um reconhecimento de Sua existência, é claro, mas a verdadeira crença em Deus é mais do que isso. O teísmo é um ótimo lugar para começar, mas não é o objetivo da jornada.

Crer em Deus é necessário para ter fé religiosa. As escrituras dizem que crer no Deus verdadeiro é fundamental para um relacionamento com Ele: "De fato, sem fé é impossível agradar a Deus, porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe e que recompensa os que o buscam" (Hebreus 11:6)

Basicamente, acreditar em Deus requer uma crença de que Ele realmente existe. Há muitas pessoas ao redor do mundo que acreditam no mundo sobrenatural, o que inclui Deus ou "os deuses". Mesmo se excluirmos adeptos de religiões pagãs, ainda há muitas pessoas que acreditam em um Deus único e pessoal. Este é um passo importante, mas simplesmente acreditar que Deus existe não é suficiente. Como Tiago 2:19 explica, os demônios também acreditam na existência de Deus. O simples reconhecimento da existência de Deus não torna alguém piedoso.

Crer em Deus também deve envolver comprometimento e mudança de vida. Todos nós acreditamos em fatos sobre coisas que não mudam a maneira como vivemos. A maioria das pessoas acredita nos fatos que ouviram sobre a necessidade de uma boa dieta e exercício, por exemplo, mas a maioria não muda suas vidas com base neles. Muitas pessoas que acreditam que Deus existe não fazem nada à luz desse conhecimento, então sua crença não é realmente melhor do que a dos demônios. A fé que não resulta em ações é uma fé morta (Tiago 1:26).

Entretanto, mesmo uma crença em Deus que motiva alguém a agir não é suficiente. Algumas pessoas têm uma crença em Deus que consome suas vidas. Elas são levadas a grandes atos de sacrifício, devoção religiosa ou serviço em nome de Deus. Na maioria das religiões, existem pessoas que estão dispostas a fazerem qualquer coisa por seus deuses ou deuses. Mas, dependendo do deus em questão, as ações exigidas ao devoto podem incluir danos pessoais ou mesmo assassinato. Compromisso, serviço e devoção a um poder superior não são garantia de retidão moral.

A crença genuína em Deus é baseada em quem Ele realmente é. O axioma da Bíblia de que "é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe" (Hebreus 11:6) supõe que a fé é colocada no Deus da Bíblia, não em algum outro deus. Embora muitas pessoas acreditem que Deus existe e queiram servi-lo, o deus que adoram é um inventado por elas mesmas. Essas pessoas frequentemente refazem Deus à sua própria imagem, escolhendo os aspectos do Deus verdadeiro que consideram agradáveis. Elas podem acreditar que Deus é amor (o que é um conceito bíblico — 1 João 4:8), mas podem então interpretar isso por sua própria definição de amor. Deus, para alguns, é um avô amoroso que lhes dá coisas boas e quer que sejam felizes. Membros de seitas cristãs podem ser devotados a Deus, mas não a como Deus Se revelou nas Escrituras. Crer em um deus criado por nós é uma fé sem valor. Se nossa crença se conformar à realidade, devemos acreditar em Deus assim como Ele Se revelou: o Deus trino que é perfeito, onisciente, onipotente, todo suficiente, imutável, verdadeiro, fiel, gracioso, amoroso, misericordioso, santo e justo.

Para crer verdadeiramente em Deus como Ele Se revelou, precisamos crer em Jesus Cristo, que é "o resplendor da glória de Deus e a expressão exata do seu Ser" (Hebreus 1:3). Jesus é Deus em carne e é por meio dEle que Deus Se mostrou para nós de uma maneira que todos podemos entender: "Antigamente, Deus falou, muitas vezes e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, mas, nestes últimos dias, nos falou pelo Filho, a quem constituiu herdeiro de todas as coisas e pelo qual também fez o universo" (Hebreus 1:1–2). Como Jesus disse: "Quem vê a mim vê o Pai…. Você não crê que eu estou no Pai e que o Pai está em mim? As palavras que eu digo a vocês não as digo por mim mesmo, mas o Pai, que permanece em mim, faz as suas obras. Creiam que eu estou no Pai e que o Pai está em mim; creiam ao menos por causa das mesmas obras" (João 14:9–11).

Na cultura moderna, uma crença genérica em Deus e até devoção a Deus que leva ao serviço de nosso próximo ainda são socialmente aceitáveis. No entanto, uma fé mais específica em Jesus Cristo como a revelação suprema e final de Deus e o único caminho para Deus não é socialmente aceitável. Uma crença genérica em Deus pode unir judeus, cristãos e muçulmanos de boa vontade. Jesus Cristo, no entanto, os dividirá (Mateus 10:34). A Bíblia diz que não se pode ter fé em Deus como Ele realmente é, a menos que essa fé inclua Jesus Cristo (João 14:6). Se alguém não honra a Jesus Cristo, ele não honra a Deus Pai (João 5:23).

English


Voltar à página principal em português

O que significa crer em Deus?

Descubra como ...

receber a vida eterna



receber o perdão de Deus



Assine a pergunta da semana