O que é o Cordeiro Pascal? Como Jesus é o nosso Cordeiro Pascal?


Pergunta: "O que é o Cordeiro Pascal? Como Jesus é o nosso Cordeiro Pascal?"

Resposta:
O cordeiro pascal era o animal que Deus ordenou que os israelitas usassem como sacrifício no Egito na noite em que Deus atingiu os primogênitos de todas as casas (Êxodo 12:29). Essa foi a praga final que Deus lançou contra o faraó, a qual o levou a libertar os israelitas da escravidão (Êxodo 11:1). Depois daquela noite fatídica, Deus instruiu os israelitas a observar a Festa da Páscoa como um memorial permanente (Êxodo 12:14).

Deus instruiu todas as famílias do povo israelita a selecionar um cordeiro de um ano de idade que não tivesse qualquer defeito (Êxodo 12:5; cf. Levítico 22:20-21). O chefe da família devia abater o cordeiro durante o crepúsculo, cuidando para que nenhum dos ossos fosse quebrado, e aplicar um pouco de sangue nas duas ombreiras e na viga superior da porta. O cordeiro deveria ser assado e comido (Êxodo 12:7-8). Deus também deu instruções específicas sobre como os israelitas deviam comer o cordeiro, "já prontos para viajar, com as sandálias nos pés e o cajado na mão" (Êxodo 12:11).

Deus disse que quando visse o sangue do cordeiro na viga de uma casa, Ele "passaria por cima" daquela casa e não permitiria que "o Destruidor" entrasse (Êxodo 12:23). Qualquer lar sem o sangue do cordeiro teria o seu filho primogênito morto naquela noite (Êxodo 12:12-13).

O Novo Testamento estabelece uma relação entre este cordeiro protótipo da Páscoa e o consumado cordeiro da Páscoa, Jesus Cristo (1 Coríntios 5:7). O profeta João Batista reconheceu Jesus como "o Cordeiro de Deus" (João 1:29), e o apóstolo Pedro liga o cordeiro sem defeito (Êxodo 12:5) a Cristo, a quem ele chama de "um cordeiro sem defeito e sem mácula" (1 Pedro 1:19). Jesus está qualificado para ser chamado de "sem mácula" porque a Sua vida estava completamente livre do pecado (Hebreus 4:15). Em Apocalipse, o apóstolo João vê Jesus como "um Cordeiro que parecia que tinha sido morto" (Apocalipse 5:6). Jesus foi crucificado durante o tempo em que a Páscoa foi observada (Marcos 14:12).

A Bíblia diz que os crentes têm simbolicamente aplicado o sangue sacrifical de Cristo em seus corações e, assim, escaparam da morte eterna (Hebreus 9:12, 14). Assim como o sangue aplicado do cordeiro pascal fez com que o "Destruidor" passasse por cima de cada casa, o sangue aplicado de Cristo faz com que o julgamento de Deus passe sobre os pecadores e dê vida aos crentes (Romanos 6:23).

Assim como a primeira Páscoa marcou a libertação dos hebreus da escravidão egípcia, a morte de Cristo marca a nossa libertação da escravidão do pecado (Romanos 8:2). Assim como a primeira Páscoa devia ser realizada em memória como uma festa anual, os cristãos devem relembrar a morte do Senhor através da comunhão do Senhor até que Ele volte (1 Coríntios 11:26).

O cordeiro pascal do Antigo Testamento, embora fosse uma realidade naquele tempo, era um mero prenúncio do melhor e definitivo cordeiro pascal, Jesus Cristo. Através de Sua vida sem pecado e morte sacrificial, Jesus Se tornou o único capaz de dar às pessoas uma maneira de escapar da morte e uma esperança segura da vida eterna (1 Pedro 1:20-21).

English


Voltar à página principal em português

O que é o Cordeiro Pascal? Como Jesus é o nosso Cordeiro Pascal?

Descubra como ...

receber a vida eterna



receber o perdão de Deus



Assine a pergunta da semana