settings icon
share icon
Pergunta

Como seremos no Céu?

Resposta


No livro de 1 Coríntios, capítulo 15, Paulo fala sobre a ressurreição e o corpo ressuscitado. Nos versículos 35 e seguintes, ele afirma que nossos corpos celestes serão diferentes de nossos corpos naturais, com alguns contrastes gritantes. Enquanto os nossos corpos terrenos são caracterizados pela mortalidade (ser suscetível à morte), os nossos corpos ressuscitados serão caracterizados pela imortalidade (não suscetíveis à morte). Da mesma forma, enquanto nossos corpos terrenos são suscetíveis à decadência (corrupção), eles se tornarão incorruptíveis (1 Coríntios 15:53). Além disso, onde nossos corpos naturais são propensos à fraqueza, nossos corpos ressuscitados serão caracterizados pela força (versículo 43).

Outra comparação é que agora temos um corpo natural, mas depois teremos um corpo espiritual. Isso provavelmente não significa que seremos como fantasmas sem corpo e flutuando sem poder interagir com as coisas ao nosso redor. Afinal, o versículo 49 afirma que teremos um corpo como o corpo ressurreto de Jesus (veja também 1 João 3:2). E Jesus, após a Sua ressurreição, disse-lhes para tocá-lo e vê-lo comer, demonstrando que não era apenas um espírito (Lucas 24:37-43). Em vez disso, é mais provável que, assim como um corpo natural é adequado para esta vida presente em nosso universo físico, o corpo espiritual será aquele que melhor nos servirá para a existência eterna para a qual estamos destinados em nossa morada eterna. O corpo ressuscitado de Jesus era capaz de entrar à vontade em quartos trancados (João 20:19). O nosso corpo terreno nos limita de maneiras (e/ou dimensões) que nosso corpo espiritual não o fará.

1 Coríntios 15:42 também descreve a transformação de "semeado em desonra" para "ressuscitado em glória". Filipenses 3:21 diz que Jesus "transformará o nosso corpo de humilhação, para ser igual ao corpo da sua glória, segundo a eficácia do poder que ele tem de até subordinar a si todas as coisas." Nossos corpos em decomposição são descritos com a palavra desonra porque trazem a marca dos resultados do pecado. Às vezes, os nossos corpos são prejudicados devido ao nosso próprio pecado pessoal, como um cérebro que não é mais capaz de formar pensamentos completos por causa do abuso de drogas. Outras vezes os nossos corpos são marcados pelos pecados dos outros, como a cicatriz de alguém agindo violentamente contra nós. Mas essas não são as únicas marcas físicas do pecado. Em termos mais gerais, o corpo físico em decomposição é o resultado direto da queda da humanidade no pecado. Se não houvesse pecado, não haveria decadência e morte (1 Coríntios 15:56). Mas Deus, através do poder transformador de Cristo, é capaz de levantar os Seus filhos com corpos novos e gloriosos, completamente livres da devastação do pecado e possuindo a glória de Cristo.

Para resumir, não nos é dito exatamente como seremos na próxima vida, que idade pareceremos ter ou se seremos magros ou gordos. No entanto, embora muitos acreditem que teremos alguma semelhança com a nossa aparência agora, sabemos que, de qualquer forma, a nossa aparência ou saúde foi alterada como resultado do pecado (seja por causa de más escolhas de saúde, malformações hereditárias, lesões, envelhecimento, etc.), esses traços não serão transportados para a nossa aparência na próxima vida. Mais importante, a natureza pecaminosa, herdada de Adão (Romanos 5:12), não estará mais conosco, pois seremos feitos segundo a santidade de Cristo (1 João 3:2).

English



Voltar à página principal em português

Como seremos no Céu?
Assine a

Pergunta da Semana

Comparte esta página: Facebook icon Twitter icon Pinterest icon Email icon
© Copyright Got Questions Ministries