Como compartilho meu testemunho cristão?


Pergunta: "Como compartilho meu testemunho cristão?"

Resposta:
Um testemunho efetivo é aquele que transmite tanto a sua própria experiência quanto o Evangelho de Cristo para que alguém tenha a informação sobre o processo de salvação. (1) Comece escrevendo os detalhes de como você veio a confiar em Cristo para a salvação. Responda às seguintes perguntas para ajudá-lo: a) Quem me falou sobre Cristo? b) Que eventos me levaram a confiar ou acreditar em Cristo? c) Quando confiei em Cristo? d) Onde estava quando acreditei pela primeira vez? e) Como a fé em Cristo tem sido uma benção para mim?

(2) Em seguida, escreva isso por extenso para que tudo flua bem como uma história. Tente ser o mais conciso possível. Como objetivo, tente organizar o seu testemunho para que possa ser efetivamente compartilhado em três minutos ou menos.

(3) Certifique-se de ter incluído as Escrituras apropriadas em seu testemunho. Lembre-se que a Escritura é que é autoritária por ser a Palavra de Deus. Como exemplo, o seu testemunho deve consistir em você tornando-se consciente de que estava separado de Deus por seu pecado (Romanos 3:23), percebendo que iria passar a eternidade longe de Deus se não recebesse o perdão (Romanos 6:23), entendendo que Deus enviou o Seu único Filho perfeito, Jesus, para morrer e pagar pelo seu pecado (Romanos 5:8). Finalmente, inclua o momento em que você recebeu perdão ao confiar apenas no pagamento de Cristo pelo pecado (Atos 16:31).

Como exemplo, leia abaixo o meu testemunho de como vim a confiar em Cristo como meu Salvador.

Quando era criança e adolescente, falei com o meu pastor umas três ou quatro vezes sobre como eu poderia ir para o céu quando morresse. No entanto, nunca aceitei o Evangelho de Cristo até ser um jovem adulto na casa dos 20. Ao longo de alguns anos, comecei a ler a Bíblia, escutar alguns bons professores bíblicos e conservadores na televisão e discutindo o que escutara com os cristãos no trabalho. Por meio disso, percebi que eu era um pecador separado de Deus e merecia estar eternamente separado de Deus. Isto foi baseado em Romanos 3:23 "pois todos pecaram e carecem da glória de Deus" e Romanos 6:23 "o salário do pecado é a morte." Também entendi que Deus me ama tanto que enviou o Seu Filho Jesus, o qual veio à Terra especificamente para morrer pelos meus pecados (e os pecados do mundo inteiro) para que eu pudesse ser perdoado (Romanos 5:8, João 3:16).

Por último, entendi que não havia nenhuma maneira de ser bom o suficiente ou trabalhar para assegurar o meu caminho para o céu. Romanos 3:10 diz que não há quem faça o bem e Efésios 2:8-10 declara que a salvação é um dom de Deus, não por obras, e é recebido apenas pela fé, que é simplesmente confiar ou depender completamente na morte, sepultamento e ressurreição de Cristo como pagamento pelo meu pecado. Depois de entender essas verdades da Escritura, tive uma sensação de certeza de que, como não conseguia trabalhar para obter a minha salvação, também não podia perdê-la, já que é um presente de Deus.

Havia uma grande sensação de alívio ao saber que eu tinha sido perdoado, que Deus estava do meu lado e queria e ainda quer o que é melhor para mim. Desde o início da minha vida com Cristo, Ele, pelo poder do Espírito Santo que vive no meu coração, tem continuado a santificar-me através da Sua Palavra e de Sua obra na minha vida. Este perdão e segurança que tenho de Deus podem ser seus também se você confiar apenas em Cristo para o perdão de seus pecados.

English

Voltar à página principal em português

Como compartilho meu testemunho cristão?

Assine a pergunta da semana