O que a Bíblia diz sobre a circuncisão? Qual é a visão cristã da circuncisão?


Pergunta: "O que a Bíblia diz sobre a circuncisão? Qual é a visão cristã da circuncisão?"

Resposta:
A circuncisão é a remoção cirúrgica do prepúcio de um macho. A palavra circuncidar literalmente significa "cortar ao redor". Como um rito religioso, a circuncisão era exigida de todos os descendentes de Abraão como um sinal da aliança que Deus fez com ele (Gênesis 17:9-14; Atos 7:8). A Lei mosaica repetiu a exigência (Levítico 12:2-3), e os judeus ao longo dos séculos têm continuado a praticar a circuncisão (Josué 5:2–3; Lucas 1:59; Atos 16:3; Filipenses 3:5). Existem diferentes aspectos envolvidos na questão de se os homens de hoje devem ou não ser circuncidados. Uma questão é a do ensino religioso: o que a Bíblia, a Palavra de Deus, diz? Outra questão é se devem os homens ser circuncidados por uma questão de saúde. A visão cristã da circuncisão é provavelmente mais bem descrita como uma combinação das duas.

Com relação à primeira questão, os cristãos do Novo Testamento não estão mais sob a Lei do Antigo Testamento, e a circuncisão não é mais necessária. Isso é revelado em várias passagens do Novo Testamento, entre as quais estão Atos 15; Gálatas 2:1–3; 5:1–11; 6:11-16; 1 Coríntios 7:17–20; Colossenses 2:8-12; e Filipenses 3:1–3. Como essas passagens proclamam, ser liberto dos nossos pecados é o resultado da fé em Cristo; é a obra consumada de Cristo na cruz que salva, não a observância de um rito externo. Até mesmo a Lei reconhecia que a circuncisão por si só era insuficiente para agradar a Deus, o qual especificou a necessidade de “circuncidar os vossos corações” (Deuteronômio 10:16; cf. Romanos 2:29). Na salvação, as obras da carne nada realizam (ver Gálatas 2:16).

Em Atos 16:3, Paulo circuncidou o seu ajudante missionário, Timóteo. Timóteo era meio judeu, e Paulo o circuncidou para que ele não fosse um obstáculo ao procurar alcançar os judeus descrentes. Embora Deus não exigisse que Timóteo fosse circuncidado, foi algo que ele fez voluntariamente para alcançar os judeus. No entanto, como Paulo afirma inequivocamente em Gálatas, a circuncisão não ajuda a salvação ou a santificação em Cristo. É claro que o incidente com Timóteo não se aplica diretamente hoje porque os cristãos não precisam ser circuncidados para alcançar os incrédulos, sejam judeus ou gentios. Mais uma vez, o princípio da circuncisão do coração é central.

Existem questões práticas envolvidas com a circuncisão também. Alguns pais circuncidam os seus filhos para que se pareçam com todos os outros machos em sua cultura. Alguns pais estão preocupados que seu filho um dia estaria em um vestiário e se acharia diferente de todos os outros. Em algumas culturas, porém, os machos não são comumente circuncidados. Há também a questão da saúde. Os médicos continuam debatendo sobre a possível existência de algum benefício da circuncisão para a saúde. Qualquer pai ou mãe com essas preocupações deve falar com um médico a respeito desse assunto.

English
Voltar à página principal em português

O que a Bíblia diz sobre a circuncisão? Qual é a visão cristã da circuncisão?

Assine a pergunta da semana